A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
85 pág.
Historia do Brasil Imperial

Pré-visualização | Página 1 de 20

1a Questão (Ref.: 201601122555) 
 
A vinda da família Real portuguesa para o Brasil está relacionada com interesses: 
 
 
 da coroa portuguesa em administrar o Reino a partir do Brasil 
 
portugueses 
 
da França e da Espanha 
 ingleses e portugueses 
 
ingleses 
 
 2a Questão (Ref.: 201602050993) 
 
A Revolução do Porto foi um fato histórico que contribuiu para acelerar o processo de Independência do Brasil. 
Assinale, abaixo, a opção que melhor define a chamada Revolução do Porto: 
 
 
 
Foi uma revolução ocorrida na cidade do Porto, em Portugal, envolvendo militares portugueses, ingleses 
e franceses. 
 
Foi uma revolução que teve inicio no porto da cidade de Belém, na província do Para, e que se espalhou 
por todo o Brasil em decorrência do antilusitanismo, obrigando D. Pedro a proclamar a Independência do 
Brasil. 
 Foi um movimento revolucionário que ocorreu na cidade do Porto, em Portugal, em 1820, 
baseado em idéias liberais, que exigia a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte 
para acabar com o regime absolutista no Império Português. 
 
Foi uma revolução de escravos ocorrida no porto do Rio de Janeiro. 
 
Foi um movimento que visava restaurar o absolutismo em Portugal depois da derrota de Napoleão. 
 
 3a Questão (Ref.: 201602050981) 
 
Vimos que a vinda da Corte portuguesa foi o marco inicial do processo de Independência do Brasil. Entretanto, 
há um fato histórico que tornou a independência inevitável. Assinale, abaixo, qual foi esse fato: 
 
 
 
Os diversos movimentos separatistas em várias províncias brasileiras. 
 O descontentamento popular resultante da volta de D. João VI para Portugal. 
 A intransigência das Cortes de Lisboa em não contemporizar e insistir em fazer o Brasil 
voltar à condição de colônia. 
 
A eclosão da Revolução Farroupilha, que declarou o Rio Grande do Sul independente e fundou a 
República de Piratini. 
 
As revoltas que estouram no pais a partir de 1835, a maior parte com forte cunho antilusitano. 
 
 4a Questão (Ref.: 201601123410) 
 
Sobre a vinda da Corte Portuguesa para o Brasil é CORRETO afirmar: 
 
 
 
O Brasil, enquanto colônia, possuía vários meios de comunicação até então permitido oficialmente, 
contudo, a vinda de D. João mudou essa realidade; 
 
Enquanto o Brasil se vangloriava por ter deixado de ser colônia e o Rio de Janeiro se transformava na 
sede do reino, em Portugal a situação era das melhores, o povo encontrava-se em harmonia e o 
comércio estava em ascensão devido à abertura dos portos brasileiros; 
 
A chegada da família real ao Brasil e sua instalação no Rio de Janeiro e São Paulo trouxeram para as 
metrópoles o status de Reino Unido de Algarves; 
 A tensão em meio as disputas com a França e o comprometimento português com a Inglaterra 
foi um dos seus elementos primordiais no projeto de mudança da corte. 
 Portugal estava preste a ser invadido pelas tropas francesas comandadas por Napoleão Bonaparte. Sem 
condições militares para enfrentar os franceses, a família real resolveu transferir a corte portuguesa para 
sua mais importante colônia, o Brasil. Contando com a ajuda dos aliados alemães e espanhóis; 
 
 5a Questão (Ref.: 201601731531) 
 
Sobre a política externa portuguesa no Brasil (1808-1821) assinale a afirmativa correta: 
 
 
 
Caracterizou-se por sua atitude hostil da Inglaterra. 
 Caracterizou-se pela política de neutralidade em relação aos assuntos externos. 
 Caracterizou-se pela tomada da Guiana Francesa (ocupada de 1809-1817) e pela intervenção 
contra-revolucionária no futuro Uruguai (1817). 
 
Caracterizou-se por uma atitude favorável a Napoleão. 
 
Caracterizou-se pela não intervenção no Prata. 
 
