A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Av historia2

Pré-visualização | Página 2 de 5

as opções abaixo, assinale aquela que melhor apresenta exemplos de práticas culturais que a sociedade brasileira herdou da cultura africana.
	
	
	
	
	
	Capoeira e Futebol.
	
	 
	Samba e Capoeira.
	
	
	Carnaval e Samba.
	
	
	Futebol e Carnaval.
	
	
	Samba e Futebol.
	
	
	
		6.
		Um babalaô me contou: Antigamente, os orixás eram homens. Homens que se tornaram orixás por causa de seus poderes. Homens que se tornaram orixás por causa de sua sabedoria. Eles eram respeitados por causa de sua força. (Pierre Verger. Lendas Africanas dos Orixás. In: Negro e Negritude.) Do texto, é possível depreender que
	
	
	
	
	
	a memória histórica africana foi mantida pelos orixás nos terreiros de candomblé que proliferaram na colônia.
	
	
	os babalaôs eram perseguidos durante a escravidão por representarem organizações políticas de resistência.
	
	
	no processo da escravidão, a identidade de toda a comunidade africana foi preservada por intermédio dos orixás bantos.
	
	 
	durante e depois da escravidão, a religião possibilitou a preservação da memória histórica dos grupos africanos no Brasil.
	
	
	candomblé e os orixás foram as tradições africanas mantidas durante a escravidão e perseguidas e suprimidas após a abolição.
	 Gabarito Comentado
	
	
		7.
		"O combate ao racismo e à desigualdade racial no país tem tido, como principal ferramenta de enfrentamento, a instituição de políticas públicas específicas, direcionadas à população negra do país e orientadas pelo princípio da equidade a partir de ações afirmativas, reparatórias e compensatórias." Assinale a opção que contém ações afirmativas:
	
	
	
	
	
	cotas e campanhas para fornecer transporte gratuito para toda a populção negra do Brasil;
	
	
	cotas e campanhas para desmitificar Zumbi como legítimo representante da resistência negra;
	
	 
	cotas e campanhas de valorização da pessoa negra e de enfrentamento ao racismo;
	
	
	cotas e campanhas para eleger um presidente negro no Brasi.
	
	
	cotas e campanhas para financiar o Movimento Negro;
	
	
	
		8.
		Entre os fatores para a permanência do racismo em nossa sociedade podemos afirmar que, exceto:
	
	
	
	
	
	enraizamento da oposição entre brancos e não-brancos
	
	 
	politicas publicas
	
	
	desigualdade das oportunidades
	
	 
	Relação de exploração dos europeus sobre povos não brancos na sociedade moderna
	
	
	difusão do próprio preconceito ( teorias raciais)
	1a Questão (Ref.: 201402819916)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	No momento da chegada dos portugueses ao território brasileiro estima-se que haviam cerca de 3,5 milhões de indígenas. Os Tupis ocupavam o litoral e tinham expulsado outros grupos indígenas para o interior. Dessa forma, manter relações de amizade e aliança com o grupo dominante passou a ser fundamental para os conquistadores europeus. Contudo, uma das maiores dificuldades e estranhamento dos portugueses em relação a organização dos indígenas residia:
		
	 
	Na ausência de uma hierarquia e estratificação social pois até mesmo o chefe da tribo caçava, pescava e roçava como os demais membros.
	
	Na organização das tribos com grandes construções e estruturas de defesa e proteção.
	
	Na ausência de divisão do trabalho pois tanto os homens quanto as mulheres eram responsáveis pela agricultura e por caçar, pescar e guerrear.
	
	A sua culinária pouco diversificada baseada em peixes e raízes.
	
	A sua organização social fortemente hierarquizada e escravocrata.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201402313392)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	"Não se pode contar nem compreender a multidão de bárbaro gentio que a natureza semeou por toda esta terra do Brasil. (...) Deus permitiu que fossem contrários uns dos outros, e que houvesse entre eles grandes ódios e discórdias, porque se assim não fosse os portugueses não poderiam viver na terra nem seria possível conquistar tanta gente. Quando os portugueses começaram a povoar a terra, havia muitos deste índios pela costa junto das Capitanias. Porque os índios se levantaram contra os portugueses, os governadores e capitães os destruíram pouco a pouco, e mataram muitos deles. Outros fugiram para o sertão, e assim ficou a costa despovoada de gentio ao longo das capitanias." (Pero de Magalhães Gandavo. "Tratado da Terra do Brasil". São Paulo: Obelisco, 1964) O relato de Gandavo sobre os índios e as suas relações com os portugueses no Brasil é do século XVI. Sobre essas relações é correto afirmar que I. os portugueses e os índios praticaram genocídio, uns em relação aos outros; II. a empresa colonizadora portuguesa teve, também, um caráter militar; III. os índios resistiram ao domínio português; IV. os índios não defenderam as suas terras situadas no litoral. Estão corretas:
		
	
	I, II, III e IV.
	
	III e IV, somente.
	
	I, II e IV, somente.
	
	I e IV, somente.
	 
	II e III, somente.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201402256098)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Fruto de uma importante discussão teológica em 1570 a Coroa Portuguesa:
		
	
	Impôs um registro de escravos indígenas, limitando o número por propriedades
	
	Criou a proibição de escravização de escravos negros
	 
	Proibiu a escravização dos gentios
	
	Impôs a obrigatoriedade de todos os indígenas cumprirem jornada de trabalho compulsório
	 
	Criava o sistema assalariado para o trabalho dos indígenas
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201402256100)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Os colonos que rumaram para outras capitanias, sobretudo aquelas localizadas ao sul da colônia, não respeitaram a lei de rei D. Filipe II. Se para a Coroa portuguesa e para os missionários jesuítas os índios passaram a ser vistos como gentios (ou seja, eram passíveis de salvação), para os colonos que viviam nas capitanias de São Tomé e São Vicente os grupos autóctones rapidamente passaram a ser vistos como negros da terra. Nessas localidades, os indígenas foram:
		
	
	Escravizados pelos franceses , que dominaram o espaço paulista, e não se viam obrigados a cumprir as ordens de El Rei.
	
	Libertos pois os negros brasileiros mostravam mais eficiência no trabalho cotidiano que os indígenas, preguiçosos.
	 
	Escravizados pelos Jesuítas, cativos nas missões, queriam obriga-los a se converterem como era a ordem da coroa.
	
	Libertos e fugiram voltando para suas antigas tribos com medo de que novos ataques viessem.
	 
	Escravizados sistematicamente e serviram de mão de obra fundamental na expansão levada a cabo pelos colonos paulistas.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201402256097)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A produção açucareira no Brasil se concentrou mais na região nordeste e o seu trabalho no século XVI era principalmente indígena. Sobre o regime de trabalho podemos afirmar que era:
		
	
	Corveia
	
	Misto
	 
	Escravista
	
	Comunitário
	
	Assalariado
		
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201402221423)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	A substituição da mão-de-obra indígena pela africana ocorreu, sobretudo, ao(s) seguinte(s) fator(res): 
I. falta de adaptação do indígena ao conceito de produção com intuito de acumulação. 
II. menor lucro advindo do tráfico negreiro em detrimento da escravização do indígena. 
III. decréscimo populacional indígena em virtude de epidemias e extermínios associados aos europeus.
		
	 
	apenas I e III estão corretas.
	 
	apenas I está correta.
	
	apenas II está correta.
	
	apenas III está correta.
	
	apenas I e II estão corretas.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201402357818)
	Acerto:

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.