Contabilidade   Unid I(1)
24 pág.

Contabilidade Unid I(1)


DisciplinaAdministrativo3.488 materiais9.704 seguidores
Pré-visualização7 páginas
forma possível, cada um tem suas individualidades e manias. Há pessoas que conseguem absorver bem 
um assunto a partir de uma simples leitura. Outros não têm muita paciência para ler e preferem fazer 
exercícios. Há ainda os que têm predileção por livros coloridos, preenchidos com gráficos, elementos 
visuais e resumos, ou aqueles que não gostam de teorias acadêmicas e dão preferência a livros que 
ilustrem exemplos práticos e, assim, retratem o cotidiano empresarial. Desse modo, quando este trabalho 
foi elaborado, pensou-se em mesclar estratégias de ensino para que ele se tornasse interessante. No 
entanto, o que viria a ser um conteúdo interessante? O que seria um conteúdo chato? Essas respostas 
dependem de sua postura como aluno. Por isso, a recomendação é: aproveite este livro-texto com olhos 
interessados.
É claro que você é livre para estudar da maneira que achar melhor e que acreditar ser 
mais eficiente. Porém, nesse sentido, sugere-se que, antes de qualquer atitude, seu estudo 
seja iniciado pela bibliografia. Verifique livros, artigos e referências que foram utilizados na 
elaboração deste livro-texto. Em seguida, percorra as unidades, sempre fazendo as atividades 
propostas.
Como estudante de educação a distância, você é um autodidata, o que significa que precisa 
de disciplina e muita motivação. Contabilidade é uma disciplina que exige concentração e 
assiduidade, justamente o que no mundo atual é muito difícil! Para tornar seu estudo mais 
eficiente, recomendo reservar algumas horas do seu tempo exclusivamente para estudar 
contabilidade, não se dedicando ao mesmo tempo a mais nada (evite atender ao telefone, 
receber mensagens, conversar com os amigos nas redes sociais da internet, deixar a TV ligada 
em um noticiário, estar próximo a crianças ou animais e a outras distrações).
10
 Para tornar seu estudo mais agradável e prazeroso, escute música clássica! Isso mesmo, 
estudos internacionais têm mostrado que ela é excelente para o estudo. Ou escolha músicas 
de que você goste, não necessariamente as clássicas, mas evite as que distraiam em demasia, 
como o heavy metal. 
 observação
Interaja sempre com os tutores, com seus colegas e com o professor nos 
fóruns. Além disso, contribua com pesquisas, curiosidades e observações.
Na Unidade I deste livro-texto, abordaremos os aspectos básicos da contabilidade, incluindo seu 
histórico e grupos de interesse das informações contábeis. 
Na Unidade II, estudaremos transações que envolvem contas patrimoniais: ativo, passivo e patrimônio 
líquido e a constituição do Balanço Patrimonial.
Já na Unidade III, estudaremos o Método das Partidas Dobradas, conhecido popularmente como 
débito e crédito, e também as variações do patrimônio líquido (despesas, receitas e resultado).
Por fim, na Unidade IV, estudaremos a estrutura (grupos e subgrupos) do Balanço Patrimonial e a 
Demonstração de Resultados do Exercício (DRE). 
Para cada uma das quatro unidades há perguntas para aguçar sua curiosidade. Essas perguntas 
estão dispostas na seguinte figura:
O que é 
contabilidade?
Como os fatos 
são registrados na 
contabilidade?
Como interpretar 
as demonstrações 
financeiras/contábeis?
Qual é a 
dinâmica da 
contabilidade?
Figura 1 \u2013 Perguntas norteadoras deste livro-texto
Está preparado (a)?
Vamos lá!
11
AD
M
-C
CT
B 
\u2014
 R
ev
isã
o:
 A
nd
re
ia
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 1
0/
07
/2
01
4
Contabilidade
Unidade I
1 CAmPo de AtuAção dA ContAbIlIdAde
A pergunta norteadora desta unidade é:
O que é 
contabilidade?
