saude adolecentes
235 pág.

saude adolecentes


DisciplinaLivros17.012 materiais92.413 seguidores
Pré-visualização50 páginas
frituras, condimentos, enlatados, 
salame, presunto e mortadela).
\u2022 Evitar café, chá preto, refrigerantes escuros.
\u2022 Evitar dietas emagrecedoras (causam hipoglicemia e redução da salivação).
\u2022 Comer bem lentamente, mastigar bem os alimentos e respeitar os horários das 
refeições.
\u2022 Evitar o jejum prolongado. É aconselhável a inclusão no café da manhã de frutas e 
queijo branco.
\u2022 Contraindicar o fumo e bebidas alcoólicas.
\u2022 Beber no mínimo um litro e meio de líquido por dia.
\u2022 Fugir do estresse.
Fumo, álcool e outras drogas: a adolescência é uma época de experimentação. É 
importante trabalhar com essa faixa etária o risco destes hábitos para a saúde geral, além de 
poderem causar mau hálito, câncer bucal, mancha nos dentes ou doença periodontal.
22.6 Outras situações
A equipe deve estar preparada para orientar o usuário sobre os riscos da colocação do 
piercing na boca, respeitando, contudo, a liberdade de cada um em fazê-lo, orientando adequada 
higiene e cuidado preventivo para danos maiores à saúde na lógica da redução de danos.
As doenças sexualmente transmissíveis também merecem atenção especial na 
adolescência, uma vez que muitas delas apresentam manifestações bucais ou tem a boca como 
porta de entrada, sendo que o dentista deve estar apto a detectá-las e conduzi-las em equipe.
Higiene bucal:
Estimular a escovação e o uso de fio dental. Comentários sobre como o cuidado da 
saúde bucal torna o sorriso mais bonito e o hálito mais agradável, que facilitam as relações 
pessoais e sociais, podem estimular o autocuidado. Escutar o adolescente/jovem sempre antes 
de trabalhar os conceitos e a introdução de novos hábitos, conduzindo a conversa para temas 
de seu interesse e usando estratégias pactuadas em conjunto.
As gengivas sangrando fazem com que muitas vezes o adolescente não escove a área 
que apresenta problemas. Orientar que, quanto mais escovar e passar fio dental na área afetada, 
mais rápido as condições da região poderão melhorar.
131
Ministério da Saúde
Orientações gerais para o controle de placa bacteriana
\u2022 A remoção de placa bacteriana dental é feita mecanicamente, com o auxílio da escova 
e do fio dental, em média três vezes ao dia, preferencialmente em até meia hora após 
as principais refeições e imediatamente antes de dormir.
\u2022 A escova dental deve ter cerdas de mesmo tamanho, macias e com pontas 
arredondadas, cabeça pequena (ponta onde se localizam as cerdas) e deve ser 
trocada, em média, a cada três meses.
\u2022 O fio ou fita dental deve ser usado(a) em associação com a escova.
\u2022 Com o fio dental bem esticado, usando somente a parte limpa do fio, deve-se deslizá-lo 
suavemente entre os dentes e a gengiva, fazendo movimentos delicados.
\u2022 Repetir o processo em todos os espaços interdentais.
\u2022 O ideal é começar pelos últimos dentes (ir de um lado até o lado oposto da arcada).
\u2022 Uso da escova dental \u2013 com a escova paralela à linha da gengiva, deve-se escovar 
pressionando suavemente suas cerdas, para que elas penetrem entre os dentes e a 
gengiva, fazendo movimentos verticais curtos.
\u2022 A mesma operação deve ser feita na face interna dos dentes, usando a escova 
na vertical.
\u2022 Deve-se fazer o mesmo na parte superior dos dentes. Para completar, é necessário 
também escovar a língua.
\u2022 Incentivar a visita ao serviço odontológico.
Lembretes:
\u2022 O café, tabaco ou cigarro, chá e bebidas gasosas com corantes pigmentam as 
superfícies dos dentes. A limpeza destes pigmentos pode ser realizada pela equipe de 
saúde bucal.
\u2022 O cigarro pode provocar a doença periodontal, na inserção das gengivas com os 
dentes, formando assim uma inflamação das gengivas até as bolsas periodontais.
\u2022 As pessoas diabéticas são mais propensas a sofrer doença periodontal, por isso devem 
ter mais cuidado com os dentes.
