A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
82 pág.
EXAME PELE E FANEROS[1]

Pré-visualização | Página 1 de 3

SISTEMATIZAÇÃO DO CUIDAR II
PROF. GEISON RICARDO DA SILVA VALENÇA
• Especialista em Saúde Coletica – UFS
• Especialista em Educação Profissional em Enfermagem – Fiocruz
• Enfermeiro Da Secretaria Municipal De Saúde De Aracaju
• Docente da Faculdade Estácio-FASE – CURSO ENFERMAGEM
ARACAJU - 2013
Exame 
físico: 
Pele e 
Fâneros
O sistema tegumentar é 
composto por:
• Pele
• Pelos
• Unhas
• Glândulas sudoríparas e 
sebáceas
Revisão Anatomia e 
Fisiologia do Sistema 
Tegumentar
É o maior órgão do corpo humano e o
mais pesado;
3.0 kg. no indivíduo adulto;
2 m2 de área corpórea;
varia de espessura: 0,5 mm no
canal auditivo externo e nas pálpebras,
aos 4 mm, aproximadamente, nas
regiões palmares e na nuca;
 Indispensável para vida humana;
Elástica, flexível e muito resistente.
PELE
• Proteção;
• Sensação;
• Equilíbrio da água;
• Termorregulação;
• Produção de vitamina D;
• Absorção e excreção.
Funções da Pele
FUNÇÕES DA PELE
Proteção – protege contra traumatismo, exposição
aos compostos químicos nocivos e invasão por
microorganismos. As células de langerhans ampliam
a resposta imune ao ajudar os linfócitos a
processarem os antíngenos que penetram a
epiderme. Os melanócitos protegem a pele por
meio da produção de melanina, que ajuda a filtrar a
luz (radiação) ultravioleta. A pele intacta também
protege o corpo, limitando a excreção de água e
eletrólitos
6
• Percepção sensorial – as fibras dos nervos
sensoriais transmitem impulsos ao sistema nervoso
central, enquanto que as fibras dos nervos autônomo
levam os impulsos às células musculares lisas das
paredes dos vasos sanguíneos da derme, aos músculos
que circundam as raízes dos pêlos e às glândulas
sudorípares. As fibras dos nervos sensoriais originam-
se das raízes dos nervos dorsais e inervam áreas
específicas da pele, conhecidas como dermatómos. Por
meio dessas fibras, a pele pode transmitir várias
sensações, como temperatura, tato, pressão, dor e
prurido.
• Controle da temperatura e da pressão arterial – os nervos, os
vasos sanguíneos e as glândulas écrinas abundantes na derme
ajudam na termorregulação. Quando a pele é exposta ao frio ou a
temperatura corporal diminui, os vasos sanguíneos contraem em
resposta aos estímulos produzidos pelo sistema nervoso autônomo.
Isso diminui o fluxo sanguíneo da pele e conserva o calor corporal.
Quando a pele está muito quente ou a temperatura corporal
interna aumenta, as arteríolas da derme dilatam. A ampliação do
fluxo sanguíneo por esses vasos sanguíneos diminui o calor
corporal. Se isso não for suficiente para reduzir a temperatura
corporal, as glândulas écrinas aumentam a produção de suor e a
evaporação subsequente resfria a pele. Os vasos sanguíneos da
derme também ajudam a regular a pressão arterial sistêmica por
meio da vasoconstrição.
• Síntese de vitamina – a pele sintetiza vitamina 
D ou colecalciferol, quando estimulada pela 
luz ultravioleta
• Excreção – também é um órgão excretor: as glândulas
sudoríparas excretam suor, que contém água,
eletrólitos, uréia e ácido láctico. A pele mantém a
integridade da superfície corporal por migração e
descamação. Ela pode reparar as feridas superficiais,
intensificando os mecanismos normais de reposição
celular. Entretanto, a regeneração não ocorre se houver
destruição da camada dérmica. As glândulas sebáceas
produzem sebo – uma mistura de ceratina, gordura e
fragmentos de celulose. Em combinação com o suor, o
sebo forma uma película ácida úmida e oleosa com
discreta ação antibacteriana e antifúngica e que
protege a superfície da pele.
• Epiderme
• Derme
• Tecido subcutâneo 
ou hipoderme
Camadas da pele
Epiderme 
Camada mais externa da pele
 Funções básicas: 
 Manter integridade física
 Atuar de barreira física;
 Possui 5 subcamadas
1. Estrato Córneo
2. Estrato lúcido
3. Estrato granuloso
4. Estrato espinhoso
5. Estrato germinativo ou 
células basais
12
DERME
 Funções :
Oferecer resistência e 
suporte;
Oferecer ssangue e 
Oxigênio à pele.
