Aula 01 a 10 propriedade intelectual
15 pág.

Aula 01 a 10 propriedade intelectual


DisciplinaPropriedade Intelectual408 materiais855 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Aula 01
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do 
Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:... 
Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o 
Judiciário. 
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo - se aos brasileiros e 
aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igu aldade, à segurança e 
à propriedade, nos termos seguintes: 
\u2022 inviolabilidade do direito à vida... 
\u2022 ... à liberdade... 
\u2022 ... à igualdade... 
\u2022 ... à segurança ... 
\u2022 ... à propriedade... 
NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL \u2013 1988 - PRINCÍPIOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS: 
\u2022 Dignidade da pessoa humana 
\u2022 Valores sociais do trabalho e da livre iniciativa 
\u2022 Poderes da União \u2013 Legislativo, Executivo e Judiciário. 
\u2022 Todos são iguais perante a lei ... 
\u2022 ... É livre a manifestação de pensamento, sendo vedado o anonimato ... 
\u2022 ... É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de 
censura ou licença ... 
\u2022 ... Invioláveis a intimidade, vida privada e a imagem das pessoas ... 
\u2022 ... Inviolável o sigilo de correspondência ... 
\u2022 ... Direito de propriedade ... 
\u2022 ... Direito exclusivo dos autores a reprodução da obra ... 
\u2022 ... Proteção as participações individuais em obras coletivas ... 
\u2022 ... Inventos industriais/privilégio temporário... 
NOÇÕES DE DIREITO PENAL \u2013 LEI 2848 DE 07/DEZ/1940
\u2022 Crime doloso e culposo ... 
\u2022 ... Tipos de ação penal (publica e privada)... 
... Crimes contra honra ... 
\u2022 ... Crimes contra o patrimônio (furto e roubo)... 
\u2022 ... Crimes contra Propriedade Intelectual ... 
NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO \u2013 DECRETO LEI 5452 \u2013 1º DE MAIO DE 1943
\u2022 Definição de empregador... 
\u2022 ... Definição de empregado ... 
\u2022 ... Desídia (questão envolvendo e-mail funcional)... 
NOÇÕES DE DIREITO CIVIL \u2013 LEI 10406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002. 
\u2022 Dos contratos em geral ... 
\u2022 ... Da formação dos Contratos (com ênfase no contrato de adesão)... 
NOÇÕES DE DIREITO DO CONSUMIDOR: LEI 8078 \u2013 DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. 
\u2022 Definição de Consumidor ... 
\u2022 ... Definição de Fornecedor ... 
\u2022 ... Definição de Produto... 
\u2022 ... Definição de Serviço ..
\u2022 ... Publicidade Enganosa e Abusiva ... 
\u2022 ... Da proteção contratual ... 
LEI DE DIREITOS AUTORAIS \u2013 LEI 9610 \u2013 DE 19 DE FEVEREIRO DE 1988. 
\u2022 ... Obra ... 
\u2022 ... Obras protegidas ... 
\u2022 ... Autoria das obras ... 
\u2022 ... Registro das obras ... 
\u2022 ... Dos Direitos de Autor ... 
\u2022 ... Dos direitos Morais do autor ... 
\u2022 ... Dos direitos Patrimoniais do Autor ... 
\u2022 ... Limitações dos Direitos Autorais ... 
PROTEÇÃO INTELECTUAL DO PROGRAMA DE COMPUTADOR \u2013 LEI 9609 \u2013 DE 19 DE FEVEREIRO DE 1988. 
\u2022 Da proteção do autor e do Registro ... 
\u2022 ... Quando o programa pertence exclusivamente ao empregador ... 
\u2022 ... Quando o programa pertence exclusivamente ao empregado ... 
\u2022 ... Das garantias ao usuário do programa de computador... 
\u2022 ... Dos Contratos de Licença de uso e transferência de tecnologia ... 
\u2022 ... Das infrações e penalidades ... 
NOÇÕES DE DIREITO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL \u2013 LEI 9279 DE 14 DE MAIO DE 1996. 
\u2022 ... Patentes ... 
\u2022 ... Desenho Industrial ... 
\u2022 ... Marcas ... 
\u2022 ... Indicações Geográficas ... 
\u2022 ... Crimes contra concorrência desleal ... 
NOÇÕES DE ÉTICA 
\u2022 Ética, Moral e Direito vs Tecnologia ... 