22.7 Promoção da saúde bucal em adolescentes
A quantidade de carboidratos e açúcares (doces) influencia na formação da placa 
bacteriana responsável pela cárie e pela doença periodontal, portanto as refeições devem ser 
equilibradas com os outros tipos de alimentos. Se depois das refeições não for possível escovar 
 132
Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na atenção básica
os dentes, é importante bochechar a boca ou mastigar uma goma de mascar sem açúcar para 
limpar todas as superfícies dos dentes.
Para se despertar o interesse dos adolescentes para a saúde bucal, é fundamental que 
se perceba qual o real valor e sentido da boca nesse grupo. Entre as várias funções da boca 
para os seres humanos, como a fala, a estética e a alimentação, destaca-se aqui o exercício 
da afetividade e da sexualidade. Nesse sentido, o beijo é para os adolescentes expressão 
extremamente valiosa.
Portanto, uma abordagem coletiva acerca do ato de beijar, os empecilhos do bom 
desempenho no beijar, quando se tem mau hálito ou quando os dentes se apresentam com 
problemas, são estratégias que têm se mostrado muito mais eficazes que as técnicas tradicionais 
de educação em saúde bucal.
O beijo, sendo um tema mobilizador para o grupo, desperta o interesse dos adolescentes 
para as questões de saúde bucal, propiciando um bom ambiente para se estabelecer um processo 
de promoção de saúde. Em especial, se usadas técnicas de problematização, pedagogias que 
possibilitem o diálogo, a troca de saberes entre os profissionais de saúde e os adolescentes. 
É importante frisar que, por meio da técnica de problematização, usando como tema o beijo, 
deve-se perceber o ponto de vista dos adolescentes, os sentidos que eles atribuem aos objetos e 
ações sociais que desenvolvem (SILVEIRA FILHO; MEDEIROS; JUSTO, 2006).
Leia também o artigo: SILVEIRA FILHO, A. D. de; MEDEIROS, I. Y; JUSTO, C. M. P. O beijo 
como mobilizador para educação em saúde: ênfase na saúde bucal de adolescentes. Revista 
Brasileira de Saúde da Família, ano 7, n. 12, out./dez. 2006. Disponível em: <http://dab.saude.
gov.br/portaldab/biblioteca.php?conteudo=publicacoes/revista_saude_familia12>. Acesso em: 
26 ago. 2015.
Dicas para favorecer a adoção de hábitos bucais saudáveis pelos (as) adolescentes:
\u2022 Quanto melhor o exemplo positivo dos pais, melhor a percepção dos adolescentes da 
importância da saúde bucal.
\u2022 Uma das principais razões apontadas pelos adolescentes com o cuidado insuficiente 
em saúde bucal foi a falta de tempo.
\u2022 Ações coletivas em saúde bucal são eficazes no combate das doenças prevalentes 
da cavidade bucal (cárie dentária e doença periodontal) e na incorporação de 
hábitos saudáveis.
\u2022 Atividades de educação em saúde bucal são as ações coletivas mais difundidas, use 
temas mobilizadores como o \u201cbeijar\u201d, a importância da função estética dos dentes, 
ascensão social e progressão no trabalho em função dos dentes, a boca como 
manifestação de afetividade e sexualidade, entre outros.
133
Ministério da Saúde
Orientações:
\u2022 A UBS é o local para atendimento dentário preventivo e curativo.
\u2022 Explicar o mecanismo de produção de cáries.
\u2022 Explicar a técnica de escovação.
\u2022 Orientar sobre o consumo de alimentos que propiciam a formação de cáries 
(açúcares+bactérias= ácidos que lesam o esmalte).
\u2022 Recomendar uma dieta balanceada, que não seja alta em carboidratos, e desaconselhar 
o consumo de doces.
\u2022 Desaconselhar o consumo de alimentos cítricos, pois provocam a desmineralização 
do esmalte.
\u2022 Desaconselhar alimentos duros, caramelos, gelo, para impedir microfraturas na 
estrutura dentária.
\u2022 Desaconselhar o uso de qualquer tipo de agentes branqueadores corrosivos. 
\u2022 Orientar que, se o adolescente não puder escovar os dentes depois de comer, deve 
usar goma de mascar sem açúcar ou bochechar.
Integração programas e rede: a equipe de saúde bucal deve estar integrada à rede de 
cuidados dos(as) adolescentes e a espaços sociais, culturais e educacionais do território. Nesse 
sentido, vem se consolidando cada