A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ISQUEMIA MESENTÉRICA

Pré-visualização | Página 2 de 2

Descrição clássica: dor epigástrica em cólica ou desconforto 15-30 min após alimentação que dura 2-3h, reduzindo gradativamente
Medo de comer
50% não tem alteração na absorção intestinal
Diarreia, ulceras gástricas, gastroparesia
EF: emagrecimento, sopros por aterosclerose, redução de pulsos periféricos
	Diagnóstico:
Rx abd, EDA, TC, contraste exclusão de doenças
EcoDoppler de vasos viscerais triagem para investigação de lesões ostiais no tronco celíaco e MAS 70% das estenoses na angiografia
	Melhor visualização se no início da manhã + jejum 8h
Se alta suspeição, arteriografia diagnóstico + pleno terapêutico
	Conduta:
Tto para evitar aguda, infarto e morte
Objetivos: aliviar a dor, ganhar peso, prevenir infarto intestinal
Cirurgia = by-pass de veia safena, prótese de aorta abdominal ou endarterectomia transaórtica do tronco celíaco e AMS se sintomas
	Associar revascularização simultânea do tronco celíaco e MAS
	15-33% de morbidade
	0-21% de mortalidade
	Comorbidades, depleção nutricional
Tto endovascular: idosos, risco cirúrgico alto risco de reestenose, recorrência e reintervenção
	Angioplastia transluminal percutânea: evitar, resultados piores que a cirurgia
	Angioplastia + stents
	1ª linha de tto: terapia endovascular, também para baixo risco cirúrgico
Colite isquêmica:
Laparotomia, ressecção intestinal
ATB + suporte
Colonoscopia
Dor abdominal, diarreia
Forma mais comum de isquemia mesentérica, envolvendo tanto cólon D quanto E
Diarreia
Sangue nas fezes é mais comum se em cólon E
Cólon D: estenose, oclusão de MAS
Etiologias: baixo fluído, distúrbios de coagulação, anormalidades, cardíacas, desidratação, estrógenos, vasopressina, CMV, E. coli, vasculite, cocaína, anemia falciforme, neoplasia de cólon, fecalomas de repetição, diverticulite, volvo de sigmoide, RT, PO de cirúrgica cardíaca/aorta abdominal
Maioria dos casos etiologia é indefinida
	Quadro clínico:
Dor abdominal + diarreia, independente do grau da isquemia
Dor insidiosa em FIE + tenesmo + fezes sanguinolentas
Abdome flácido, áreas de resistência, sem peritonite
	Diagnóstico:
Colonoscopia edema de mucosa, áreas focais de hemorragia, erosões, úlceras profundas, necrose transmural
Não realizar angiografia ou enema opaco porque pioram lesões
	Conduta:
Suporte, hidratação, ATB de largo espectro (+ anaeróbios)
Monitorização com colonoscopia diária para avaliar progressão transmural
Laparotomia: piora da clínica, úlceras, profundas, membranas marmoriformes, necrose de mucosa

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.