ED Economia e negocios do 1 ao 13.
7 pág.

ED Economia e negocios do 1 ao 13.


DisciplinaEconomia I26.006 materiais188.704 seguidores
Pré-visualização2 páginas
incorreta.
	E
	I, II e III, estão corretas.  
	Conforme Cézar Roberto Leite da Silva e Sinclayr Luiz na obra Economia e mercados: introdução à economia.19ª edição, São Paulo, Editora Saraiva, 2010, p.24, \u201cum sistema econômico pode ser definido como a reunião dos diversos elementos participantes da produção e do consumo de bens e serviços que satisfazem às necessidades da sociedade, organizados não apenas do ponto de vista econômico, mas também social, jurídico, institucional etc.\u201d 
Leia atentamente as seguintes afirmativas relacionadas aos diferentes sistemas econômicos
I A economia de mercado reúne três elementos principais: livre iniciativa, presença do Estado e elementos de uma economia capitalista.
II No caso da livre iniciativa, cada agente econômico se preocupa em desempenhar o papel de gerenciar o bom funcionamento do sistema de preços.
III No caso da economia de mercado, há uma espécie de \u201cmão invisível\u201d que obriga todos os agentes a se comportarem de forma solidária, especialmente em relação à fixação de preços.
Em relação as afirmativas acima:
	A
	somente a I está incorreta.
	B
	somente a I está correta.
	C
	I, II e III estão incorretas.
	D
	somente a III está incorreta.
	E
	I, II e III estão corretas.
	Conforme Cézar Roberto Leite da Silva e Sinclayr Luiz na obra Economia e mercados: introdução à economia.19ª edição, São Paulo, Editora Saraiva, 2010, p.24, \u201cum sistema econômico pode ser definido como a reunião dos diversos elementos participantes da produção e do consumo de bens e serviços que satisfazem às necessidades da sociedade, organizados não apenas do ponto de vista econômico, mas também social, jurídico, institucional etc.\u201d  
Dentre as principais características de uma economia capitalista, não podemos incluir:
	A
	Capital.
	B
	Propriedade privada dos meios de produção dada a existência do capitalista.
	C
	Decisões relativas ao preço sob comando de uma central planificadora.
	D
	Divisão do trabalho por meio da especialização do trabalho e da mecanização da produção.
	E
	Existência da moeda.
	Em cada sistema econômico é possível encontrar grande e diversificado número de empresas. Cada uma delas, ora de forma diferente ora de forma idêntica às demais, organizam fatores de produção e, de tal organização, produzem bens ou prestam serviços. Devido grande diversidade de empresas e atividades que desempenham, há possibilidade de classificar a produção utilizando determinado critério que atende características fundamentais de sua produção. 
Acerca do assunto, suponha esteja lendo algum jornal e veja as seguintes manchetes:
Manchete I \u2013 A produção de grãos cresceu aproximadamente 10% nos meses de janeiro a maio, no Brasil, comparativamente ao mesmo período do ano anterior.
Manchete II \u2013 O número de matrículas no ensino médio decresceu significativamente, o que pode explicar a retração do setor da educação.
Manchete III \u2013 A preferência por transporte público, provavelmente, causará impactos no setor automobilístico nos próximos anos.
As manchetes de jornal fazem referência, respectivamente, aos setores:
	A
	Primário, secundário e terciário.
	B
	Terciário, secundário e primário.
	C
	Secundário, primário e terciário.
	D
	Secundário, terciário e primário.
	E
	Primário, terciário e secundário.
	Economia é a ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as necessidades humanas. Portanto, estuda o problema da produção e da distribuição de bens e serviços, produzidos pela sociedade para dar atendimento às necessidades de consumo da própria sociedade. 
Há diferentes tipos de bens, mas especificamente sobre os bens de consumo, podemos afirmar que
	A
	são bens intangíveis que satisfazem indiretamente às necessidades humanas.
