LEI  9.784
8 pág.

LEI 9.784


DisciplinaAdm. Poderes da Adm. Publica69 materiais192 seguidores
Pré-visualização4 páginas
no âmbito da administração federal, são aplicáveis apenas à administração federal direta. 
Verdadeiro ou Falso? 
04. (CESPE \u2013 2008 \u2013 STJ \u2013 Técnico Judiciário) Se, no curso de um processo administrativo, for suscitada dúvida quanto à 
autenticidade de uma assinatura, bastará que um servidor público ateste a sua veracidade, sendo desnecessário o 
reconhecimento de firma. Verdadeiro ou Falso? 
05. (CESPE \u2013 2008 \u2013 STJ \u2013 Técnico Judiciário) Como regra, uma vez concluída à instrução do processo administrativo, 
deverá nele ser proferida decisão no prazo de até trinta dias. Verdadeiro ou Falso? 
06. (CESPE \u2013 2010 \u2013 MS \u2013 Analista Técnico) A lei que regula o processo administrativo no âmbito da administração pública 
federal assegura ao administrado a possibilidade de fazer-se assistido por advogado. Verdadeiro ou Falso? 
07. (CESPE \u2013 2010 \u2013 MS \u2013 Analista Técnico) A administração decai do direito de anular atos administrativos de que 
decorram efeitos favoráveis aos destinatários após três anos, contados da data em que foram praticados. Verdadeiro ou 
Falso? 
08. (CESPE \u2013 2010 \u2013 MS \u2013 Analista Técnico) De acordo com a legislação de regência, a edição de atos de caráter normativo 
pode ser objeto de delegação. Verdadeiro ou Falso? 
09. (CESPE \u2013 2008 \u2013 MTE \u2013 Agente Administrativo) Os dispositivos da Lei n.º 9.784/1999 se aplicam, entre outros, aos 
órgãos do Poder Judiciário da União quando no desempenho de função administrativa. Verdadeiro ou Falso? 
10. A Lei 9.784/99 é aplicada de forma subsidiária a Lei 8.112/90. Verdadeiro ou Falso? 
11. A Lei 9784/99 admite o \u201creformatio in pejus\u201d, igualmente, temos na Lei 8.112/90. Verdadeiro ou Falso? 
12. A reforma aplicada pela Lei 9878/99 é aplicada sempre que provas ou fatos novos surgirem no processo, cabendo 
pena gravame, desde que esteja cientificado tanto no processo de recurso e revisão. Verdadeiro ou Falso? 
13. Em âmbito federal, o direito de a Administração Pública anular atos administrativos eivados de vícios de ilegalidade, 
dos quais decorram efeitos favoráveis para destinatários de boa-fé não se submete a prazo prescricional, cabendo ressalva, 
quando se tratar de conduta com dolo e má-fé. Verdadeiro ou Falso? 
14. Conforme Lei 9784/99 é possível a aplicação da \u201creformatio in pejus\u201d, por conta do princípio da autotutela. 
Verdadeiro ou Falso? 
15. A lei do processo administrativo federal admite a reforma em prejuízo ao recorrente, esse entendimento é possível por 
conta da existência da verdade material que valora as provas apresentadas no processo, assim sendo, poderá o agente ter 
sua penalidade agravada em caso de revisão do processo administrativo federal. Verdadeiro ou Falso? 
16. A revogação produz efeitos \u201cex tunc\u201d. Essas não alcançam atos vinculados. Verdadeiro ou Falso? 
17. Durante dez anos, Maria ocupou cargo de chefia na concessão de benefícios previdenciários de uma autarquia federal. 
Tendo em vista a divergência na aplicação de determinada norma, Maria emitiu uma ordem de serviço que disciplinava a 
concessão do benefício em determinadas hipóteses, acreditando que a sua interpretação, naquele caso, seria a melhor. No 
último mês, Maria foi substituída por Pedro, que, não concordando com aquela interpretação, resolveu anular a ordem de 
serviço em vigor e rever todos os benefícios concedidos com base nela. Com base nessa situação hipotética, julgue o 
seguinte item: 
A anulação dos benefícios já concedidos não se submete a prazo decadencial, já que os atos ilegais devem ser anulados pela 
própria administração a qualquer tempo. Verdadeiro ou Falso? 
18. Conforme a lei geral do processo administrativo no âmbito federal, a legitimidade ativa para atuar como interessado 
foi estendida às pessoas ou associações legalmente constituídas quanto aos direitos difusos. 
