PROINTER II
7 pág.

PROINTER II


DisciplinaProjeto Profissional Interdisciplinar II14 materiais241 seguidores
Pré-visualização1 página
FACULDADE ANHANGUERA
TECNÓLOGO EM LOGÍSTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR APLICADO AOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA 
 (PROINTER II)
Belo Horizonte \u2013 MG
2º Sem./2016
Relatório Final apresentado no Projeto Interdisciplinar do Curso de Tecnologia em Logística da Faculdade Anhanguera, sob a orientação da Tutora Kelly Pereira Ponces, e da Tutora Presencial Regina Oliveira.
Trabalho feito em grupo pelos alunos:
- André Nunes Coimbra----------------------------------------- RA 3371560638
- André Rodrigues Seabra--------------------------------------- RA 3398623178
- Flávio Augusto de Abreu Ferreira---------------------------- RA 4028693715
- Tania Maria Silva Burle------------------------------------------ RA 3392575911
 
RESUMO
		A empresa Camisa & Cia, como é conhecida no mercado, pelo ramos de atividade que ela exerce, pretende colocar em prática o Sistema de Gestão Ambiental (SGA), entendendo a necessidade da preservação do meio ambiente.
		O projeto que se apresenta, visa o reaproveitamento de materiais recicláveis, e o descarte devido desses materiais, de forma correta, minimizando a poluição e os desperdícios do processo de produção.
INTRODUÇÃO
	A realização desse trabalho tem como objetivo criar um Sistema de Gestão Ambiental, a ser seguido pelos sócios e demais funcionários da organização.
	Visando diminuir o impacto ambiental causando, consentizando e criando um plano que se adeque a empresa em questão. A empresa já possui algumas iniciativas para a reatulização da matéria prima. Mas deixando alguns pontos a desejar por não ter conhecimento ou renda para uma politica mais eficiente ou 100% eficaz. 
DESENVOLVIMENTO E IMPLEMTAÇÃO
		A empresa Abdala Burle e Confecções Ltda, fundada no ano de 2009, tem como nome fantasia Camida & Cia, cujo nome se destaca no tipo de atividade em que está inserida. 
		Ela atua na produção uniforme e camisas promocionais para empresa e atende a cidade de Belo Horizonte, e adjacentes.
		Possui os setores de administração, vendas, corte, costura, silk, acabamento e entrega.
Empresa Camisa & Cia, utiliza tecido como matéria-prima, e tem peças e retalhos rejeitados, principalmente do setor de corte, modelagem e encaixe das mesmas. Atualmente, já utiliza a política de doação retalhos de tecidos para artesões locais, para a produção de tapetes, colchas, roupas e outros produtos. Assim, minimiza o impacto no meio ambiente descartando menos tecidos para aterros sanitários. 
Para que a empresa tivesse um padrão correto de política ambiental deveria seguir um plano mais rígido de descarte e aproveitamento da matérias prima utilizada. 
Usar tecidos biodegradável ou fazer o máximo do uso de tecidos 100% algodão seria um importante passo, pois agride menos a natureza. A diferença entre tecidos de algodão e sintéticos é enorme. Enquanto o de algodão leva 6 meses para se decompor o sintéticos demoram de 100 a 400 anos. 
Segundo passo e o mais importante para esse seguimento, por ser a mais crítica em termos de poluição ambiental por parte do setor têxtil. Isto porque envolve processos de alvejamento, tingimento, acabamento e estamparia do tecido, nessa etapa de produção se emprega o maior número de substancia químicas com utilização de processos de risco ambiental acentuado e potencialmente poluidores. Onde a principal poluição é encontrada na água e no ar, os quais devem passar pelos processos de tratamento adequados. Dessa forma por ser uma empresa de pequeno porte e não utilizar muita água pra ser necessário ter sua própria estação de tratamento de água a solução que podem estar adotando seria armazenar a água, utilizada nas roupas, estocando em barris e levar a água contaminada para o centro de tratamento de água competente, público ou privado. Assim, a empresa diminuirá e muito o impacto na natureza.
Outro passo seria a substituição dos corantes sintéticos pelos naturais. Pois a indústria têxtil e seus seguimentos está em segundo lugar como poluidor de água limpa. Segundo o blog Stylo Urbano, autor desconhecido:
\u201cO tingimento têxtil é o segundo maior poluidor de água limpa na Terra, e a indústria têxtil descarta até 200 mil toneladas de corantes sintéticos a cada ano nos rios durante as operações de tingimento. Essas milhares de toneladas de corantes contaminam milhões de galões de águas com corantes a cada dia, mas apenas uma pequena proporção destes resíduos são reciclados. Isto significa, que estamos poluído bilhões de litros de água com corantes em um ano.\u201d 
Os corantes sintéticos não prejudicam somente a natureza mas também a saúde dos trabalhadores por ser produtos tóxicos. As empresas, principalmente as de grande porte por utilizarem em grande quantidade, não adotam o uso do corante natural por ter o preço mais elevado e não ter uma grande variedade de cores. Um ponto a observar, também, é a compra de detergentes e lubrificantes biodegradáveis que causa menos impacto ambiental.
A Camisa & Cia poderia adotar também a reutilização dos restos de tecidos e gerar renda extra, para a empresa, fabricando estopas. A fabricação desse produto e de baixa complexidade e custo. Pois não é necessário o tingimento do tecido para a produção. 
RESULTADOS
Diante os dados apresentados e o plano elaboarado. Com o comprometimento da empresa com curto espaço de tempo pode-se colocar todos, ou a grande maioria, das sugestões em ação. 
 	Nos primeiros meses poderiamos diminiur consideravelmente o descarte dos retalhos de tecidos no meio ambiente. Com a separação de sobras de tecidos, para a doação, para a fabricação de estopas e uma pequena parte quase desconsideravel para os aterros sanitarios. 
	Já nos meses seguintes a estocagem da água poluida e direcionamento para estações de tratamento, como empresas públicas - consultando a prefeitura da cidade \u2013 ou privadas como a Sermage, que coleta resíduos de processos produtivos industriais ou materiais contaminados.
	Num espaço maior de tempo, a subtituição de matéria prima total ou parcial é uma opção real. Como a troca do tecido para algodão, tecidos biodegradaveis ou reciclados. E produtos como detergentes, corantes e lubrificantes.
	Todo processo deve se levar em conta a realidade da empresa, por ser de pequeno porte, os passos devem ser pequenos e continuos. Para que não haja um descontrole financeiro. 
REFERÊNCIAS
RECICLAGEM DE TECIDO 
Disponível em: <http://www.setorreciclagem.com.br/reciclagem-de-tecido/reciclagem-de-tecido/ >. Acesso em:10 de novembro de 2016.
IMPACTO AMBIENTAL CAUSADO PELA INDÚSTRIA TÊXTIL
Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep1997_t6410.pdf>. Acesso em: 05 de novembro de 2016.
CORANTES NATURAIS VS CORANTES SINTÉTICOS \u2013 O PARADOXO DA SUSTENTABILIDADE
Disponível em: < http://www.stylourbano.com.br/corantes-naturais-vs-corantes-sinteticos-o-paradoxo-da-sustentabilidade/>. Acesso em: 05 de novembro de 2016.
TRANSPORTE DE RESÍDUOS
Disponível em: < http://www.desentupidorasermage.com.br/transporte-residuos-sanitarios-quimicos-bh/>. Acesso em: 05 de novembro de 2016.