FISICAI EX5 sem5
3 pág.

FISICAI EX5 sem5


DisciplinaFísica I26.333 materiais894.815 seguidores
Pré-visualização1 página
EXERCÍCIO 5 
Chamamos de \u201cmovimento livre\u201d no campo gravitacional aquele executado por um objeto 
\u2013 sem propulsão como um foguete ou avião \u2013 e livre da resistência o ar. 
A única força atuante é o peso do projétil 
= = = -(m·g)· . 
Aplicando a 2ª Lei de Newton: -(mg) = m. :· = -g ou = 0. - g 
Conclusão: no movimento livre no campo gravitacional a aceleração de um projétil tem 
componente: = 0 e ay = -g . 
Para a análise do lançamento vertical da bola (como movimento livre no campo 
gravitacional), primeiramente, adota-se um referencial cartesiano: eixo 0y vertical) e eixo 
0x horizontal) paralelo ao solo, conforme segue. 
 
Acionando-se o cronômetro no ato do lançamento da bola (t = = 0) as condições iniciais 
do movimento são: 
Eixo x Eixo y 
 =0 
 = 0 
 = 0 
 =h = + 9 m 
 = + 12 m/s 
 =-g = - 10 m/s² 
 
Sendo = 0 e 0, o movimento da bola é unidimensional( movimento retilíneo na 
direção do eixo 0y). Para obter as respostas aos itens formulados adaptam-se as funções 
horárias das componentes da aceleração, velocidade do espaço para os dados 
fornecidos pelas condições iniciais: 
Eixo x Eixo y 
 = 0 
 = = 0 
x = = 0 
 = - g = -10 m/s² 
(t)= 12 - 10t (I) 
y(t) = 9 + 12t -5t² (II) 
 
 
 
a) A altura máxima atingida pela bola 
Considerações 
\u2022 Na ascensão, o movimento é progressivo, mas retardado: a componente vertical 
da velocidade diminui a razão de 10 m/s em cada t = 1 s, até se anular. 
\u2022 Quando = 0, a altura atingida pela bola é a máxima ( y = ;depois ela 
começa o descenso, período em que a velocidade aumenta em módulo até o 
impacto com o solo. 
 
y = 
 = 0. 
 
Para se determinar y = por meio da função y(t) é necessário conhecer o instante
 para o qual a bola atinge a altura máxima. Para tal, escrevem-se as funçõesI e 
II ( da tabela acima)para t = : 
( ) = 12 - 10( 
( )= 0. 
Resolvendo \u2013 se o sistema: 
 0 = 12 \u2013 10.( ) \u2192 = = 1,2 s 
Para se determinar , substitui-se t por =1,2 s na função II (tabela): 
= 9 +12(1,2) \u2013 5(1,2)² = 16.2 m. 
Observação: a bola foi lançada de = 9 m; se = 16.2 m, a bola subiu 7,2 m antes de 
começar a viagem de retorno, rumo ao solo. 
 
b) A velocidade com que a bola atinge o solo. 
Para a identificação da velocidade de impacto com o solo, deve-se determinar o instante 
t = em que a bola colide com o solo. Substitui-se t = na função (t): 
( ) =12 - 10( ) 
Determinação de 
Em t = a bola impacta o solo em y( ) = 0. Substituindo-se t = na 
função y(t) tem-se: 
9 + 12( ) \u2013 5( )² = 0. 
As duas raízes desta equação de 2° grau podem ser obtidas por meio da Fórmula de 
Bhaskara: 
 = = = 
\u2022 = 3,0 s 
\u2022 = -0,60 s 
 Descartando a raiz negativa ( o tempo é sempre positivo), o tempo de queda será: 
)= 3,0 s 
Determinação da velocidade no ponto de impacto. 
Substituindo-se )= 3,0s na função (t): 
( ) =12 - 10( ) = 12 \u2013 10(3) = - 18 m/s 
O sinal negativo indica que o vetor velocidade tem sentido oposto ao do versor 
adotado. O vetor velocidade no ponto de impacto é, então, assim escrito: = -18. (m/s) 
 
c) O tempo de vôo da bola. 
O \u201ctempo de vôo\u201d é o intervalo de tempo em que a bola fica no ar. Corresponde ao 
intervalo = - . Sendo = 0, o \u201ctempo de voo\u201d da bola será = 
= 3 ( calculado no item b). 
 O \u201ctempo de voo\u201d da bola corresponde também ao \u201ctempo de subida\u201d + \u201ctempo de 
descida\u201d da bola. O \u201c tempo de subida\u201d é = - . Sendo = 0, = 
 = 1,2 s, conforme calculado no item (a). 
Como calcular o \u201ctempo de descida\u201d 
Para se calcular APENASo\u201d tempo de descida\u201d,podemos fazer a seguinte simplificação: 
considerar que o cronômetro foi acionado no instante em que a bola começa a descida, 
ou seja, as novas condições iniciais: 
= 0; 
= 16,2 m 
 = 0. 
Assim, durante a descida: = -10t e y\u2019(t\u2019) =16.2 \u2013 5.t\u2019². 
Impondo y\u2019 = 0 \u21920 =16,2 \u2013 5t\u2019² :· t\u2019 = = = 1,8 s. 
Conhecendo-se o \u201ctempo de subida\u201d ( 1,2 s), o \u201ctempo de voo\u201d será = 1,2 s + 1,8 s = 
3,0 s que corresponde ao \u201ctempo de queda\u201d.