A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
DOC 20170526 WA0002

Pré-visualização | Página 1 de 1

Claro, A.L; Pereira,M.A; Andrade,N; Alves,A.S; Cogo,M.R; Pinheiro,B.S.; Uema, F.; Silva, T. 
Orientador: Ms. Paulo Xavier 
UnG, Guarulhos/SP, http://www.ung.br/ 
 CURSO DE BIOMEDICINA 
 PROJETO INTEGRADO IV 
 
 
 
INTRODUÇÃO 
OBJETIVOS 
METODOLOGIA 
RESULTADOS 
CONCLUSÃO 
Desde a descoberta dos raios-X (1895), por 
Wilhelm Röntgen e da radioatividade pelo casal 
Curie (1898) — foram crescentes os estudos sobre 
proteção, tanto no que diz respeito aos EPI’s e 
EPC’s, como dos níveis de dose (estudado pela 
dosimetria) e, também, do assegurar desses 
fatores pelas normas vigentes fiscalizadas pela 
CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear) e 
ANVISA (Agência Nacional de Vigilância 
Sanitária). 
FIG 1: http://obiomed.blogspot.com.br/2015/03/a-descoberta-da-
radiacao-x-um-avanco.html 
O objetivo do presente trabalho é verificar, através 
de entrevistas, a possibilidade de excesso de carga 
horária no que tange aos técnicos em radiologia 
ou radiologistas, com base no limite estipulado 
pela CLT. 
As entrevistas foram realizadas com o intuito de 
verificar a carga-horária trabalhada, férias; se a 
radioproteção é efetuada corretamente, tanto 
com EPI’s e EPC’s quanto com o dosímetro; 
assim como se conhece ou se trabalha em mais 
de um local. 
Cada indivíduo entrevistado pertence a uma 
instituição diferente. 
RADIOLOGIA: EXCESSO DE CARGA HORÁRIA 
 
 TABELA DE DADOS 
 Indiv. 
1 
Indiv. 
2 
Indiv. 
3 
Indiv. 
4 
Indiv. 
5 
Indiv. 
6 
Indiv. 
7 
24 horas semanais x x x x x x x 
Um salário x x 
Dois salários x x x x x 
Uma féria ao ano x x x x 
Duas férias ao ano x x x 
EPI’s x x x x x x x 
EPC’s x x x x x x x 
Dosímetro x x x x x x x 
Conhecimento dos 
malefícios 
x x x x x x x 
Conhecidos que trabalham 
em dois ou mais empregos 
x x x x x x x 
 
Enfim, ficam, então, claros os riscos da exposição à 
radiação em função do excesso de carga horária de 
trabalho. E, além disso, que mesmo conhecendo os 
malefícios da exposição excessiva à radiação os 
indivíduos optam, em razão do montante, a correr os 
riscos que a radiação estocástica pode causar. 
Abrindo, assim, outras possibilidades de 
questionamento sobre o que poderia ser feito para 
sanar tal problema nesse meio, tornando-o mais 
seguro e fazendo do agir do funcionário tão prudente 
quanto necessário. 
 
FIG 2:http://iedesorg.blogspot.com.br/2011_09_01_archive.html