A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Pedagogia Hospitalar

Pré-visualização | Página 2 de 4

ser preenchido com atividades que possibilitem a ela continuar se 
desenvolvendo, de modo que, quando sair do hospital, consiga acompanhar o 
ritmo da sua turma na escola regular (CARDOSO; SILVA; SANTOS). 
Com o desenvolvimento do nosso trabalho, pretendemos proporcionar 
não somente uma atenção voltada para a relação de saúde bucal, mas sim 
contribuir com a qualidade de vida das pessoas, que precisem de um olhar 
mais cuidadoso e individual para suas necessidades. 
8 
Ações Mais Frequentes de Pedagogos em Contexto Hospitalar 
A pedagogia hospitalar é um desafio, nesta área o pedagogo desenvolve 
um trabalho solidário ajudando pacientes prejudicados na sua escolarização, 
proporcionando conhecimento e qualidade de vida ao paciente. A educação no 
hospital tem como princípio, o atendimento personalizado ao educando na qual 
se trabalha uma proposta pedagógica com as necessidades, estabelecendo 
critérios que respeitem a patologia do paciente. No hospital as crianças estão 
longe do seu cotidiano voltado pelos amigos, brincadeiras e escola entrando 
em contato com integrantes do hospital enfermeiras, médicos além da família, 
por isso é fundamental a atenção do educador, em articular atividades para a 
aceitação do paciente no hospital. 
A prática do pedagogo se dará através das variadas atividades lúdicas e 
recreativas como a arte de contar histórias, brincadeiras, jogos, dramatização, 
desenhos e pinturas, a continuação dos estudos no hospital. 
O educador deve buscar em si mesmo o verdadeiro sentido de educar, 
deve ser o exemplo vivo de seus ensinamentos e converter sua profissão numa 
atividade cooperadora do engrandecimento da vida. Para isso deve pesquisar, 
inovar e incrementar seus conhecimentos pedagógicos, expandir sua cultura 
geral e procurar conhecer e desenvolver novos espaços educacionais que 
possam de certa forma amenizar e possibilitar continuidade educativa. Dentro 
deste ângulo de possibilidade educativa cabe ressaltar uma área de educação 
diferenciada, o hospital onde se encontram crianças em tempo de 
escolarização, porém afastadas do ambiente de sala de aula, algumas por 
tempo prolongado devido a enfermidades. 
O hospital é um espaço que necessita de um pedagogo hospitalar, pois 
muitas crianças e adolescentes perdem o ano letivo por estarem 
hospitalizados, pensando neste problema o pedagogo deve atuar neste espaço 
onde as situações de aprendizagem fogem do ambiente escolar. No hospital, 
as crianças são ignoradas como alunos e vistas somente como pacientes. 
9 
A educação é fundamental e deve estar presente sempre independente 
das condições que a pessoa se encontre, neste caso a pedagogia hospitalar 
contribui possibilitando que as crianças e os adolescentes continuem 
aprendendo, há muitas crianças hospitalizadas que precisa de atendimento 
escolar. 
Com base nisso, apresentamos um miniprojeto visando à concepção da 
pedagogia hospitalar e a continuidade do projeto. O foco do tema a ser 
trabalhado é saúde bucal, a proposta é trabalhar esse tema com uma peça 
teatral simples sem cenário, porém com materiais confeccionados pela equipe 
que ilustrem os dentes e técnicas de escovação e uso do fio dental. 
Os personagens (a equipe) estarão caracterizados num espaço cedido 
pelo hospital para apresentação somente ao público infantil, com a presença 
do(s) responsável(s). Além da montagem da apresentação, a equipe 
confeccionará um folheto informativo sobre técnicas de escovação e uso do fio 
dental que será entregue após a apresentação junto com um brinde também 
confeccionado pela equipe. A ideia do brinde é um dente confeccionado em 
papel cartão com uma escova de dente. As escovas de dente serão doadas 
pelos consultórios dentários próximos ao hospital que também doarão creme 
