A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
57 pág.
1º COEL   COLÓQUIO DE ESTUDOS LITERÁRIOS

Pré-visualização | Página 7 de 15

sua fala e ações, 
são inseridos elementos e valores da Cultura Africana que subsidiam o debate e reflexão a 
respeito da desconstrução do pensamento racista entre as crianças. Dessa forma, o presente 
 
 
CADERNO DE RESUMOS do 1º COEL - Colóquio de Estudos Literários - 2016 - ISSN: 2448-0908 ano 1, v.1. 
~ 25 ~ 
 
 
trabalho tem como objetivo discutir a temática do preconceito racial junto ao público infantil 
e em nossa sociedade. Para tanto, buscamos apoio teórico em autores como Abramovich 
(2009), Candido (1995), Coelho (2009), PCNs (2002), entre outros. A metodologia utilizada 
interpõe o texto literário infantil como mediador na construção do pensamento crítico e 
consciente em relação à diversidade sociocultural brasileira. 
 
PALAVRAS-CHAVE: Literatura infantil; diversidade sociocultural; debate 
antirracista. 
 
 
 
José Flávio da Paz (UNIR) 
 
A POESIA INTERSIGNOS NA PROMOÇÃO DA INTERATIVIDADE POÉTICA 
BRASILEIRA 
RESUMO: A proposta desta comunicação é apresentar os resultados de uma pesquisa, cuja 
metodologia aplicada foi a quantitativa, desenvolvida junto aos acadêmicos do primeiro 
semestre dos cursos de humanas e exatas de uma IES de Porto Velho-RO, de modo a 
compreender a sua apreciação à linguagem poética intersígnica ou verbivocovisuais. 
Igualmente, apresentar e investigar as demais variantes da poesia, como a poesia fonética, 
sonora, performática, digital e visual, difundidas através do movimento da poesia concreta, 
iniciado pelos poetas Augusto de Campos, Haroldo de Campos e Décio Pignatari na década 
de 50 e até, mais recentemente, a proposição de poesias intersignos de Philadelpho Menezes. 
A pesquisa consistiu da apresentação de poemas impressos, caracterizados como poemas 
concretos e sonoros e/ou musicados. Seguido a solicitação da leitura de imagem, de objetos, 
de alguns vídeos poemas e de outros postados e criados nas redes sócias conectadas à internet. 
Ao término das exposições, foi solicitado que respondessem a um questionário sobre as 
produções verbivovisuais, cujos resultados foram deveras importantes para a solidificação do 
Movimento da Poesia Verbivocovisual na contemporaneidade. A partir desses resultados, 
poderão surgir iniciativas de promoção dessa arte-poética que carecerão de ser implantadas e 
 
CADERNO DE RESUMOS do 1º COEL - Colóquio de Estudos Literários - 2016 - ISSN: 2448-0908 ano 1, v.1. 
~ 26 ~ 
 
 
 implementadas, objetivando a maior e melhor leitura e interpretação, embora seja de crucial 
importância a consideração por/de todo arcabouço intersubjetivo que cada cidadão carrega 
consigo. 
 
PALAVRAS-CHAVE: Poesia concreta; poesia verbivocovisual; semiótica literária; 
Estética da Recepção; Philadelpho Menezes. 
 
 
 
José Flávio da Paz (UNIR) 
 
REALIDADE E FICÇÃO EM TEMPOS DE VIOLÊNCIA: TEXTOS, CONTEXTOS E 
INTERTEXTOS EM CONTOS CONTEMPORÂNEOS 
 
RESUMO: O presente trabalho contempla os estudos das categorias de pessoa, espaço e 
tempo nos textos dos autores: Conceição Evaristo, Mia Couto e Rosário Ngunza, a partir das 
premissas dos Estudos Comparados dos contos “Zaíta esqueceu de guardar os brinquedos”, 
“Os olhos dos mortos” e “Na noite do tic-tac”, respectivamente. O objetivo é analisar os 
textos selecionados como corpus básico da presente pesquisa, a partir das intertextualidades 
que se configuram em torno do tema comum – ocorrências de mortes violentas, que se 
desdobram em motivos recorrentes da violência em diversos ambientes: no âmbito social, na 
família e à surdina e clandestinidade. Para consecução de tal propósito, serão estudados 
textos e contextos nos quais se desenrolam a diegese; as estratégias discursivas e as 
características formais dos textos; o papel do leitor como parceiro do diálogo com o narrador 
e com aspectos estruturais, como: narração, focalização, personagens, tempo e espaço. Serão, 
portanto, aspectos dos Estudos Culturais, da Estética da Recepção e das concepções de textos, 
textualidade, contextos e intertextos, sobre os quais versam os teóricos contemporâneos: 
Greimas & Fontanille (1993); Bertrand; Flory (2005 e 2012); Flory & Moreira (2006) e 
outros; além de elucidar temas concernentes aos processos de violências sociais e psicológicas 
que nos conduzem a verdadeiros estados de choque, da ausência dos princípios dos direitos 
 
