A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
PARTIDO ARQUITETONICO

Pré-visualização | Página 1 de 1

PARTIDO ARQUITETONICO 
O partido arquitetônico
Partido arquitetônico = contexto objetivo do programa (interpretação dos condicionantes) + intenção plástica do projetista (SILVA,1991). 
Pavilhão do Brasil em Osaka – Paulo Mendes da Rocha (1970 Casa Gerassi – Paulo Mendes da Rocha (1990) 
“enquanto satisfaz apenas às exigências técnicas e funcionais - não é ainda arquitetura; mas quando - popular ou erudita - aquele que a ideou pára e hesita ante a simples escolha de um espaçamento de pilar ou de relação entre altura e largura de um vão e se detém na procura obstinada da justa medida entre cheios e vazios, na fixação dos volumes e subordinação deles a uma lei e se demora atento ao jogo de materiais ao seu valor expressivo - quando tudo isso vai a pouco somando, obedecendo aos mais severos preceitos técnicos e funcionais, mas também àquela intenção superior que seleciona, coordena e orienta em determinados sentido toda essa massa confusa e contraditória de detalhes, transmitindo assim ao conjunto ritmo, expressão, unidade e clareza - o que confere à obra o seu caráter de permanência. Isto sim é arquitetura" Lúcio Costa 
O Partido arquitetônico pode surgir: 
1- Da análise do terreno - Localização / Fotos do local / Entorno / Visitas / Ligações / Acessos. 
2- Do programa de necessidades – Setorizarização/ Arranjo vertical / horizontal 
3- Dos Aspectos da implantação - Orientação / Insolação / Luz na tural / Privilegiar o meio 
ambiente existente. 
4- Dos Aspectos Construtivos - Materiais / Partido estrutural 
5- Do Volume pretendido - Forma / Fachadas / Movimento / Transparência / Cor / Linhas curvas 
ou retas 
6- Dos Fluxos - Distribuição espacial das funções / Circulação principal / Integração espacial / 
Eixo norteador. 
7- Da Identidade - Imagem do lugar 
8- Dos Aspectos conceituais - Tema / História... 
9- Dos Critérios de viabilidade do Projeto - Econômica / Tecnico-construtiva / Respeito ao Meio 
Ambiente 
10- Da Posição Arquitetônica - determinado Arquiteto e/ou Tendência Contemporânea 
11- De Teorias / Idéias (Fruto de leituras, análises de projeto e reflexão sobre o tema). 
12- Da necessidade de Flexibilidade do projeto ( para crescimento futuro e/ou adaptações 
possíveis) 
13- Da legislação regulamentadora ( Código de obras, Leis de uso do solo, Ambiental,etc..)