A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
AULA 02-CONTRAÇÃO DO MÚSCULO ESQUELÉTICO [Modo de Compatibilidade]

Pré-visualização | Página 1 de 2

18/3/2009
1
CONTRAÇÃO DO CONTRAÇÃO DO 
MUSCULO ESQUELÉTICOMUSCULO ESQUELÉTICO
PROF. Esp. FRANCISCO ARAUJOPROF. Esp. FRANCISCO ARAUJO
TIPOS DE MÚSCULOS
Tecido Muscular Estriados ou Esquelético
- Responsáveis pelos movimentos voluntários;
Tecido Muscular Liso ou Visceral
- Pertence à vida de nutrição (digestão, excreção, etc); 
involuntários;
Músculo Cardíaco ou Miocárdio
- Estriado, porém, involuntário.
- Movimento e a manutenção da postura
-Locomoção 
-Absorventes de choques para proteger o corpo
- Proteção e a alteração da pressão para auxiliar a circulação 
- Produção de calor
FUNÇÕES DO MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO
“Os músculos são os motores que
permitem as alavancas do
esqueleto moverem-se ou mudar de
posição”.
Propriedades dos músculos:
Elasticidade ------------------- Distensão
Contratilidade ----------------- Contração 
Tonicidade -------------------- Tônus
O SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO
18/3/2009
2
MICROESTRURA DOS MÚSCULOS ESQUELÉTICOS
O tecido muscular não é constituído apenas por FIBRAS MUSCULARES. Há
também o TECIDO CONJUNTIVO que as envolve e se prolongam, formando
os TENDÕES ou APONEUROSES que fixam o músculo a um osso.
A Estrutura Da Fibra:A Estrutura Da Fibra:
SarcolemaSarcolema -- membranamembrana celularcelular dada fibrafibra muscularmuscular
(membrana(membrana plasmática)plasmática)
MiofibrilasMiofibrilas –– compõemcompõem aa fibrafibra muscularmuscular (cada(cada fibrafibra
muscularmuscular possuipossui dede centenascentenas aa milharesmilhares dede miofibrilas)miofibrilas)
Miofibrilas Miofibrilas 
Actina + Miosina Actina + Miosina 
Longas mol polimerizadas responsáveis pela contração muscularLongas mol polimerizadas responsáveis pela contração muscular
18/3/2009
3
A Estrutura:A Estrutura:
FaixasFaixas clarasclaras ee escurasescuras –– alternânciasalternâncias entreentre osos filamentosfilamentos
dede actinaactina ee miosinamiosina
FaixaFaixa II // bandabanda II ((isotrópicasisotrópicas àà luzluz polarizada)polarizada) –– faixasfaixas
clarasclaras queque contêmcontêm filamentosfilamentos dede actinaactina
FaixaFaixa A/A/ bandabanda AA ((anisotrópicasanisotrópicas àà luzluz polarizada)polarizada) –– faixasfaixas
escurasescuras queque contémcontém filamentosfilamentos dede miosinamiosina
PontesPontes cruzadascruzadas –– projeçõesprojeções dosdos filamentosfilamentos dede miosinamiosina
(cabeça(cabeça dede miosina)miosina)
A Estrutura:A Estrutura:
DiscosDiscos ZZ :: estruturaestrutura queque cortacorta transversalmentetransversalmente todatoda aa
miofibrilamiofibrila unindounindo transversalmentetransversalmente miofibrilamiofibrila aa miofibrilamiofibrila.. DáDá
formaforma estriadaestriada aoao músculomúsculo esqueléticoesquelético ee cardíacocardíaco..
SarcômeroSarcômero :: espaçoespaço entreentre doisdois discosdiscos ZZ sucessivossucessivos..
“O SARCÔMERO É A UNIDADE CONTRÁTIL BÁSICA DO MÚSCULO”.