19. As normas previstas na Lei nº 9.784/1999, que disciplina o processo administrativo no âmbito da administração 
federal, são aplicáveis apenas à administração federal direta. Verdadeiro ou Falso? 
20. No curso de um processo administrativo, for suscitada dúvida quanto à autenticidade de uma assinatura, bastará que 
um servidor público ateste a sua veracidade, sendo desnecessário o reconhecimento de firma. Verdadeiro ou Falso? 
21. Como regra, uma vez concluída à instrução do processo administrativo, deverá nele ser proferida decisão no prazo de 
até trinta dias. Verdadeiro ou Falso? 
22. A lei que regula o processo administrativo no âmbito da administração pública federal assegura ao administrado a 
possibilidade de fazer-se assistido por advogado. Verdadeiro ou Falso? 
23. A administração decai do direito de anular atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis aos destinatários 
após três anos, contados da data em que foram praticados. Verdadeiro ou Falso? 
24. De acordo com a legislação de regência, a edição de atos de caráter normativo pode ser objeto de delegação. 
Verdadeiro ou Falso? Verdadeiro ou Falso? 
25. Os dispositivos da Lei n.º 9.784/1999 se aplicam, entre outros, aos órgãos do Poder Judiciário da União quando no 
desempenho de função administrativa. 
26. A Lei 9784/99 admite o \u201creformatio in pejus\u201d, igualmente, temos na Lei 8.112/90, onde se destaca que esse gravame só 
possível no caso de recurso e nunca na revisão que se trata de um processo autônomo. Verdadeiro ou Falso? 
27. (CESPE / AGENTE ADM. / DPU) Determinado servidor requereu indenização por anistia há aproximadamente quatro 
anos, sem que tenha sido julgado administrativamente o seu pleito. Nessa situação, considerando que o pedido do servidor 
fundamenta-se na Lei da Anistia, a qual não contempla expressamente prazo para a autoridade efetivar o julgamento, e 
tendo por parâmetro os princípios que regem o processo administrativo, em não havendo prazo específico. 
A. A administração deve motivar o atraso em prazo de até trinta dias e, então, decidirá quando lhe for mais conveniente e 
oportuno. 
B. A administração julgará quando lhe for mais conveniente e oportuno, sendo desnecessária a justificativa do atraso, 
tendo em vista o princípio da legalidade estrita. 
C. A administração julgará quando lhe for mais conveniente e oportuno, justificando no julgamento o tempo despendido, 
tendo em vista o princípio da motivação. 
D. A administração tem o prazo de até trinta dias para decidir, não sendo possível a prorrogação. 
E. A administração tem o prazo de até trinta dias para decidir, salvo prorrogação por igual período expressamente 
motivada. 
28. (CESPE / TÉCNICO ADM./ ANEEL) O princípio da obediência à forma e aos procedimentos tem aplicação absoluta no 
processo administrativo, razão pela qual os atos do processo administrativo sempre dependerão de forma determinada. 
Verdadeiro ou Falso? 
29. (CESPE / TÉCNICO ADM./ ANEEL) A referida lei preconiza a segurança jurídica como um dos princípios basilares a 
que a administração pública está submetida. Verdadeiro ou Falso? 
30. (CESPE / TÉCNICO ADM./ ANEEL) No caso de um parecer obrigatório e não vinculante deixar de ser emitido no prazo 
fixado, o processo não deve ter seguimento até a respectiva apresentação, responsabilizando-se quem der causa ao atraso. 
Verdadeiro ou Falso? 
31. (CESPE / TÉCNICO ADM./ANEEL)Diante da relevância de uma questão controversa, antes da tomada de decisão, a 
autoridade responsável pode realizar audiência pública para debates sobre a matéria do processo. Verdadeiro ou Falso? 
32. (CESPE/ CARGOS N.SUPERIOR / ANEEL) A administração pública pode, independentemente de provocação do 
administrado, instaurar processo administrativo, como decorrência da aplicação do princípio da oficialidade. Verdadeiro 
ou Falso? 
33. (CESGRANRIO / ADVOGADO/ EPE) Odair é servidor público federal e, no exercício cotidiano de suas atribuições, emite 
pronunciamento em processos administrativos inaugurados a partir de requerimentos formulados pelos administrados. 
Interessado em aprimorar