LEI  9.784
8 pág.

LEI 9.784


DisciplinaAdm. Poderes da Adm. Publica69 materiais191 seguidores
Pré-visualização4 páginas
as manifestações que emite na sua rotina de trabalho, Odair resolve pesquisar a legislação que 
regula o processo administrativo em âmbito federal (Lei no 9.784/99) e constata que: 
A. A Administração Pública deve observar o princípio da inércia, sendo-lhe vedado iniciar o processo administrativo de 
ofício. 
B. A Administração Pública tem o dever de revogar seus próprios atos, quando eivados de vício de legalidade, 
respeitados os direitos adquiridos. 
C. A competência administrativa é irrenunciável e indelegável, ressalvada a hipótese de edição de atos de caráter 
normativo e decisão de recursos administrativos, que admitem delegação expressa. 
D. O direito da Administração Pública de anular atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis para os 
destinatários decai em três anos, contados da data em que foram praticados, salvo comprovada má-fé. 
E. Os atos administrativos que apresentarem defeitos sanáveis podem ser convalidados pela Administração Pública, em 
decisão na qual se evidencie que não acarretam lesão ao interesse público nem prejuízo a terceiros. 
34. (FCC / EXEC. MANDADOS/ TRF4°) Na sistemática do Processo Administrativo previsto na Leino9.784/1999 
A. Os prazos do processo e do recurso começam a correr a partir da data da cientificarão oficial, incluindo- se na 
contagem o dia do começo e excluindo-se o do vencimento. 
B. O não conhecimento do recurso impede a administração de rever de ofício o ato ilegal, ainda que não ocorrida 
preclusão administrativa. 
C. Quando a lei não fixar prazo diferente, o recurso administrativo deverá ser decidido no prazo máximo de quinze dias, 
a partir da sua interposição nos autos pelo interessado. 
D. Salvo disposição legal específica, é de dez dias o prazo para interposição de recurso administrativo, contado a partir da 
ciência ou divulgação oficial da decisão recorrida. 
E. Salvo disposição legal em contrário, o recurso não tem efeito devolutivo, embora sempre suspenda a decisão atacada 
até o seu julgamento final. 
35. STM \u2013 CESPE - CARGO 3: ANALISTA JUDICIÁRIO \u2013 ÁREA: JUDICIÁRIA\u2013 ESPECIALIDADE: EXECUÇÃO DEMANDADOS 1- 
No âmbito do processo administrativo, um órgão e seu titular podem, se não houver impedimento legal, delegar parte da 
sua competência a outros órgãos ou titulares, devendo, tanto o ato de delegação quanto sua eventual revogação, ser objeto 
de publicação em meio oficial. Verdadeiro ou Falso? 
36. STM \u2013 CESPE - CARGO 22: TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA: ADMINISTRATIVA. O prazo para a interposição de recurso 
administrativo é, em regra, de dez dias, contados a partir da ciência ou da divulgação oficial da decisão recorrida e quando 
a lei não fixar prazo diferente. Verdadeiro ou Falso? 
37. Se um servidor público federal intimado, em processo administrativo, a solicitar ou apresentar provas a seu favor não 
atender à intimação nem fizer nenhum requerimento, ficará configurado o reconhecimento da verdade dos fatos contra ele 
imputados. Verdadeiro ou Falso? 
38. Em um processo administrativo, cabe ao interessado fornecer a prova dos fatos que tenha alegado; por essa razão, 
mesmo que o interessado declare que os dados alegados estejam em poder da própria administração, o órgão não poderá 
obter esses documentos de ofício, visto que cabe ao interessado providenciar a sua respectiva juntada. Verdadeiro ou 
Falso? 
39. Considere, por hipótese, que João e Maria, ambos servidores públicos federais, sejam, respectivamente, tio e sobrinha. 
Nessa situação hipotética, caso haja processo administrativo em que João figure como testemunha, Maria estará impedida 
de nele atuar. Verdadeiro ou Falso? 
40. MMA \u2013 CESPE - CARGO: ANALISTA AMBIENTAL. Um órgão administrativo e seu titular podem delegar competências a 
outros que não lhe sejam hierarquicamente subordinados, cabendo, como objeto de delegação, entre outros, a edição de 
atos normativos e a decisão de recursos administrativos. Verdadeiro ou Falso? 
 
GABARITO 
1- F 5F 9F 13F 17F 21F 25V 29V 33E 37F 
2V 6V 10V 14V 18V 22V 26F 30F 34D 38F 
3F 7F 11F 15F 19F 23F 27E 31V 35V 39V 
4F 8F 12F 16F 20V 24F 28F 32V 36V 40F