Prát Sim V_Peça 4_Execução_Alimentos
4 pág.

Prát Sim V_Peça 4_Execução_Alimentos


DisciplinaPrática Real e Simulada Cível I23 materiais190 seguidores
Pré-visualização1 página
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA DA FAMÍLIA E SUCESSÕES DA COMARCA DA CAPITAL DO ESTADO DE SÃO PAULO 
Processo nº .....
Distribuição por dependência
ELISA (sobrenome), menor impúbere, devidamente representada por sua genitora, Maria José (nacionalidade), (estado civil), (profissão), (identidade), (CPF), (endereço), por seu advogado com endereço na rua ... vem, perante V. Exª, propor
AÇÃO DE EXECUÇÃO DE ALIMENTOS 
 
pelo rito especial do art. 732 do CPC, em face de LUIZ OTÁVIO (sobrenome), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), (identidade), (CPF), (endereço), pelas razões de fato e de direito a seguir expostas.
DOS FATOS
 A Autora é fruto do enlace amoroso entre sua representante e o executado, relacionamento esse que perdurou por ... anos, findo o qual a menor passou a viver sob a guarda da genitora.
Ocorre que, em razão da necessidade da menor e da possibilidade de seu genitor, e da recusa deste na prestação da obrigação alimentar voluntária, a representante da exequente propôs ação de alimentos perante este Juízo, na qual restou definitivamente determinada a obrigação do Executado no importe de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) mensais, devidos a partir da propositura da demanda e corrigidos monetariamente a partir da citação e juros de mora de 1% (hum por cento) ao mês, também a partir da citação.
Ocorre que, até o presente momento, o réu não cumpriu espontaneamente com o pagamento das verbas a que foi condenado.
Diante dessa situação, não restou outra alternativa à exequente senão buscar a prestação jurisdicional necessária para satisfação do crédito alimentar vencido.
do fundamento jurídico
DA FORMAÇÃO DO TÍTULO EXECUTIVO JUDICIAL
A presente execução funda-se na sentença homologatória de acordo firmada perante o Poder Judiciário, cuja cópia encontra-se acostada aos autos e que constitui título executivo judicial, por força do artigo 475-N, inciso III do Código de Processo Civil.
DO QUANTUM DEBEATUR 
A sentença na ação de alimentos não foi capaz de compelir o réu ao cumprimento da condenação nela imposta.
Por conseguinte, inocorrendo a satisfação do débito alimentar devido a partir da propositura da demanda, tem-se que são 4 (quatro) as parcelas devidas, perfazendo o montante de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).
O valor atualizado do débito segue demonstrado na planilha abaixo, computando-se, sobre o montante de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), a correção monetária e os juros de mora de 1% (hum por cento) ao mês, ambos incidentes a partir da citação.
(PLANILHA DE DÉBITO ATUALIZADO)
DA POSSIBILIDADE DE PENHORA
Considerando que o caso sub judice alicerça-se na execução de 4 (quatro) parcelas vencidas anteriormente aos quatro meses precedentes à propositura da presente demanda, impõe-se a execução pelo rito especial do art. 732 do Código de Processo Civil.
Não obstante o referido dispositivo remeter ao art. 646 e ss da legislação processual, ordenando a aplicação do procedimento da execução por quantia certa contra devedor solvente, o advento da Lei nº 11.232/05 impôs uma nova sistemática processual, de forma que, hoje, à execução dos créditos alimentícios são aplicáveis as regras relativas ao cumprimento de sentença (CPC, art. 475-J e seguintes).
Estabelece o art. 475-J, §1º, do Código de Processo Civil a imprescindibilidade da garantia do juízo para o oferecimento da impugnação, de forma que somente após a penhora efetivar-se-á a intimação do executado para, querendo, oferecer irresignação.
Outrossim, fica extinta a citação, o processo autônomo, a nomeação de bens pelo devedor e, a possibilidade de oferecimento de embargos. 
Diga-se que a possibilidade de se aplicar as reformas trazidas pela Lei nº 11.232/05 encontra arrimo no sólido argumento de que não há sentido em não se valer da forma mais célere de execução justamente no caso dos alimentos, em que a urgência e relevância são indiscutíveis. 
DO PEDIDO
Diante do exposto, requer:
1. A citação do executado, para que efetue o pagamento da dívida, no valor de R$ 20.000,00 (vinte e mil reais), acrescida de juros e correção monetária, sob pena de penhora;
2. A intimação do Ministério Público; 
3. A condenação do executado ao ônus da sucumbência.
DAS PROVAS
Requer a juntada da prova documental em anexo.
DO VALOR DA CAUSA
Dá à causa o valor de R$ 20.000,00 (vinte e mil reais).
Nestes termos,
Pede deferimento,
Rio de Janeiro, ... de ........ de 2012.
____________________________
Nome do advogado \u2013 OAB/RJ nº ....