13
ESTRUTURAS QUE COMPÕE A DERME
14
• Sudoríparas: secretam uma substância
chamada suor.
• Sebáceas: produzem substância lipídica
protetora (sebo), que é secretada pelos
folículos pilosos. Possuem a função de
lubrificar e conferir oleosidade a pele e aos
pelos.
GLÂNDULAS DA PELE
 Histórico de saúde: informações subjetivas e as
objetivas.
 Informações Subjetivas:
 História pregressa de doença cutânea;
 Alteração na pigmentação da pele;
 Aparecimento de verrugas;
 Ressecamento ou umidade excessivos;
 Prurido; Equimoses abundantes;
 Erupção ou lesão;
 Uso de medicamentos;
 Perda de pelos e cabelos;
 Alterações nas unhas;
 Riscos ambientais ou ocupacionais;
 Comportamentos de cuidados pessoais.
EXAME FÍSICO DA PELE
 Informações Objetivas:
 observações realizadas durante o exame físico.
 Condições básicas para realização do exame
físico: ambiente calmo; entrevista do paciente e uso
dos métodos propedêuticos (inspeção e palpação);
 Tente controlar as variáveis externas que possam
influenciar a cor da pele;
EXAME FÍSICO DA PELE
Variáveis externas que influenciam a cor 
da pele
Variáveis Causas Sinal Ambíguo
Emoções 
 medo, raiva
 constrangimento
 Vasoconstricção 
periférica
 rubor na face e 
pescoço
 falsa palidez
 falso eritema
Ambiente 
 quente
 frio ou ar-
condicionado
 tabagismo
 vasodilatação
 vasoconstricção
 vasoconstricção
 falso eritema
 palidez, 
resfriamento falso
 falsa palidez
Variáveis externas que influenciam a cor 
da pele
Variáveis Causas Sinal Ambíguo
Físico
 elevação 
prolongada
 posição pendente
 imobilização, 
inatividade 
prolongada
 redução da 
perfusão arterial;
 represamento 
venoso;
 lentidão 
circulatória
 palidez, 
resfriamento;
 vermelhidão, 
quentura, distensão 
venosa;
 palidez, 
resfriamento, leitos 
ungueais pálidos, 
tempo de 
enchimento capilar 
prolongado.
 Luz forte direta: a luz direta do dia é ideal para
avaliar as características da pele;
 Régua pequena em centímetros;
 Lanterna de bolso;
 Luvas.
 Método propedêutico: inspeção e palpação.
Equipamentos Necessários
Função
Tem dois tipos de pelos: Lanugem ( curtos, fino e 
sem pigmentação) e o Terminal ( grosso, espesso 
e pigmentado) 
PELOS
Pelos:
Cor
Distribuição
Espessura
Textura
Lubrificação
Semiotécnica: Sistema 
tegumentar
• Pediculose: A pediculose, ou infestação por
piolhos ,em geral envolve o couro cabeludo,
mas pode ocorrer em qualquer área do corpo
onde o cliente tenha pelos.
PRINCIPAIS DISTÚRBIOS DOS PELOS
• Alopecia: diminuição ou ausência de pelos e 
cabelo.
• Hirsutismo: aumento de pelo corporal, pode ser 
observado em algumas mulheres devido a 
produção do hormônio masculino.( Andrógenos)
PRINCIPAIS DISTÚRBIOS DOS PELOS
 As unhas protegem as 
extremidades distais dos 
dedos
 As unhas são feitas de uma 
proteína rígida 
chamada queratina
 Coloração rósea
 A cutícula atua como uma 
junta de vedação, cobrindo 
e protegendo a matriz 
ungueal.
Unhas
Unhas:
Cor 
Limpeza
Espessura
Formato
Textura
Semiotécnica: Sistema 
tegumentar
• Cianose leito ungueais : é um sinal marcado
pela coloração azul-arroxeada nos leitos
ungueais .
CONDIÇÕES ANORMAIS DAS UNHAS
• Baqueteamento digital: é um sinal caracterizado
pelo aumento das falanges distais dos dedos e unhas
da mão que está associada a diversas doenças, a
maioria cardíaca e pulmonar.
CONDIÇÕES ANORMAIS DAS UNHAS
• Coiloníquia: curvas côncavas(unha tipo colher)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.