 6a Questão (Ref.: 201601729941) 
 
Sobre o processo da Independência do Brasil a Abertura dos Portos (1808) representou: 
 
 
 
Privilégios comerciais para os ingleses. 
 Privilégios comerciais para ingleses e portugueses. 
 
A continuação da situação colonial. 
 
A independência política de Portugal. 
 O fim do pacto colonial. 
 
 7a Questão (Ref.: 201602041082) 
 
"D. João e sua comitiva partiram da foz do Tejo em 29 de novembro. O destino: Rio de Janeiro". (BORGES, E. 
"Em Solo Baiano"). Marque a alternativa que expressa corretamente a política internacional que culminou na 
vinda da corte portuguesa para o Brasil. 
 
 
 
O Bloqueio Continental perpetrado pelos franceses para libertar as colônias em razão do ideal 
revolucionário de igualdade, liberdade e fraternidade. 
 A ameaça de ataque francês em decorrência da relutância lusa em romper laços 
comerciais com os britânicos. 
 
A iminente invasão napoleônica destinada unicamente à deposição do monarca absolutista, em 
virtude da expansão dos ideais revolucionários franceses. 
 
O bloqueio estabelecido pela armada inglesa, impedindo o comércio com os franceses. 
 
A pressão da Inglaterra nas fronteiras terrestres em virtude do Bloqueio Continental. 
 
 8a Questão (Ref.: 201601122476) 
 
Sobre o processo conhecido como Interiorização da Metrópole, analise as alternativas abaixo: 
 
I. Tal denominação se justifica, pois as instituições políticas de governo foram transferidas para o 
Brasil, em função da ocupação francesa de Portugal. 
II. Levou ao projeto da construção de uma nova capital no Planalto Central, realizada somente mais de 150 
anos depois. 
III. Não teve efeitos práticos, pois o governo era efetivamente exercido a partir das Cortes, na Metrópole. 
 
Quais destas alternativas são corretas? 
 
 
 
I e II 
 
I e III 
 I 
 II 
 
III 
 
 
1a Questão (Ref.: 201602041097) 
 
Assinale a alternativa que indica corretamente uma das medidas tomadas por D. João VI em virtude da 
instalação da corte real no Rio de Janeiro. 
 
 
 
A pavimentação das ruas cariocas para melhor adaptação às carruagens régias. 
 
A fundação da primeira escola de medicina do país, a Escola Real de Medicina do Rio de Janeiro. 
 A instalação da Biblioteca Real, que mais tarde viria a se tornar a Biblioteca Nacional. 
 
A proibição da escravidão no centro da cidade do Rio de Janeiro, para que a família real evitasse a 
convivência com os negros e seus descendentes. 
 
A inauguração da Academia Real Portuguesa de Fotografia, para registrar o cotidiano da família real. 
 
 2a Questão (Ref.: 201602051002) 
 
A assinatura dos tratados de Aliança e Amizade e de Comércio e Navegação com a Inglaterra, em 1810, 
representaram: 
 
 
 Um incremento para o comercio da província de São Paulo onde a elite cafeeira tinha muito interesse em 
adquirir produtos fabricados na Inglaterra. 
 
Um grande fator de desenvolvimento para a colônia brasileira. 
 
Uma grande vantagem comercial tanto para Portugal quanto para a Inglaterra. 
 
Uma ajuda para a elite comercial do Rio de Janeiro que, dessa forma, pode colocar seus produtos 
manufaturados no mercado inglês. 
 Um golpe na soberania da Coroa portuguesa aqui no Brasil, pelos privilégios que os ingleses 
passaram a ter aqui na colônia. 
 
3a Questão (Ref.: 201602050972) 
 
Sabemos que a vinda da Corte portuguesa para o Brasil, EM 1808, está relacionada à invasão de Portugal pelas 
tropas de Napoleão. Assinale, abaixo, a opção que possibilita entender a razão ou pretexto para tal invasão: 
 
 
 Portugal foi invadido pela França porque se recusou a aderir ao Bloqueio Continental 
promovido por Napoleão contra a Inglaterra. 
 
Napoleão queria ajudar os portugueses, livrando Portugal da influência inglesa. 
 A invasão de Portugal pela França está ligada à lógica expansionista de Napoleão. 
 
Portugal era um país militarmente estratégico para as guerras de conquista napoleônicas. 
 
Ao invadir Portugal,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.