	B
	são bens livres, já que podem ser escolhidos livremente pelos consumidores.
	C
	são, em geral, bens econômicos, já que necessitam de uma compensação monetária para serem adquiridos e consumidos.
	D
	são bens de capital, já que necessitam da contrapartida monetária para serem adquiridos e consumidos.
	E
	referem-se, única e exclusivamente, aos serviços, considerados como bens tangíveis.
	Para entender o funcionamento do sistema econômico, usamos o modelo do Fluxo Circular da Renda e seus sub-fluxos (real e monetário). 
Sobre o Fluxo Circular de Renda
I por simplificação, os agentes econômicos são as famílias (unidades familiares) e as empresas (unidades produtoras).
II as famílias são proprietárias dos fatores de produção e os fornecem às unidades de produção (empresas) no mercado dos fatores de produção.
III as empresas, pela combinação dos fatores de produção, produzem bens e serviços e os fornecem às famílias no mercado de bens e serviços.
IV as empresas são proprietárias dos fatores de produção e, desta forma, têm o direito de utilizá-los.
Em relação as afirmativas acima:
	A
	somente a I está incorreta.
	B
	somente a II está incorreta.
	C
	I e III estão incorretas.
	D
	I e IV estão incorretas.
	E
	I, II e III estão corretas.
	A curva (ou fronteira) de possibilidades de produção (CPP) expressa a capacidade máxima de produção da sociedade, supondo pleno emprego dos recursos ou fatores de produção de que se dispõe em dado momento do tempo. Trata-se de um conceito teórico com o qual se ilustra como a escassez de recursos impõe um limite à capacidade produtiva de uma sociedade, que terá de fazer escolhas entre diferentes alternativas de produção. 
Considere inicialmente as Alternativas de Possibilidades de Produção abaixo demonstradas:
Esse quadro nos fornece as possibilidades de produção de uma planta que, por hipótese, pode produz apenas dois tipos de bens: ferro e aço. 
Considerando então os dados apresentados, assinale a afirmativa correta:
	A
	Caso a planta aumente a produção de aço de D para E, o custo de oportunidade em termos de ferro será de 3 milhões de toneladas de ferro.
	B
	O custo de oportunidade de se aumentar a produção de ferro de 20 para 40 milhões de toneladas é de 15 milhões de toneladas de aço.
	C
	O custo de oportunidade será igual a zero se a planta passar do ponto A para o ponto F, uma vez que ela continuará a produzir em uma situação de pleno emprego.
	D
	O custo de oportunidade de aumentar a produção de aço de 15 para 22 milhões de toneladas será de 40 milhões de toneladas de ferro.
	E
	Não há que se falar em custo de oportunidade quando são apresentados dados referentes alternativas de possibilidade de produção ou curva de transformação.
	\u201cOlhando o mundo real, verifica-se que não há necessidades de grandes reflexões para concluir pela existência de diversos tipos ou estruturas de mercado. Estes se diferenciam tanto pelo número de compradores e/ou vendedores envolvidos quanto pela homogeneidade ou não do produto transacionado\u201d. (Souza, N. J.  Introdução à economia, São Paulo, Editora Atlas, p.115, 1996.)
 
Sobre as estruturas de mercado, analise as afirmativas abaixo:
 
I O mercado de concorrência perfeita se caracteriza pela ausência de poder de mercado relativo entre os agentes.
II Os mercados de concorrência imperfeita se caracterizam pela presença de poder de mercado relativo entre os agentes.
III A Economia de Mercado concreta, ao longo de sua evolução, tem sido marcada pela crescente preponderância da competição imperfeita no curto prazo.
IV A presença de poder de mercado em relação aos demais agentes implica na existência somente de monopólios.
 
Em relação as afirmativas acima:
	A
	todas estão corretas, exceto a I.
	B
	todas estão corretas, exceto a II.
	C
	todas estão corretas, exceto a III.
	D
	todas estão corretas, exceto a IV.
	E
	Todas as afirmações estão corretas.