Prevencao Trat Feridas Da Evidencia A Pratica
499 pág.

Prevencao Trat Feridas Da Evidencia A Pratica


DisciplinaEnfermagem Clínica265 materiais7.571 seguidores
Pré-visualização50 páginas
já 
mencionados. 
 
 
Figura 17 - Superficies de apoio. (Traduzido e adaptado de: International review. Pressure ulcer 
prevention: pressure, shear, friction and microclimate in context. A consensus document. 
London: Wounds International, 2010). 
 
Figura 18 - Categorias de úlceras de pressão e a superficie de apoio correspondente. (Traduzido 
e adaptado de: Rodriguez PM, Lópes CP, Garcia MP, Ibars MP. Superficies especiales para el 
manejo de la présion en prevención y tratamento de las ulceras por presión. Serie Documentos 
Técnicos GNEAUPP nº XIII. Grupo Nacional para el Estudio y Asesoramiento en Úlceras por 
Presión y Heridas Crónicas. Logroño. 2011). 
 
 
J - Manutenção das superfícies de apoio 
 
A BHTA (British Healthcare Trades Association) é a maior associação comercial na área da saúde 
no Reino Unido, representando mais de 400 empresas deste ramo. No coração desta associação 
está o Código de Boas Práticas que estabelece as normas que todos os membros devem atender 
para demonstrar as melhores práticas nos seus negócios. O código é reconhecido como o padrão 
da indústria do Reino Unido.9 
 
Os diversos tipos de superfícies de apoio são cobertos por uma capa de proteção impermeável, 
resistente ao estiramento, permeável aos vapores de água; tem como principal função proteger 
tanto a pele do utente como o interior do colchão contra os danos.9 
 
A exposição frequente e prolongada a soluções concentradas de desinfetantes pode envelhecer 
e danificar prematuramente os tecidos da capa dos colchões. As superfícies devem ser 
protegidas em uso, bem lavadas e completamente secas após a aplicação de um desinfetante.9 
 
Todas as capas de colchão revestido de poliuretano têm uma expetativa de vida útil no mínimo 
de 12 meses, segundo a BHTA. A maioria das capas deverá durar mais tempo em condições 
normais. A vida útil de uma capa pode ser afetada pelo aumento na frequência de uso, a 
quantidade de vezes que foi sujeita a limpeza e desinfeção, transferência de utentes e o uso 
mais frequente de meios mecânicos na transferência. As capas de colchão são mais susceptíveis 
a danos físicos quando estão molhadas e ainda serão susceptíveis por um período de tempo 
depois de secas.9 
 
Deve-se ter cuidado e fornecer especial proteção à capa do colchão quando se utiliza um 
dispositivo de transferência mecânica de utentes; ter também em atenção os bordos das tábuas 
de transferência e fivelas dos sistemas de transferência de utentes que podem prender e 
danificar o colchão durante a transferência.9 
 
Mover um colchão de um local para outro requer duas pessoas para o levantar e um carrinho 
ou uma estrutura de cama ou similar para o transporte (tabela 5 e 6).9 
 
 
Tabela 5 - Cuidados básicos a ter com as superfícies de apoio. 
 
Tabela 6 - Manuseio, armazenamento, embalagem e preservação de superfícies de apoio. 
· Colchões devem ser armazenados num local seguro, longe do público
· Nunca armazenar outras coisas por cima de um colchão
. Armazenar os colchões na horizontal
· Colocar uma cobertura protetora sobre os colchões durante o armazenamento
· Os colchões devem ser sempre manipulados por um mínimo de duas pessoas
· Não guardar colchões ao lado de radiadores ou outros dispositivos de aquecimento
· Não colocar directamente no chão
 
O sangue e outros fluidos corporais devem ser removidos com o auxílio de toalhetes de papel 
ou por outros meios antes da aplicação de agentes de limpeza e desinfetantes. Após a limpeza 
e desinfeção, o revestimento de poliuretano deve ser cuidadosamente lavado com água e 
enxaguado até ficar completamente seco. A utilização de desinfetantes deverá ser feita num 
ambiente bem arejado. Se não houver qualquer contaminação visível com sangue, urina, fezes 
ou outra matéria orgânica, será suficiente uma lavagem por fricção com água morna e um 
detergente neutro.9 
 