dental e fio dental durante o período que o projeto for apresentado. 
O objetivo do protejo é fazer com que a criança de uma forma lúdica e 
prazerosa aprenda os hábitos e prática da higiene bucal desde cedo, pois 
esses cuidados se estende a vida toda. 
10 
Equipes Multidisciplinares 
Equipes Multidisciplinares são instâncias do trabalho escolar 
oficialmente legitimada pelo Artigo 26A da LDB, Lei n.º 9394/96, pela 
Deliberação n.º 04/06 CEE/PR, pela Instrução nº. 017/06 Sued/Seed, pela 
Resolução n.º 3399/10 Sued/Seed e a Instrução n.º 010/10 Sued/Seed. 
São espaços de debates, estratégias e de ações pedagógicas que 
fortaleçam a implementação da Lei n.º 10.639/03 e da Lei nº 11.645/08, bem 
como das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações 
Étnico-Raciais e para o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira, Africana e 
Indígena no currículo escolar. 
Na perspectiva da construção de uma educação de qualidade, da 
consolidação da política educacional e da construção de uma cultura escolar 
que conhece, reconhece, valoriza e respeita a diversidade étnico-racial, as 
Equipes Multidisciplinares têm como prerrogativa articular os segmentos 
profissionais da educação, instâncias colegiadas e comunidade escolar. 
O que é multidisciplinar? 
Multidisciplinar significa reunir várias disciplinas em busca de um 
objetivo final. Multi é uma palavra de origem latina (multus), que significa 
múltiplo, ou seja, aquilo que abrange muitos fatores. Ex: multicelular (que tem 
muitas células), multicolor (que tem muitas cores), multiforme (que tem muitas 
formas) etc. 
Disciplina, no sentido pedagógico, é um determinado campo do 
conhecimento, que se utiliza para fins de estudo, como parte de um currículo 
escolar. Multidisciplinar é um sistema de ensino que engloba experiências em 
várias disciplinas, em busca de metas a atingir, dentro de um programa 
específico. 
11 
A equipe multidisciplinar na área da saúde 
Na área da saúde a equipe multidisciplinar pode ser formada por 
médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos e 
terapeutas ocupacionais que se reúnem para decidir quais serão os objetivos 
para um determinado paciente, que pode ser, por exemplo, comer sozinho. 
Desta maneira, cada um profissional vai fazer o que estiver dentro de 
sua área de formação para alcançar este objetivo em comum. O médico pode 
receitar medicamentos que combata a dor, o enfermeiro pode aplicar as 
injeções e tratar da higiene bucal, o fisioterapeuta pode ensinar exercícios para 
fortalecer os músculos dos braços, mãos e os da mastigação. 
Enquanto que o nutricionista pode indicar uma dieta pastosa, para 
facilitar os treinos, o fonoaudiólogo vai tratar de toda a parte da boca e 
mastigação e o terapeuta ocupacional vai dar atividades que façam com que 
estes mesmos músculos sejam trabalhados, sem que ele perceba, como, por 
exemplo, mandar um beijo para alguém. Este é um exemplo de um caso clínico 
da área de saúde. Mas a equipe multidisciplinar pode ser formada por 
trabalhadores de qualquer outra área. 
O papel do pedagogo em equipes multidisciplinares hospitalares 
Muitas vezes o aluno da escola regular precisa se afastar da sala de 
aula para tratamento de saúde, permanecendo hospitalizado por muito tempo. 
Quando o aluno adoece, interrompendo a convivência escolar, ele perde mais 
do que simplesmente o conteúdo das disciplinas, mas também ao se afastar do 
seu meio básico de socialização, ele sente-se infeliz e solitário, o que dificulta 
sua recuperação no decorrer do tratamento. 
Esse contexto todo abrange, por sua vez, necessidades escolares 
dentro de um ambiente hospitalar. Assim, esse ambiente educacional não 
formal, proporciona ao Pedagogo novos espaços de atuação. 
12 
A Pedagogia Hospitalar proporciona uma assistência específica através 
do atendimento afetivo e humanitário para crianças

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.