A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
farmacobotanica

Pré-visualização | Página 1 de 1

A resolução da diretoria colegiada 14 de 2010 da ANVISA apresenta a seguinte definição: "produto da extração da planta medicinal in natura ou da droga vegetal, podendo ocorrer na forma de extrato, tintura, alcoolatura, óleo fixo e volátil, cera, exsudato e outros." Esta definição se refere a:
		
	
	Medicamento fitoterápico.
	
	Matéria-prima vegetal.
	
	Planta medicinal.
	
	Droga vegetal.
	 
	Derivado de droga vegetal.
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201603689693)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Todas as ações a seguir levam a um uso seguro de medicamentos de origem vegetal, exceto:
		
	
	Obter o máximo de conhecimentos dos diversos aspectos do vegetal utilizado.
	
	Controle da qualidade por órgãos competentes;
	
	Capacitação dos profissionais ligados ao processo produtivo;
	
	Utilizar matéria-prima oriunda de produtores e regiões confiáveis;
	 
	Realizar uso indiscriminadamente sem acompanhamento profissional;
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201603111732)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Abaixo é mostrada uma figura:
Disponível em: http://www.cpt.com.br/ . Acesso em: 28 ago. 2011.
Partindo dos conceitos aprendidos na disciplina, poderiamos definir a imagem como um (a):
		
	
	Fitocomplexo.
	
	Derivado de droga vegetal.
	
	Planta medicinal.
	
	Medicamento fitoterápico.
	 
	Droga vegetal.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201603634653)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Em maio de 2014 foram publicadas legislações federais relacionadas às plantas medicinais, atualizando as normas anteriores que foram revogadas. As atuais RDC 26/2014 e IN 2/2014 trouxeram novidades com relação a aspectos sobre definições e exigências para regulamentação da produção e comercialização de plantas medicinais. Duas grandes mudanças foram trazidas pela RDC 26/2014: uma só legislação para todos os tipos de produtos à base exclusivamente de plantas medicinais e novas normas para a notificação ou registro dos produtos naturais, de um modo geral. Segundo o que determina a RDC 26/2014, fitoterápico é:
		
	
	O medicamento produzido através de farmacotécnica, com uma forma farmacêutica reconhecida pela Farmacopéia Brasileira.
	
	A planta seca, íntegra, fragmentada, rasurada ou pulverizada, usada para fazer os chás medicinais.
	
	Somente o chá medicinal, preparado a partir da planta fresca, íntegra, rasurada, fragmentada ou pulverizada.
	 
	O medicamento fitoterápico e o produto tradicional fitoterápico.
	
	O produto tradicional fitoterápico.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201603788021)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	6) As normas legais que regulamentam a produção, comercialização e qualidade dos produtos à base de plantas medicinais vêm evoluindo a cada publicação. De acordo com a legislação mais recente sobre fitoterápicos, a RDC 26/2014, existe uma exigência maior para o registro dos medicamentos fitoterápicos. Marque, entre as opções abaixo a que corretamente indica exigênciaS para o registro dos medicamentos fitoterápicos:
		
	
	Os medicamentos fitoterápicos podem receber o acréscimo de substâncias isoladas, sintéticas ou de outras plantas. Além disso, estudos clínicos devem ser realizados.
	
	Os medicamentos fitoterápicos podem receber o acréscimo de substâncias isoladas, apenas de outras plantas. Além disso, a sua eficácia pode ser comprovada apenas pela literatura técnico-científica.
	
	Os medicamentos fitoterápicos podem receber o acréscimo de substâncias isoladas apenas de outras plantas. Além disso, estudos clínicos devem ser realizados.
	 
	Os medicamentos fitoterápicos não podem receber o acréscimo de substâncias isoladas, mesmo de plantas. Além disso, estudos clínicos devem ser realizados.
	 
	Os medicamentos fitoterápicos não podem receber o acréscimo de substâncias isoladas, mesmo de plantas. Além disso, a sua eficácia pode ser comprovada apenas pela literatura técnico-científica.