Produtos abrasivos e esponjas não devem ser utilizados. Fazer isso pode levar a superfície 
revestida de poliuretano a quebrar e permitir que fluidos possam passar devido à alteração da 
integridade da capa (strikethrough - fissura). Fabricantes e fornecedores podem especificar o 
uso de agentes desinfetantes ou processos de limpeza específicos.9 
 
 
Antes de usar 
 
Verificar se o colchão é o mais apropriado para o doente a que se destina; evitar o uso de 
qualquer capa ou a colocação de mais materiais (por exemplo, lençóis, resguardos de plástico, 
e outros) entre o doente e a superfície de apoio, pois isso pode afetar as características da 
superfície de apoio e prejudicar o utente.9 
 
Como verificar capas e colchões de espuma e o que procurar 
(deverá ser feita semanalmente e entre utentes) 
 
1. Verificar se há sinais de ruptura e / ou perfurações da capa e do colchão; 
2. Confirmar todas as costuras para quaisquer sinais de divisão ou rasgo; 
3. Verificar o fecho para quaisquer sinais de danos ou rasgo; 
4. Certificar se há sinais de manchas permanentes no colchão e na capa; 
5. Se alguns dos passos um a quatro estão presentes, deve-se verificar a condição do colchão 
usando o Mount Vernon Teste.9 
 
\u201cThe Mount Vernon Test\u201d - Testa a condição do colchão de espuma / viscoelástico. \u201cThe Mount 
Vernon Test\u201d deve ser realizado mensalmente ou quando existir qualquer dúvida sobre a 
condição do colchão de espuma. O teste irá verificar se o colchão ainda oferece o mesmo apoio 
e proteção adequada para o utente e se o colchão tem o efeito de "bottoming out". 
 
\u201cBottoming out\u201d é uma expressão que descreve o colchão ou superfície de apoio que já não está 
a proporcionar uma adequada redistribuição de pressão. A avaliação pode ser feita colocando a 
mão por baixo da superfície, sem levantar os dedos, e se sentir apenas alguns centímetros de 
espessura, cerca de 2,5 cm, então isso significa que o dispositivo já não possui as mesmas 
características e não está a exercer a sua função corretamente.4,6,8,9 
 
 
 
 
 
\u201cThe Mount Vernon Test\u201d 
 
· Com a capa no lugar, ajustar a altura da superfície da cama para o nível das ancas do avaliador; 
 
· ficar ao lado da cama e juntar as mãos para formar um punho; para colchões viscoelásticos 
usar as duas mãos cruzadas e planas - movimento de paragem cardiorrespiratória; 
 
· manter os cotovelos estendidos, inclinar para a frente e empurre o punho ou movimento de 
paragem cardiorrespiratória, para viscoelástico, no colchão ao longo dos sete pontos indicados 
abaixo. Tentar exercer a mesma pressão nos sete pontos (figura 19); 
 
· se a base da cama for sentida em qualquer ponto do colchão, tem provavelmente o efeito de 
"bottoming out" e as verificações adicionais devem ser empreendidas (abrir o fecho e remover 
a capa, verifique a face interna da capa e colchão de espuma para sinais de manchas e 
descoloração ou cheiro para confirmação da entrada de fluidos na espuma).9 
 
 
Figura 19 - Teste \u201cThe Mount Vernon Test\u201d. (Traduzido e adaptado de: Protect, Rinse and Dry: 
BHTA guidance on the care, cleaning and inspection of healthcare mattresses. British Healthcare 
trades Association, 2011. 
 
Quando uma superfície de apoio está em uso, deve-se verificar regularmente se o dispositivo 
está a funcionar corretamente, se mantém as mesmas características e se não apresenta danos 
ou stress do material. 
Verificar se um colchão de espuma não tem efeito de memória (quando sujeito a uma pressão 
assume essa deformação, quando deixa de estar sujeito à pressão volta ao seu estado normal). 
Assegurar que nos colchões ou sobre colchões de pressão alternada, as células insuflam