4° relatorio fisica III Dispositivos Ôhmicos e não Ôhmicos
10 pág.

4° relatorio fisica III Dispositivos Ôhmicos e não Ôhmicos


DisciplinaFísica Geral III884 materiais10.036 seguidores
Pré-visualização1 página
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Graduação em Engenharia Mecânica
Contagem
2013
Laboratório de Física llI \u2013 Relatório de Prática Experimental
Dispositivos Ôhmicos e não Ôhmicos
Relatório técnico apresentado como requisito parcial para obtenção de aprovação de disciplina Laboratório de Física Ill, no curso de Engenharia Mecânica da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
 
Contagem
2013
\u201c...A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original.\u201d 
(Albert Einstein)
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO	5
2 DESENVOLVIMENTO	6
2.1 OBJETIVO GERAL	6
2.2 MATERIAIS UTILIZADOS	6
\ufffd\ufffd2.3 DESCRIÇÃO DO EXPERIMENTO GERAL	7
3 RESULTADOS..........................................................................................................8
4 CONCLUSÃO	9
5 REFERÊNCIAS	10
\ufffd
\ufffd
1. INTRODUÇÃO
 	Ao submeter um componente de u circuito elétrico a uma diferença de potencial(V),aparece nele uma corrente(I).A resistência elétrica R desse elemento e definida como o quociente entre a diferença de potencial aplicada e a corrente resultante.
R=V/I
O comportamento e uma função de V depende das características do componente elétrico.Quando a relação V/I é constante para qualquer valor de V,o elemento e chamado de resistor linear.Essa situação corresponde a lei de Ohm,segundo a qual a corrente em um resistor é diretamente proporcional á diferença de potencial,ou tensão elétrica,aplicada nele.Os resistores lineares são,também,chamados de resistores ôhmicos.\ufffd
2. DESENVOLVIMENTO
2.1. Objetivo Geral
	*Verificar a dependência da corrente elétrica I que circula em um resistor de resistência R,em uma lâmpada de incandescência e em um diodo semicondutor de silício com o campo elétrico e aplicado a esses dispositivos.
	*Obter a curva V x I para o resistor de resistência elétrica R.Fazer a regressão linear do gráfico obtido,determinar o valor de R e comparar com o valor nominal fornecido pelo fabricante.
	*Obter a curva característica V x I para a lâmpada incandescência. Fazer o ajuste parabólico para o gráfico obtido.
	*Obter a curva característica do diodo semicondutor de silício.Fazer o ajuste de crescimento exponencial da corrente elétrica em função da tensão V, .
	* Através da comparação do ajuste de regressão linear do gráfico ln I x V com a equação teórica o diodo semicondutor de silício , determinar a constante de Boltzmann .
2.2. Materiais Utilizados
01 fonte universal 12V
01 voltímetro CC
01 miliamperimetro CC
01 lâmpada de 6V
01 resistor de 47 (
01 diodo semicondutor de silício 
05 cabos de ligação
2.3. Descrição do Experimento Geral
 
	
 Sistema 1
	Circuito com um resistor de 47 ( com tensão elétrica que varia de 0 a 6 V.
Nossa 1°experiência foi com esse pequeno circuito montado que contém um resistor,um amperímetro,um voltímetro e a tensão universal de 12V.Com a montagem correta verificamos a quantidade de corrente que passava no sistema com a variação da tensão de 1 em 1V ate chegar a 6V.
	Circuito com uma lâmpada incandescente com a tensão que varia de 0 a 6V.
Nesse 2°experimento usamos uma lâmpada incandescente para vermos o quanto de corrente passa no sistema.De acordo que íamos aumentando a tensão a lâmpada ficava mais forte(acesa) sendo que o seu ponto mais alto foi em 6V.
\ufffd
3. RESULTADOS
	Resistor
	Resistor
	Lâmpada
	Lâmpada
	Diodo
	Diodo
	VR(V)
	iR(A)x10-³
	VL(V)
	iL(A)x10-³
	VD(V)
	LD(A)x10-³
	 0
	0
	0
	0
	0
	0
	 1
	2,0
	0,2
	6,0
	0,5
	0
	 2 
	4,0
	0,5
	25,5
	1,0
	0
	 3
	6,2
	1
	33,5
	1,8
	0,7
	 4
	8,3
	1,5
	40,2
	1,9
	1,9
	 5
	10,3
	2
	47,7
	2,0
	3,1
	 6
	12,4
	3
	61,0
	2,1
	5,0
	 7
	14,5
	4
	75,0
	2,2
	6,9
	 8
	16,6
	5
	85,0
	2,3
	9,9
	 9
	18,7
	6
	93,9
	2,4
	13,2
Tab.1:Resultados da parte experimental da variação de tensão
\ufffd
4. CONCLUSÃO
	Após realizar todos os procedimentos e construir os gráficos,é possível notar que um único componente que apresenta um comportamento linear é o resistor,seu gráfico V x I foi função do primeiro grau,sendo a relação V/I constante.Os demais componentes,lâmpada e diodo,apresentaram curvas diferente de primeiro grau,sendo assim a relação V/I não se mantém constante.
\ufffd
5. REFERÊNCIAS
LIMA, Evandro Conde. WERKHARIZER, Fernando Eustáquio. RESENDE, Flávio de Jesus. SILVEIRA, Tomas de Aquino. MOURA, Vânia Aguiar. FREITAS, Welerson Romaniello. DFQ - Departamento de Física e Química, Belo Horizonte, 2011.
HALLIDAY, David. RESNICK, Robert. WALKER, Jearl. Fundamentos de Física: 3 Eletromagnetismo 
Sears,Francis West-Física:eletricidade e magnetismo
Matheus
Matheus fez um comentário
OBRIGADO POR POSTAR.
1 aprovações
Carregar mais