Figura 2 
Antes de responder a essa pergunta, é muito importante entender quais são as necessidades do 
atual ambiente de negócios. Para isso, trago um caso pioneiro de uma empresa que está oferecendo 
uma solução para a implantação dos veículos elétricos e que é um exemplo \u201cà flor da pele\u201d de 
empreendedorismo:
1.1 esquentando os motores
O texto a seguir foi baseado no impressionante relato de Senor e Singer (2011), e a intenção 
em trazer esse relato é provocá-lo. Assim como fazemos um \u201caquecimento\u201d antes de iniciar 
exercícios físicos, trata-se de uma preparação muito útil para absorver melhor os conteúdos 
teóricos que nos aguardam. Há muitos anos o mundo discute a possibilidade de utilizar novas 
e modernas tecnologias para substituir a dependência do petróleo que, em alguns países, é 
absoluta. Atualmente, há várias tecnologias com esse objetivo, desde os combustíveis verdes 
(sendo o Brasil uma referência nesse tipo de combustível, com o pioneiro programa Proálcool) 
até o carro elétrico, tido por muitos como uma ótima (ou, talvez, a melhor) solução.
Porém, ocorre que a tecnologia do carro elétrico ainda é incipiente. Muitos carros 
elétricos atuais são híbridos, ou seja, mistos entre as tecnologias antigas e as novas, mas 
isso não resolve o problema. Os cientistas afirmam que baterias são a melhor forma de 
armazenar energia, mas elas precisam de tempo para reabastecimento. Nesse sentido, o carro 
a gasolina ainda é imbatível. Enquanto um carro elétrico precisa de muitas horas para ser 
12
Unidade I
AD
M
-C
CT
B 
\u2014
 R
ev
isã
o:
 A
nd
re
ia
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 1
0/
07
/2
01
4
reabastecido, um carro a gasolina necessita de poucos minutos. E a gasolina tem outras 
vantagens: postos de reabastecimento encontram-se espalhados em praticamente todos os 
lugares, é possível reabastecer um carro com pouca gasolina quando se está sem dinheiro, 
dentre outras facilidades.
Em Israel, Shai Agassi, um ex-executivo da empresa alemã de Tecnologia da Informação SAP, 
surpreendeu a todos quando repentinamente se afastou de uma carreira altamente promissora. Agassi 
havia imaginado um mundo com carros elétricos e chegou a uma conclusão ousada: baterias, tais 
quais os nossos botijões de gás no Brasil, seriam apenas recipientes onde se armazena energia, e não 
propriedade do usuário. Em vez de um carro passar horas para ser reabastecido em uma tomada 
normal, poderia ser levado a um posto de serviço, onde baterias previamente carregadas poderiam ser 
rapidamente trocadas.
Ainda mais ousado do que isso, inspirado no procedimento já praticado pelas operadoras de telefonia 
celular, veículos poderiam ser disponibilizados de graça aos clientes, desde que eles assinassem um 
pacote de serviços. Ou seja, em vez de o cliente comprar um carro, compraria um plano de quilômetros 
e receberia um carro novo.
 Saiba mais
Para conhecer mais sobre o projeto brasileiro Proálcool, 
acesse o site: <http://www.biodieselbr.com/proalcool/pro-alcool/
programa-etanol.htm>.
Pesquise na internet também a respeito de Shimon Peres, Shai Agassi, 
Carlos Ghosn e o Fórum Econômico Mundial.
A ambiciosa ideia de Shai Agassi, que foi apoiada por ninguém menos que o estadista Shimon 
Peres e, posteriormente, pelo executivo brasileiro Carlos Ghosn, é carregada de expectativas e 
riscos altíssimos. Observe que um alto executivo da indústria automobilística demoliu a ideia, 
recomendando veementemente que fosse abandonada. Certamente, não se trata de uma maldade 
ou mesmo de um jogo de interesses; esse executivo está apoiado em dados e pesquisas que indicam 
que não é um empreendimento que deve receber esforços. Porém, a ideia de tirar do papel o sonho 
dos carros elétricos foi adotada por esses homens, que não são apenas ambiciosos, mas acima de 
tudo teimosos.
Em maior ou menor nível, trata-se de um exemplo extremo de empreendedorismo, pessoas 
que superam as dificuldades para tornar algo uma realidade. Esse mesmo exemplo pode ser 
transportado para muitas outras iniciativas, e nós, como administradores e contadores, iremos 
lidar com empreendedores.
13
AD
M
-C
CT
B 
\u2014
 R
ev
isã
o:
 A
nd
re
ia
 -
 D
ia
gr