C.C 2 TRIBUTÁRIO
1 pág.

C.C 2 TRIBUTÁRIO


DisciplinaDireito Tributário I20.400 materiais266.323 seguidores
Pré-visualização1 página
Caso Concreto 
Em meio a uma crise política e econômica em 2015, o Governo Federal apresentou ao Congresso Nacional um projeto de lei orçamentária com um déficit de 30,5 bilhões de reais. À época, questionamentos políticos e econômicos foram levantados e o cerne da questão gira em torno de um dos princípios orçamentários mais relevantes, que congrega todos os elementos da atividade financeira do estado. 
Indaga-se:
 1) A questão que se levantou é se estaria o poder executivo autorizado a propor um projeto de lei com este desequilíbrio? Identifique o princípio orçamentário referente e como os elementos do Direito Financeiro se relacionam no caso. Não seria possível, pois atenta contra o princípio do equilíbrio orçamentário que indica que as despesas não devem ultrapassar as receitas previstas para o exercício financeiro, bem como o artigo 167, inciso, II da CF/88, que veda a realização de despesas que excedam os créditos orçamentários. 
 2) Como ficaria com base na legislação atual?
Questão objetiva 
Julgue os seguintes itens relativos à receita pública e marque a opção correta.
 a) Todo tributo advém da Receita Originária. (não, receita derivada)
b) Ingresso e receita constituem sinônimos. (não, receita incorpora o patrimônio do Estado, ingresso não)
c) Os tributos constituem receita derivada cobrada mediante atividade administrativa vinculada ou discricionária. (apenas vinculada, não cabe cobrança discricionária de tributo, uma vez que o tributo deve ser cobrado mediante a presença do fato gerador, não cabendo apreciação subjetiva, nem juízo de \u201coportunidade e conveniência\u201d, ou seja, sua cobrança está vinculada à lei.) 
d) Receita originária é aquela em que o Estado atua como particular e receita derivada é aquela em que o Estado atua através do seu poder de império. 
e) Receita derivada é aquela em que o Estado atua como particular e receita originária é aquela em que o Estado atua através do seu poder de império. (Não, receita derivada é aquela que advém do constrangimento do patrimônio de particulares, por força do poder de império do Estado. Receita originária é aquela que decorrem da exploração do bem público pelo próprio Estado).