18/3/2009
4
Mecanismo Molecular da contração muscularMecanismo Molecular da contração muscular
11--filamento de miosina filamento de miosina –– polimerização de moléculas de polimerização de moléculas de 
miosinamiosina
22-- filamentos de actina filamentos de actina –– formado por actina, tropomiosina e formado por actina, tropomiosina e 
troponina troponina 
Mecanismo Geral da contração muscularMecanismo Geral da contração muscular
11--Potencial de ação deslocaPotencial de ação desloca--se ao longo de um nervo motor se ao longo de um nervo motor 
culminando na secreção de acetilcolina (Ach);culminando na secreção de acetilcolina (Ach);
22-- AA AchAch abreabre osos canaiscanais dependentesdependentes permitindopermitindo oo fluxofluxo dede
íonsíons sódiosódio parapara dentrodentro dada fibrafibra;;
33--PotencialPotencial dede açãoação deslocadesloca--sese aoao longolongo dada membranamembrana dada
fibra,fibra, fazendofazendo comcom queque oo retículoretículo endoplasmáticoendoplasmático liberelibere dentrodentro
dasdas miofibrilasmiofibrilas íonsíons dede cálciocálcio;;
44--ÍonsÍons dede cálciocálcio iniciaminiciam forçasforças atrativasatrativas entreentre osos filamentosfilamentos dede
actinaactina ee dede miosina,miosina, fazendofazendo comcom queque passempassem aa deslizardeslizar emem
conjuntoconjunto –– processoprocesso dede contraçãocontração;;
55-- OsOs íonsíons dede cálciocálcio sãosão bombeadosbombeados dede voltavolta parapara oo interiorinterior dodo
retículoretículo sarcoplasmáticosarcoplasmático (fim(fim dada contração),contração), ondeonde ficamficam
armazenados,armazenados, atéaté aa chegadachegada dede umum novonovo potencialpotencial dede açãoação..
VER ANIMAÇÃOVER ANIMAÇÃO
18/3/2009
5
Fontes de energia Fontes de energia 
AA concentraçãoconcentração dede ATPATP éé suficientesuficiente parapara mantermanter aa
concentraçãoconcentração porpor 11 aa 22 segundossegundos.. OO ADPADP formadoformado precisaprecisa serser
refosforiladorefosforilado..
--FosfocreatinaFosfocreatina
-- DegradaçãoDegradação dodo glicogênioglicogênio aa àcidoàcido pirúvicopirúvico ee ácidoácido láticolático
Característcas da contração do músculo Característcas da contração do músculo 
como um todo como um todo 
ContraçõesContrações isométricasisométricas-- refererefere--sese aa umauma contraçãocontração emem queque oo
comprimentocomprimento externoexterno dodo músculomúsculo nãonão sese altera,altera, poispois aa forçaforça
geradagerada pelopelo músculomúsculo éé insuficienteinsuficiente parapara movermover aa cargacarga àà qualqual
estáestá fixadofixado..
ContraçõesContrações isotônicasisotônicas --refererefere--sese aa umauma contraçãocontração emem queque umum
músculomúsculo encurtaencurta enquantoenquanto exerceexerce umauma forçaforça constanteconstante queque
correspondecorresponde àà cargacarga queque estáestá sendosendo erguidaerguida pelopelo músculomúsculo..
DivideDivide--sese emem concêntricaconcêntrica ee excêntricaexcêntrica..
11 concêntricaconcêntrica aa contraçãocontração vencevence aa resistênciaresistência ee háhá oo encurtamentoencurtamento
muscularmuscular ;;
22 excêntricaexcêntrica aa resistênciaresistência vencevence aa contraçãocontração havendohavendo oo alongamentoalongamento
muscularmuscular..
Classificação das fibras musculares Classificação das fibras musculares 
FibrasFibras lentaslentas –– músculomúsculo vermelhovermelho
fibrasfibras menoresmenores
InervadasInervadas porpor fibrasfibras nervosasnervosas menosmenos calibrosascalibrosas
PossuemPossuem altaalta capilaridadecapilaridade
GrandeGrande númeronúmero dede mitocôndriasmitocôndrias (alto(alto nívelnível dede metabmetab.. Oxidativo)Oxidativo)
GrandeGrande quantidadequantidade dede mioglobinamioglobina
FibrasFibras rápidasrápidas –– músculomúsculo brancobranco
MaisMais volumososvolumosos parapara umauma maiormaior forçaforça dede contraçãocontração
TêmTêm extensoextenso retículoretículo sarcoplasmáticosarcoplasmático (+(+ Cálcio)Cálcio)
GrandeGrande quantidadequantidade dede enzimasenzimas glicolíticasglicolíticas
MenorMenor capilaridadecapilaridade ee menormenor númeronúmero dede mitocôndriasmitocôndrias
18/3/2009
6
A - Fibras Vermelhas 
Alto teor de mioglobina possibilita uma ação muscular regular, contraem-se 
lentamente com elevada resistência à fadiga.
B - Fibras Brancas 
De contração rápida, têm tempos de contração mais reduzidos fadigando-se 
mais rapidamente.
FREQUÊNCIA DE ESTIMULAÇÃO
Músculos lentos = 10 Hz
Músculos rápidos 50 Hz
HETEROGENEIDADE DAS FIBRAS MUSCULARES
Unidade motora: 
É o conjunto de um neurônio motor e das fibras musculares por ele
inervadas
- Quanto mais precisa for a ação, têm-se menos neurônios por
célula.
- Quanto menos precisa for a ação, têm-se mais neurônios por
célula.
Somação: 
É a soma do conjunto de contrações