\u2022 ... Ética no Exercício Profissional ... 
Direito Constitucional: Direito submetido a uma Constituição. Referente à Constituição de um Estado. 
Fundamentado na organização e no funcionamento de um Estado
Direito Constitucional: é importante pois, além de ser a lei maior, é nela em que aparecem os direitos 
exclusivos do Autor sobre sua obra, onde também encontramos a proteção e direitos a honra, imagem e o 
nome (título de uma obra, por exemplo). 
Direito Penal: dentre outros detalhes, nos dá a noção de Furto ou Roubo, sendo importante tal análise 
para se consubstanciar a possibilidade ou não do furto de informação; além de Crimes Contra Propriedade 
Intelectual. 
Direito do Trabalho: temos as definições de empregado e empregado; na primeira fazemos a relação 
entre empregado e, por exemplo, cooperativado. 
Direito Civil: temos como principal tema os contratos, sua formação e validade jurídica. 
Código de Defesa do Consumidor: duas definições são importantes, a de produto e serviço. 
Dos Princípios Fundamentais: No Brasil, a forma de estado adotada é a de uma Federação que significa a 
coexistência pacífica em um mesmo território de unidades dotadas de autonomia pública, possuindo tipos 
de competências exclusivas e discriminadas no texto constitucional. 
FORMA DE ESTADO: Federação 
UNIDADES: Autonomia Pública 
O Brasil tem como forma de governo a República \u2013 forma adotada desde 1889 \u2013 e continuou por todas 
as consequentes Cartas Magnas (Constituições). Uma das principais características dessa forma de governo é 
a obrigatoriedade de alternância de poder. 
Em relação ao regime político, o caput do artigo 1º da Constituição versa : \u201cconst itui-se um Estado 
Democrático de Direito...\u201d. 
Estado Democrático de Direito: vem traduzir a ideia de um Estado em que todas as pessoas e todos os 
poderes estão sob o manto do império da Lei e do Direito, e no qual os poderes públicos tenham de ser 
exercidos por representantes do povo, visando à tentativa de assegurar às pessoas uma igualdade em 
termos materiais, ou seja, as condições materiais mínimas necessárias a uma vida digna.
A Carta Magna (Constituição) determina que os alicerces da República Federativa do Brasil são: 
a. A soberania. 
b. A cidadania. 
c. A dignidade da pessoa humana. 
d. Os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa. 
e. O pluralismo político. 
PODERES DA UNIÃO 
EXECUTIVO: cabe exercer as funções de Governo e Administração. 
LEGISLATIVO: cabe principalmente a elaboração das leis. 
JUDICIÁRIO: atribui-se o exercício da jurisdição, significando isso dizer qual o direito aplicável ao caso concreto na hipótese de litígio
Aula 02
Artigo 5º, X - Inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e da imagem das pessoas 
São invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito à 
indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação. 
No caso de violação a um desses bens da pessoa, ocorre o que chamamos de indenização. A indenização 
poderá ser cumulativa, o que significa que poderá ser reconhecido o direito de indenização pelo dano 
material e moral. 
ARTIGO 5º, XI - INVIOLABILIDADE DOMICILIAR 
A casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, 
salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação 
judicial. 
É importante ressaltar que esta inviolabilidade não alcança somente a \u201ccasa\u201d (residência do indivíduo). 
Ela compreende, também, qualquer outro recinto fechado, não aberto ao público, ainda q ue de natureza 
profissional, como escritório de advocacia, consultório médico, dependências privadas de empresas e etc. 
Esse dispositivo colocou por terra a possibilidade de determinações administrativas de busca e apreensão 
de documentos, prática, hoje, absolutamente inconstitucional. 
ARTIGO 5º, XII - INVIOLABILIDADE DE CORRESPONDÊNCIA 
Esse dispositivo colocou por terra a possibilidade de determinações administrativas de busca e apreensão 
de documentos, prática, hoje, absolutamente inconstitucional. 
ARTIGO 5º, XXII E XXXI - DIREITO À PROPRIEDADE 
ONTEM - Na época do Liberalismo, o direito à propriedade era visto como um direito absoluto, 
consubstanciado nos poderes de usar, fruir, dispor da coisa, bem como reivindicá -la de quem indevidamente 
a possuísse e oponível a todas as demais pessoas. 
HOJE - Atualmente,