Peças Remédios Constitucionais AV1
13 pág.

Peças Remédios Constitucionais AV1


DisciplinaPrática V964 materiais938 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Faculdade Estácio FAP
Curso: Direito
Professor (a): Carina Sena
Disciplina: Prática Simulada V - Cível
Aluna: Giseli Maciel Lacôrte	Matrícula: 201202220606
Turma: 2003/ Tarde 	sala: D-401
Plano de Aula 2 - Mandado de Injunção
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Município Yquerepresentaosservidores públicos, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº, com sede na Rua, nº, Bairro, Cidade/UF, CEP, com endereço eletrônico, representado neste ato por seu presidente, Sr. Caio, brasileiro, estado civil, servidor público, inscrito no RG e CPF, residente e domiciliado na Rua, número, Bairro, Cidade/UF, CEP, com endereço eletrônico, vêm, através de seu advogado ao final assinado, conforme procuração em anexo, com endereço profissional Rua, n, Bairro, Cidade/UF, CEP, para onde deverão ser encaminhadas as comunicações processuais, conforme, art. 77, V do Código de Processo Civil de 2015, e com base no fundamento jurídico do art. 5º, LXXI da CRFB e da Lei 13.300/2016, vem perante a presença de Vossa Excelência, impetrar 
MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO
contraato omisso do PREFEITO DO MUNICÍPIO Y, com endereço funcional (logradouro, nº, bairro, cidade/UF, CEP), endereço eletrônico e contra o MUNICÍPIO Y, com sede sito(logradouro, nº, bairro, cidade/UF, CEP), endereço eletrônico, pelos motivos fáticos e jurídicos que se passa a expor:
1 - DOS FATOS
Teresa, servidora pública do Município Y, que recebe adicional por insalubridade por trabalhar na estação de tratamento de esgoto do Estado de São Paulo há 16 anos e que está constantemente exposta à constantes agentes nocivos, não teve direito ao benefício da aposentadoria especial dos servidores públicos municipais em virtude de falta de norma regulamentadora acerca da matéria.
Opresidente da impetrante, Sr. Caio, eleito para representar todos os associados, suscitou que cabe ao Prefeito do Município Y apresentar proposta de Lei para regular o exercício do direito à aposentadoria especial para estes casos.
Portanto, só restou a essa entidade, a busca da tutela judicial, haja vista o \u201cvácuo legislativo\u201d sobre o direito supramencionado, para garantir à Teresa e aos demais servidores os direitosinerentes à sua classe, que é basilar para o estado democrático de direito, conforme fundamentos jurídicos que serão expostos a seguir.
2 \u2013 DO CABIMENTO
Está previsto no Art. 5, inciso LXXI, da Constituição Federalde 1988 o seguinte:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
LXXI - conceder-se-á mandado de injunção sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania;
Outro dispositivo legal que regulamenta o processo e julgamento do mandado de injunção é a Lei Federal 13.300 de 2016, especialmente, em seu artigo 2º, que dispõe:
Art. 2o Conceder-se-á mandado de injunção sempre que a falta total ou parcial de norma regulamentadora torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania.
3 - DO DIREITO
3.1 - DA LEGITIMIDADE ATIVA
O representante da impetrante é presidente da referida associação, e sujeito totalmente legítimo para interpor a presente ação mandamental, com a finalidade de garantir o exercício dos direitos de seus associados, conforme ensina os arts. 3 e 12, III da Lei 13.300 de 2016 transcritos a seguir:
\u201cArt. 3o São legitimados para o mandado de injunção, como impetrantes, as pessoas naturais ou jurídicas que se afirmam titulares dos direitos, das liberdades ou das prerrogativas referidos no art. 2o e, como impetrado, o Poder, o órgão ou a autoridade com atribuição para editar a norma regulamentadora.\u201d
\u201cArt. 12. O mandado de injunção coletivo pode ser promovido:
(...)
III - por organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em funcionamento há pelo menos 1 (um) ano, para assegurar o exercício de direitos, liberdades e prerrogativas em favor da totalidade ou de parte de seus membros ou associados, na forma de seus estatutos e desde que pertinentes a suas finalidades, dispensada, para tanto, autorização especial;\u201d
3.2 \u2013 DOS FUNDAMENTOS
A Constituição do Estado de São Paulo, garante, expressamente, em seu artigo 126 que aos servidores titulares de cargos efetivos do Estado, incluídas suas autarquias e fundações, é assegurado regime de previdência de caráter contributivo e solidário, mediante contribuição do respectivo ente público, dos servidores ativos e inativos e dos pensionistas, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial e o disposto neste artigo, trata em seu § 4º que é vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria aos abrangidos pelo regime de que trata este artigo, ressalvados, nos termos definidos em leis complementares, os casos de servidores cujas atividades sejam exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física(inciso III), dentre outros.
A impetrante elenca ainda como respaldo jurídico a Lei Orgânica do Município Y em seu art. 51 que versa sobre a competência exclusiva do Prefeito para iniciativa de projetos de lei que disponham, além de outras matérias, sobre o regime jurídico, provimento de cargos, estabilidade e aposentadoria de servidores. 
Por fim,se apresenta aLei 8.213/91 que versa sobre os Benefícios da Previdência Social em seu Art. 57 que garante que será devida a aposentadoria especial, uma vez cumprida a carência exigida nesta Lei, ao segurado que tiver trabalhado sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, durante 15, 20 ou 25 anos, para que seja aplicada de forma análoga ao caso concreto até que seja editada norma regulamentadora sobre a matéria em questão.
4 - DOS PEDIDOS
Face o exposto, requer que Vossa Excelência:
a) a notificação da autoridade coatora, o Prefeito do Município Y, caso achar necessário, para prestar informações sobre a lide;
b) a intimação do Procurador do Município Y;
c) a intimação do Ministério Público;
d) a procedência do mandado de injunção com extinção do processo com resolução de mérito nos termos do art. 487, do código de processo civil de 2015, para que reconhecida a mora, seja o impetrado obrigado a promover a edição de norma regulamentadora, no prazo a ser fixado e transcorrido o prazo, seja determinado desde logo que seja aplicado analogicamente o art. 57 da Lei 8.213/91 até o advento de norma regulamentadora.
f) Juntada dos instrumentos que instruem a inicial.
Dá-se a causa o valor de R$ 1.000,00 (Hum mil reais), para fins procedimentais.
Nestes Termos,
Pede Deferimento.
Municípo Y/ data
Advogado/AOB
Plano de Aula 3 - Mandado de Segurança
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA ___VARA FEDERAL DA ___SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE ___.
Maria Souza, nacionalidade, estado civil, servidora pública federal, portadora do RG e CPF, residente e domiciliada no endereço (logradouro, nº, bairro, cidade/UF, CEP), endereço eletrônico, representada por seu advogado infra-assinado, e com procuração anexa, com endereço profissional (logradouro, nº, Bairro, Cidade/UF, CEP), para onde deverão ser encaminhadas as comunicações processuais, conforme, art. 77, V do Código de Processo Civil de 2015, vem perante a presença de Vossa Excelência, impetrar 
MANDADO DE SEGURANÇA REPRESSIVO COM PEDIDO DE LIMINAR
com fundamento no inciso LXIX do artigo 5º da Constituição Federal, e do art. 7º da Lei n.º12.016/2009, contra a Universidade