penal iii
1 pág.

penal iii


Disciplina#penalespecial #4período10 materiais72 seguidores
Pré-visualização1 página
a Questão (Ref.: 201708740497)
	Pontos: 0,1  / 0,1

	Assinale a opção correta acerca dos crimes contra a honra:
	

	

	
	Tratando-se do delito de injúria, admite-se a exceção da verdade caso o ofendido seja funcionário público, e a ofensa, relativa ao exercício de suas funções.

	
	O pedido de explicações em juízo é cabível nos delitos de calúnia e difamação, mas não se aplica ao de injúria.

	 Certo
	Caso o querelado, antes da sentença, se retrate cabalmente da calúnia ou da difamação, sua pena será diminuída. Caracterizado o delito de injúria, o juiz pode deixar de aplicar a pena, no caso de retorção imediata, que consista em outra injúria.

	
	Caso o querelado, antes da sentença, se retrate cabalmente da calúnia ou da difamação, sua pena será diminuída.

	

	

	

	 Código de referência da questão.2a Questão (Ref.: 201708740477)
	Pontos: 0,1  / 0,1

	Assinale a opção correta acerca dos crimes contra a honra. .(Exame OAB/CESPE UnB. 2008.3)
	

	

	
	Tratando-se do delito de injúria, admite-se a exceção da verdade caso o ofendido seja funcionário público, e a ofensa, relativa ao exercício de suas funções.

	
	Caso o querelado, antes da sentença, se retrate cabalmente da calúnia ou da difamação, sua pena será diminuída.

	 Certo
	Caracterizado o delito de injúria, o juiz pode deixar de aplicar a pena, no caso de retorção imediata, que consista em outra injúria.

	
	O pedido de explicações em juízo é cabível nos delitos de calúnia e difamação, mas não se aplica ao de injúria.

	

	

	

	 Código de referência da questão.3a Questão (Ref.: 201708740822)
	Pontos: 0,1  / 0,1

	Acerca dos crimes contra a honra, assinale a opção correta.
	

	

	
	O CP prevê, para o crimes de calúnia, sem exceções, o instituto da exceção da verdade, que consiste na possibilidade de o acusado comprovar a veracidade de suas alegações, para a exclusão do elemento objetivo do tipo.

	
	O CP prevê, para os crimes de calúnia, de difamação e de injúria, o instituto da exceção da verdade, que consiste na possibilidade de o acusado comprovar a veracidade de suas alegações, para a exclusão do elemento objetivo do tipo.

	
	Caracterizado o crime contra a honra de servidor público, em razão do exercício de suas funções, a ação penal será pública incondicionada.

	 Certo
	Não constituem injúria ou difamação punível a ofensa não excessiva praticada em juízo, na discussão da causa, pela parte ou por seu advogado e a opinião da crítica literária sem intenção de injuriar ou difamar.

	
	Em regra, a persecução criminal nos crimes contra a honra processa-se mediante ação pública condicionada à representação da pessoa ofendida.

	

	

	

	 Código de referência da questão.4a Questão (Ref.: 201708740471)
	Pontos: 0,0  / 0,1

	Quanto ao crime de induzimento, instigação e auxílio ao suicídio, previsto no art. 122 do CP, assinale a opção correta:
	

	

	 Errado
	trata-se de crime formal e, segundo entendimento majoritário, consuma-se com a mera instigação

	
	configura-se o delito, mesmo que o agente participe dos atos executórios do suicídio

	 Certo
	o sujeito passivo deve ser capaz, pois, se incapaz, pode configurar o delito de homicídio

	
	o delito admite a modalidade culposa

	
	a mera instigação ao suicídio não é crime, é necessário que haja o auxílio

	

	

	

	 Código de referência da questão.5a Questão (Ref.: 201708740839)
	Pontos: 0,0  / 0,1

	Daniel, morador de um prédio no qual está sendo realizada uma reunião de condomínio, ao se dirigir ao local da reunião, encontra Fabio que, armado, o proíbe de entrar, sob o fundamento de que Daniel estaria com as taxas de condomínio atrasadas. Inconformado, Daniel enfrenta Fabio e o empurra para o lado, conseguindo entrar e participar da reunião. Ante o exposto, é correto que a conduta de Fábio configura:
	

	

	 Errado
	ameaça.

	
	lesão corporal, na forma tentada.

	 Certo
	constrangimento ilegal, na forma tentada.

	
	constrangimento ilegal consumado.

	
	ameaça, na forma tentada

	

	

	Col@bore