Carências Nutricionais
5 pág.

Carências Nutricionais


DisciplinaNutrição Básica I17 materiais96 seguidores
Pré-visualização1 página
Carências Nutricionais 
Carência de macro-nutrientes (Falta)
Carboidratos 
- Causa deficiência energética para o momento do treino
- Hipoglicemia ( tontura e moleza ) 
- Queima de massa muscular para a obtenção de energia 
- Fadiga 
- Recuperação muscular é danificada. 
Lipídeos 
- Afeta as funções hormonais
- Reduz a perda de calor do organismo
-Aumenta o colesterol endógeno 
Proteínas
- Ocorre a desnaturação protéica \u2013 calórica 
- Essa desnutrição resulta em deficiência de PTN e micronutrientes em crianças subnutridas ( infecções e doenças crônicas também)
 Desnutrição: Estado mórbido secundário a uma deficiência ou excesso que se manifesta clinicamente ou é detectado por testes. 
Efeitos: 
- Aumento da tendência a infecção
- Redução na cicatrização de feridas
- Hipoproteinemia 
- Edema 
- Redução mobilidade intestinal
- Fraqueza muscular
- Aumento da mortalidade 
- Hospitalização prolongada e custos elevados.
Há 3 tipos de desnutrição:
Seca ( a pessoa está magra e desidratada 
 Molhada ( a pessoa está inchada por causa da retenção de líquido )
 Tipo intermediário 
O tipo seco pode ser chamado de marasmo, é resultante da fome quase total. Ingestão de muita pouca comida, extremamente magra, devido a perda de músculos e gordura corporal. Quase invariavelmente desenvolve alguma infecção. 
O tipo molhado é chamado de Kwashiorkor, uma palavra africana que significa \u201cprimeira criança-segunda criança\u201c. A primeira criança desenvolve Kwashiorkor quando a mãe a desmama. Essa criança passa a ser então alimentada com uma sopa de aveia de baixa qualidade nutricional, comparada ao leite materno. 
O que resulta em uma deficiência calórica, resultando, em retenção fluida (edema ). 
Deficiência
- A deficiência de proteína prejudica o crescimento do corpo, a imunidade e cicatrização e a produção de enzimas e hormônios. Tanto no marasmo quanto no kwashiorkor a diarréia é comum. 
Carência de micronutrientes
Iodo: Redução de hormônios, afeta os órgãos em estado de desenvolvimento, aumento da glândula tireóide: Bócio. 
Ferro 
- Distúrbio mais comum no mundo
- Anemia ferropriva ( deficiência de ferro) 
-Essa anemia prejudica o desenvolvimento motos, coordenação e aproveitamento escolar. Diminui a atividade física e a capacidade de trabalho 
Vitamina A
- Causa cegueira
- Aumento o risco de doenças e mortes por infecções comuns na infância ( Ex diarréia e Sarampo)
Cálcio
- Distúrbios médicos crônicas ( Ex osteoporose ) 
- Importante para o desenvolvimento do esqueleto. 
- Sua necessidade é maior na adolescência, gravidez, lactação e velhice. 
Vitamina D 
- Em crianças causa raquitismo, ocorre mais em regiões mais frias devido a baixa exposição ao sol. 
Acido Fólico 
- Em grávidas causa a má formação do tubo neural do feto
- A presença deve ser feita no período pré-gravidez. 
Carboidrato 
Fonte primaria de energia ( libera a energia química para a formação de ATP). Fornece primariamente combustível para o cérebro, medula, nervos e células vermelhas do sangue. 
Podem ser dívidas em 
Monossacarídeos 
Açúcar simples : Glicose, frutose, e galactose 
Dissacarídeos: Formados por dois monossacarídeos 
Sacarose: Glicose + Frutose 
Lactose: Glicose + Galactose 
Maltose: Glicose + Glicose
Polissacarídeos
Muitas unidades de monossacarídeos, a maior parte glicose. Amido e Carboidratos Simples. 
Sua função
- Fonte de energia
- Integridade do Sistema Nervoso Central 
- Melhora o Transito Intestinal 
- Facilita a absorção de Cálcio
- Seu consumo diário deve ser 50 a 60% em uma dieta
Fontes
- Açúcares
- Origem Vegetal
- Grãos Cereais 
- Massas
- Mel
Excesso
Quando existe um estoque de glicogênio dentro das células musculares, a glicose é convertida em gordura e armazenado como triglicerídeos pelas células do tecido adiposo. 
Lipídeos 
- Desempenham funções energéticas, estruturais e hormonais. 
- Cada grama tem 9kcal
- São formados por ingestão de gorduras, fosfolipídios são constituídos de membranas, conferem sabor e sensação de saciedade 
Sua classificação 
Simples: ácidos graxos, gorduras neutras e ceras
Compostos: fosfolipídios, glicolipídeos e lipoproteínas. 
Funções 
- A gordura da dieta é armazenada pelas células adiposas
- Se não tiver quantidade suficiente no organismo, ele não se adapta ao jejum, resultando em desnutrição. 
- Seres humanos possuem uma camada subcutânea de gordura que preserva e mantém a temperatura corporal. 
- A gordura da dieta é essencial para a absorção e transporte de vitaminas lipossolúveis ( A,D,E, e K ) fotoquímicos Lipossolúveis 
Deve ser ingerida em uma dieta, de 20 a 30%. 
Suas fontes
Gorduras moinsaturadas: azeite de oliva, amendoim e abacate. 
Omega 3: peixes gordurosos, óleos vegetais e nozes. 
Omega 6: óleos vegetais, sementes e nozes. 
Gorduras Saturadas: Presente em carnes gordas, laticínios e coco. Alguns desses tipos podem entupir artérias. 
Trans saturadas: Presente em batata fritas, margarina e manteigas. Não traz benefícios e aumentam o colesterol, conseqüentemente riscos de doenças no coração 
Excesso:
O organismo armazena na forma de gordura de maneira, limitada, relação com doenças de coração. 
Vegetarianismo
Falta de PTN, de vitaminas B12 ( encontrada em alimentos de origem animal).