CADERNO DE RESUMOS do 1º COEL - Colóquio de Estudos Literários - 2016 - ISSN: 2448-0908 ano 1, v.1. 
~ 27 ~ 
 
 
humanos e a presença do terrorismo que ameaça a todos, especialmente mulheres e crianças, 
tratadas nas narrativas ficcionais dos autores supracitados. 
 
PALAVRAS-CHAVE: Estética da Recepção; Estudos Culturais; Estudos Comparados 
das Literaturas de Língua Portuguesa; Conceição Evaristo; Rosário Ngunza; Mia 
Couto. 
 
 
 
Julcy Emanuella da Silva e Sandra Stephanovichi Bresolin (UNIR) 
 
A BRASILEIRA DE PRAZINS: O PAPEL DA MULHER RETRATADO NA VISÃO 
DO ROMANTISMO 
 
Resumo: O presente artigo busca analisar o papel da Mulher na obra: Brasileira de Prazins, 
escrita por Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco. Retrata a situação em que a mulher era 
vista como moeda de troca. A obra pertence ao segundo período do romantismo, em que a 
imagem feminina é associada à fragilidade, submissão, e é idealizada como um ser 
inalcançável. No entanto, destaca-se, no decorrer da obra, a predominância da mulher como 
mercadoria, tendo seus direitos totalmente cerceados. Não obstante, é o fato de Marta ter sido 
vendida ao tio Feliciano pelo próprio pai, Simeão, sendo tratada como objeto de troca e 
animal. A vida da protagonista foi marcada por diversos conflitos: um triângulo amoroso, 
vivido entre Zeferino, José Dias e Marta; o fato de ser negociada pelo pai; o casamento 
arranjado e incestuoso; além de tudo tem sua imagem deturpada, que a leva à loucura. A 
metodologia utilizada na análise foi à comparativa, através de recortes entre os elementos que 
mesclam o Romantismo e o Realismo, que mostram que as mulheres, mesmo tendo seus 
direitos garantidos em lei, ainda acabam se deparando com situações de submissão, cárcere 
privado e preconceito profissional. Assim é constituída a obra Brasileira de Prazins, 
retratando a mais penosa realidade da mulher, mas ainda de forma romantizada. 
 
 
CADERNO DE RESUMOS do 1º COEL - Colóquio de Estudos Literários - 2016 - ISSN: 2448-0908 ano 1, v.1. 
~ 28 ~ 
 
 
PALAVRAS-CHAVE: Mulher-Objeto; Romantismo; direito da mulher. 
 
 
 
Karla Andrea Cândido Rêgo Soares e Joama Silva Diniz (UNIR) 
 
OS ESPAÇOS ENTRECORTADOS EM MAR AZUL DE PALOMA VIDAL 
 
RESUMO: Esse artigo apresenta elementos do livro de Paloma Vidal Mar Azul, a obra 
destaca-se na literatura contemporânea por ser uma narrativa bem intimista, com constantes 
trânsitos literários e narração em 1ª pessoa. Nesse livro, a autora Paloma Vidal destaca um 
constante deslocamento da personagem do romance por entre espaços da sua casa, da sua 
memória e das viagens feitas junto a seu pai. A estrangeira num país tão próximo, mas tão 
distante ao mesmo tempo, busca escrever uma autobiografia da sua vida e da sua busca 
desenfreada pelo pai. Essas memórias e esse desejo de decifrar a ausência do pai são 
expressas pela personagem através de suas escritas no verso do diário do pai e nesses 
momentos que ela transita entre seu corpo imaginado e seu corpo físico. Assim, ela percebe 
que esses já não possuem a mesma sagacidade de outros momentos de sua vida. 
 
PALAVRAS-CHAVE: Espaços; memórias; literatura. 
 
 
 
Keily Martins Francisco (UNIR) 
 
A SIMBOLOGIA DO BRANCO NO POEMA “TROUXE AS FLORES”, DE ANA 
PAULA TAVARES 
 
 
 
CADERNO DE RESUMOS do 1º COEL - Colóquio