Relatório Polaridade Molecular   Solubilidade e Miscibilidade final
6 pág.

Relatório Polaridade Molecular Solubilidade e Miscibilidade final


DisciplinaQuímica Geral I20.228 materiais344.431 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Óleo Mineral
Água
Miscível
Miscível
Imiscível
Imiscível
Etanol
Miscível
Miscível
Imiscível
Acetona
Miscível
Imiscível
Água e Etanol: a molécula de água, por ser polar, interage com a parte polar do etanol (-OH) formando ligações de hidrogênio com as moléculas de água. Estas ligações são tão fortes quanto às forças intermoleculares da substância pura. Dessa maneira, as duas substâncias são miscíveis. 
Água e Acetona: a carga negativa no oxigênio da acetona interage com a parte positiva da água, formando uma ligação dipolo-dipolo. Logo, a solução é miscível. 
Água e Gasolina: a gasolina por ser formada por hidrocarbonetos é apolar, enquanto a água é polar. Baseando-se no fato de que semelhante dissolve semelhante podemos dizer que a água e a gasolina são imiscíveis. 
Água e Óleo mineral: o óleo mineral com sua extensa cadeia de hidrocarbonetos é apolar, enquanto a água é polar, logo acorre à mesma situação da água com a gasolina, onde apenas semelhante dissolve semelhante. Logo, a mistura água e óleo mineral são imiscíveis. 
Etanol e Acetona: ocorre interação de hidrogênio com a parte polar do álcool e o oxigênio da acetona. Logo, a solução de etanol e acetona é miscível devido à afinidade entre os compostos.
Etanol e Gasolina: a parte apolar do etanol tem forte afinidade com a gasolina que é apolar. Logo, ambos os compostos são miscíveis.
 
Etanol e Óleo mineral: o óleo mineral possui uma extensa cadeia de carbono tornando-o muito mais apolar que o etanol. Logo, a solução etanol e óleo mineral são imiscíveis.
 
Acetona e Gasolina: a acetona é parte apolar e a gasolina é apolar. Portanto, a solução é miscível. 
	CONCLUSÃO
	A partir desta experiência, foi possível concluir que algumas substâncias são solúveis entre si, enquanto outras são insolúveis. A solubilidade das substâncias depende da polaridade das substâncias envolvidas, bem como das forças intermoleculares das substâncias.
	REFERÊNCIAS
	
www.oblogdomestre.com.br/2012/04/miscibilidade.html
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/quimica/polaridade-das-moleculas.htm
www.ifrj.edu.br/webfm_send/558
Theodore L. Brown, H. Eugene Lemay, Jr., Bruce E. Bursten. Química, a Ciência Central. 9ª edição, Pearson Prendice Hall, 2005.
ATKINS, Peter; JONES, Loretta. Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente, 3ª edição, 2007.
AGUILAR, M. S. Apostila de aulas práticas de Química geral. Universidade Estácio de Sá. 2017. p. 12-13.