A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
questoes

Pré-visualização | Página 2 de 2

das cardiopatias e outras condições patológicas (ex.distúrbios metabólicos), porém algumas anomalias cardíacas não alteram o ECG.
	
	Auxilia no diagnóstico e monitoração de alguns distúrbios: Infarto do Miocárdio e Pericardite.
	
	O Eletrocardiograma registra as atividades elétricas do coração em forma de ondas, que mostram a despolarização(contração) e a repolarização(relaxamento).
	 
	Auxilia na análise de atividades cerebrais, facilitando o diagnóstico de morte encefálica
		
	
	
	 3a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Com relação a Segurança do paciente internado em uma unidade de Terapia intensiva leia os itens abaixo e assinale a alternativa correta.
		
	
	A iatrogenia de omissão se caracteriza por imperícia e imprudência do profissional de saúde.
	
	Fatores pessoais como falta de atenção, distração, preocupação, esquecimento e fadiga podem predispor a erro e eventos adversos. Portanto os fatores pessoais/individuais são de responsabilidade da instituição de saúde uma vez poderão afetar a segurança do paciente no perído de internação.
	
	Cada Profissional de saude deve obrigatoriamente se capacitar, participando de capacitações. A capacitação profissional é responsabilidade da Instituição através do Setor de Treinamento ou Educação Continuada. A falta de conhecimento, habilidade e competência, além de atitude, motivação e capacidade de seguir um protocolo são fatores importantes para predispor a eventos adversos.
	 
	A iatrogenia de omissão caracteriza-se por ato negligente, pela falta de ação do profissional de saúde no diagnóstico ou tratamento.
	
	Os fatores organizacionais, características do pacientes, condições de trabalho e resultados de morbidade e mortalidade de uma UTI não tem relação entre si.
		
	
	
	 4a Questão 
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A cessação súbita da atividade cardíaca e respiratória, incapaz de produzir débito cardíaco para a vida, em indivíduo sem doença terminal e ausência de pulso central caracteriza-se como Parada Cardio-Respiratória (PCR). Marque a alternativa que não contém orientações referentes as novas diretrizes para reanimação cardio-pulmonar (AHA, 2015):
		
	 
	Frequência de compressões torácicas deve ser superior a 100 Batimentos/min;
	
	Em crianças de 1 a 8 anos, usar o DEA com um sistema atenuador de carga pediátrico;
	
	O acesso vascular, a administração de fármacos e a colocação de via aérea avançada, ainda são recomendadas, mas não devem causar interrupções significativas nas compressões e choques;
	
	A lidocaína e a amiodarona são drogas fundamentais para reverter a PCR nas taquiarritmias;
	
	O número de Compressões ventilatórias no adulto deve ser de 30:2, independente do número de socorristas;
		
	
	
	 5a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Foi admitido no setor de emergência um paciente com histórico de hipertensão arterial, apresentando dispnéia intensa em repouso que dificulta a fala, agitação, expectoração de coloração rósea, taquicardia e palidez. Perante o quadro descrito, o possível diagnóstico médico é:
		
	
	Angina Instável.
	
	Embolia Pulmonar.
	
	Infarto Agudo do Miocárdio.
	
	Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica.
	 
	Edema Agudo Pulmonar.
		
	
	 1a Questão
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Sobre a Insuficiência Renal marque a assertiva CORRETA.
		
	 
	As causas Pré-renais podem ser responsáveis pelo desenvolvimento de Necrose tubular.
	 
	As insuficiência pós-renal desencadeia a ativação do sistema renina-angiotensia-aldosterona.
	
	Litíase renal pode causar insuficiência intra-renal.
	
	Um baixo débito cardíaco não interfere na função renal.
	
	A insuficiência renal não causa alteração eletrolítica.
		
	
	
	 2a Questão 
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Paciente A.A., 45 anos, sexo masculino, sofre um acidente automobilístico e apresenta traumatismo crânio encefálico (TCE). Durante a avaliação do paciente pelo enfermeiro, este percebe que o paciente apresenta abertura ocular à dor, murmura sons incompreensíveis e apresenta movimentos de flexão inespecífica à dor. A partir dessa avaliação, determine a pontuação desse paciente na escala de Glasgow.
		
	 
	8
	
	6
	
	7
	 
	9
	
	10
		
	
	
	 3a Questão 
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O paciente renal crônico em diálise peritoneal pode apresentar como uma das complicações pelo método terapêutico, exceto:
		
	
	Peritonite
	
	Obstrução do catéter
	
	Hiperglicemia
	
	Hipotensão
	 
	Cianose
		
	
	
	 4a Questão 
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Paciente apresentando dor torácica constritiva que não melhora com repouso, realizou ECG de doze derivações que revelou supra ST em V1 e V4-V5R. Considerando que o paciente estava hipotenso qual medicamento não pode ser utilizado?
		
	
	Oxigênio
	
	Aspirina
	
	Clopidogrel
	
	Morfina
	 
	Nitroglicerina
		
	
	
	 5a Questão 
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A análise do pH sanguíneo, "p" - alemão potenz - poder de concentração e "H" - íon de hidrogênio (H+), indica o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade do organismo. Sobre esta informação, marque a alternativa CORRETA:
		
	 
	Possibilita avaliar o equilíbrio químico entre os ácidos e as bases existentes no organismo para a manutenção da quantidade ideal de íons hidrogênio nos líquidos intracelular e extracelular.
	
	Normalmente, o sangue é discretamente alcalino, com um pH situado na faixa de 7,25 a 7,45.
	
	Quando a concentração dos íons hidrogênio diminui, abaixo dos valores normais, temos instalado um quadro de alcalose.
	
	O equilíbrio ácido-básico pode ser avaliado com precisão, onde os erros na leitura independem do tipo sanguíneo (arterial ou venoso) ou habilidade na interpretação.
	
	Quando a concentração dos íons hidrogênio se eleva, acima dos valores normais, temos instalado um quadro de Acidose.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.