SINDROME DO TUNEL DO TARSO

SINDROME DO TUNEL DO TARSO


DisciplinaAnatomia I35.201 materiais269.145 seguidores
Pré-visualização2 páginas
é a fascite plantar.
Tendinite de Aquiles está associado com dor no calcanhar posterior.
Fraturas por estresse do calcâneo são mais prováveis de ocorrer em atletas que participam de esportes que exigem a correr e saltar.
Atrofia do calcanhar pode apresentar com dor no calcanhar plantar difusa, especialmente em pacientes que são mais velhos e obesos.
Prolapso de disco intervertebral lombar.
O diagnóstico é basicamente clínico, avaliação dos possíveis diagnósticos diferenciais e qualquer causa subjacente específica da Síndrome do túnel do Tarso.
Eletromiografia (EMG) e a eletroneuromiografia pode ser útil para confirmar o diagnóstico.
A ressonância magnética pode ser usada para identificar quaisquer lesões subjacentes e o local específico da compressão.
Como Pode ser Tratada?
 O tratamento basicamente envolve a diminuição da pressão dentro do túnel. Isso pode ser feito de diferentes maneiras, dependendo muito da causa da compressão em cada paciente. As técnicas para a melhora do quadro incluem medicações, palmilhas, fisioterapia e cirurgia.
 Tratamento pode incluir órteses, manipulação e descascamento facial pode ser benéfico.
Arco suporta e sapatos mais amplos com êxito podem aliviar o desconforto da síndrome do túnel do Tarso.
Se a inflamação do nervo está causando a compressão, drogas anti-inflamatórias não-esteróides podem ser benéficas.
Injeções de esteróides podem também ser eficazes.
Órteses para pés chatos associados.
A fisioterapia possui métodos e recursos que têm como foco eliminar o edema, diminuir o quadro álgico e restabelecer a função motora e sensibilidade comprometida. Para tal, a termoterapia, eletroterapia, cinesioterapia, hidroterapia, fototerapia e técnicas manuais são de grande utilidade para resolução do quadro clínico.
É importante dizer que o treinamento proprioceptivo é de grande valia para estes casos, pois auxilia no fortalecimento da musculatura e estabilização articular, culminando na redução da incidência de entorses de tornozelo e reincidências de traumas na região.
Como preconizado, a cirurgia só é indicada em casos onde os tratamentos anteriormente descritos não surtiram efeito e em lesões ocupadoras de espaço. Sendo assim, cabe uma boa avaliação multiprofissional que decida pelo bem-estar do paciente.
Cirurgia da Síndrome do Túnel do Tarso
Descompressão cirúrgica pela seção do retináculo flexor deve ser considerada quando sintomas significativos não respondem ao tratamento conservador.
Descompressão deve ser realizada mais cedo para evitar fibrose do nervo.
Liberação do túnel do Tarso tem demonstrado ser muito eficaz no alívio dos sintomas.
Prognóstico da Síndrome do Túnel do Tarso
Liberação cirúrgica melhora ou resolve os sintomas da Síndrome do Túnel do Tarso em 85% a 90% dos casos.