A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
43 pág.
Aula 1   posições, marcos e exame físico geral (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Prof. Paula giolito
POSIÇÕES PARA EXAME / MARCOS ANATÔMICOS 
Para que posicionar um paciente?
Manter boa postura;
Facilitar a Respiração ;
Prevenir lesões por pressão;
Realização de Exames;
Realização de cirurgias;
Realização de alguns procedimentos terapêuticos.
Tipos de Posições / Decúbitos
Horizontal, Dorsal ou Supina
Indicada para exames das mamas, tórax do acamado, abdome e membros 
Ereta, Ortostática ou em Pé 
Indicada para exame neurológico e ortopédico 
 
 
 
Ventral ou Prona 
Indicada para exame da coluna vertebral 
Lateral Esquerdo ou Direito
 
Indicada para conforto do paciente na mudança de decúbito em pacientes acamados 
Posição de Sims 
Indicada para exames retais/enema 
Fowler / Semi Fowler
 
 Indicada pra conforto, facilitar a respiração, alimentação...
Trendelemburg
Indicada para tratamento vascular, melhorar a circulação cerebral / cirurgias pélvicas, lapa inferior
Próclive / Trendelemburg reversa 
Indicada para facilitar a circulação dos membros inferiores / cirurgias de abdome superior e cabeça 
Ginecológica
Indicada para exames ginecológicos 
Litotômica
Indicada para exames ginecológicos
Genupeitoral
Indicada para cirurgias ou exames anorretais 
Kraske ou Jackknife
Indicada em cirurgias e exames do reto 
Marcos anatômicos
Tórax posterior
Tórax anterior
esternal
Médio-esternal
Hemiclavicular
Vertebral ou espinhal
escapular
Lateral
Abdome
EXAME FÍSICO
O exame físico é uma etapa imprescindível do processo de enfermagem e tem como finalidade procurar por anormalidades, sinais objetivos e verificáveis que possam conter informações significativas sobre os problemas de saúde para a identificação dos diagnósticos de enfermagem, subsídios essenciais para o planejamento da
assistência (Potter PA, Perry AG)
Exame Físico Geral
Estado geral
Estado mental / nível de consciência
Tipo morfológico
Dados antropométricos
Postura
Locomoção
Expressão facial (fácies)
Sinais Vitais
Pele, mucosa e anexos
O enfermeiro deverá ser capaz de avaliar criticamente e interpretar os achados no exame físico
Entrevista: 
É a parte da avaliação clínica em que o enfermeiro levanta dados pertinentes ao paciente, permitindo a identificação de problemas de saúde.
Aspectos abordados na entrevista:
 Idade
 Sexo
 Cor
 Estado civil
- Grau de instrução
 Profissão
 Naturalidade 
 Estado civil
 Dados socio-econômicos 
 Queixa Principal
 Dor
 História da doença atual
- Antecedentes familiares
- Antecedentes pessoais
Normas gerais para execução do Exame físico
 Estabelecer relação de confiança
 Respeitar sua privacidade
 Saber ouvir
 Esclarecer quanto a todos os procedimentos e estar aberto para esclarecer dúvidas
 Evitar terminologia técnica
 Solicitar colaboração do paciente 
 Iluminação
 Promover o conforto do paciente
Mãos aquecidas e unhas curtas
 Exame céfalo-podálico
 Em órgãos pares o exame deve ser iniciado pelo lado não afetado.
Instrumentos e aparelhos para o exame:
Exame Físico Geral:
Verificar medidas antropométricas
 
Peso ideal: 
Ex: Homem de 1,85 = 85kg
 Mulher de 1,65 = 65 – 5% = 61,75
 Peso máximo: + 10%
 Peso mínimo: - 10 %
 
 
Cálculo de IMC:
 
 IMC = P ÷ A²
Avaliação do biótipo ou tipo morfológico:
Longilíneo
Brevilíneo
Mediolíneo
Brevilíneo
Mediolíneo
Longilíneo
 Circunferência abdominal
 Mulheres: < 80 cm
 Homens: < 95 cm
 
 Aferir e avaliar sinais vitais
 Avaliar estado geral
 Bom estado geral
 Regular estado Geral
 Ruim Estado Geral
Nível de consciência
 Avaliação da expressão facial
 Fácies basedowiana (hipertireoidismo)
 Fácies mixdematosa (hipotireoidismo)
 Fácies cushingóide
 Fácies renal
 Fácies leonina
 Fácies mongolóide
 Fácies de depressão
 Fácies parkinsoniana
 Fácies acromegálica
Estado de Hidratação
Olhos
Mucosas
Pele – Turgor
Urina
Edemas
Atitude e decúbito preferido:
Atitude ortopnéica
 Atitude genupeitoral
 Atitude de cócoras
 Atitude Parkinsoniana
Atitudes involuntárias:
Passiva
 Ortótono
 Opistótono
 Emprostótono
 Pleurotótono
 Posição de gatilho
Opistótono
Atitudes involuntárias ou hipercinesias:
Tremores
 Tiques 
 Convulsões
Avaliação da postura:
Boa postura
 Postura sofrível
Má postura
Cifose
Lordose
Escoliose
Métodos propedêuticos para avaliação física:
dinâmica
estática
- Inspeção Geral x Específica
 Inspeção 
 
35
 Palpação 
 
X Superficial
Profunda
Mão espalmada
Mão em garra
 Palpação 
 
Dedos em pinça
Digitopressão
Palpação bimanual
Dorso da mão
 Palpação 
 
Mão espalmada usando apenas as polpas digitais
 Palpação 
 
Puntipressão
Fricção com algodão
Percussão por piparote
 Percussão 
 
Dígito digital
Punho percussão
Percussão com a borda da mão
 Ausculta 
 
Pulmonar
Cardíaca
Digestório
Direta
Indireta