AULA 00   PORTUGUÊS
74 pág.

AULA 00 PORTUGUÊS


DisciplinaPortuguês63.255 materiais1.384.258 seguidores
Pré-visualização23 páginas
Prof. Décio Terror \u374 Aula 00 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 39 de 72 
ESQUEMA DE FORMAÇÃO DOS TEMPOS DERIVADOS DO PRESENTE DO 
INDICATIVO (EX.: OPTAR) 
PRESENTE DO 
INDICATIVO 
IMPERATIVO 
AFIRMATIVO 
IMPERATIVO 
NEGATIVO 
PRESENTE DO 
SUBJUNTIVO 
opto - - opt 
optas opta não opt s opt s 
opta opt não opt opt 
optamos opt mos não opt mos opt mos 
optais optai não opt is opt is 
optam opt m não opt m opt m 
 
Obs.: É muito comum na língua coloquial o emprego das formas verbais de 
segunda pessoa do singular do imperativo afirmativo com o pronome você: 
´± Vem pra CDL[D\ufffdYRFr\ufffdWDPEpP\ufffd´\ufffd\ufffdSRU\ufffdH[HPSOR\ufffd\ufffdIaz parte de um famoso texto 
publicitário. Essa mistura de tratamentos não é admissível na língua culta; 
para evitá-la deve-se uniformizar o tratamento na segunda pessoa 
\ufffd³9HP\ufffd\ufffd\ufffdWX´\ufffd\ufffdRX\ufffdQD\ufffdWHUFHLUD\ufffdSHVVRD\ufffd\ufffd³9HQKD\ufffd\ufffd\ufffdYRFr´\ufffd\ufffd\ufffd 
 
Questão 45: TJ RJ 2015 ± Analista Judiciário (banca FGV) 
Fragmento do texto: Em muitas ocasiões, nos sentimos presos à realidade, 
sem poder agir, limitados pelas contingências da vida. Felizmente, a 
inteligência nos diz que, dentro de certos limites ± a morte é um deles -, a 
realidade não está totalmente decidida; está esperando que acabemos de 
defini-la. A realidade não é bela nem feia, nem justa nem injusta, nem 
exultante nem deprimente, não há maniqueísmo. A vida é um conjunto de 
possibilidades que devem ser construídas. Por isso, nada é definitivo, tudo 
está por vir. As coisas adquirem propriedades novas quando vamos em 
direção a elas com novos projetos. 
 Observemos essa explosão do real em múltiplas possibilidades. Cada 
coisa é uma fonte de ocorrências, cada ponto se converte na intersecção de 
infinitas retas, ou de infinitos caminhos. Cada vez mais se desfazem os limites 
entre o natural e o artificial. 
³2EVHUYHPRV\ufffdHVVD\ufffdH[SORVmR\ufffdGR\ufffdUHDO\ufffdHP\ufffdP~OWLSODV\ufffdSRVVLELOLGDGHV´\ufffd\ufffdQR\ufffdFRQWH[Wo 
em que está inserido, o segmento tem função de: 
(A) ordem; 
(B) conselho; 
(C) advertência; 
(D) apelo; 
(E) ironia. 
Comentário: Veja que o autor procura orientar a nossa conduta, sugerindo 
XPD\ufffd DomR\ufffd\ufffd $VVLP\ufffd\ufffd R\ufffd LPSHUDWLYR\ufffd ³REVHUYHPRV´\ufffd WUDQVPLWH\ufffd FRQVHOKR\ufffd\ufffd $VVLP\ufffd\ufffd D\ufffd
alternativa (B) é a correta. 
Gabarito: B 
 Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 00 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 40 de 72 
 
Questão 46: TJ SC 2015 Técnico Judiciário (banca FGV) 
1D\ufffd IUDVH\ufffd ³$EUDFH-PH\ufffd\ufffd PHX\ufffd ILOKR\ufffd\ufffd DQWHV\ufffd GH\ufffd HX\ufffd LU\ufffd HPERUD\ufffd´\ufffd\ufffd VH\ufffd FRORFDGD\ufffd QD\ufffd
forma negativa, a opção correta seria: 
(A) Não me abraces; 
(B) Não me abraça; 
(C) Não me abraças; 
(D) Não me abrace; 
(E) Não me abraceis. 
Comentário: Para transpormos para o imperativo negativo, devemos, 
SULPHLUR\ufffd\ufffdSHUFHEHU\ufffdD\ufffdTXH\ufffdSHVVRD\ufffdGR\ufffdGLVFXUVR\ufffdR\ufffdLPSHUDWLYR\ufffdDILUPDWLYR\ufffd³$EUDFH´\ufffd
se refere. Tal verbo é da primeira conjugação, cuja vogal temática é 
³D´\ufffdDEUDoar). Agora, basta colocarmos na formação abaixo. 
presente do imperativo imperativo presente do 
 indicativo afirmativo negativo subjuntivo 
eu abraço, - - talvez eu abrace 
tu abraças abraça tu Não abraces tu talvez tu abraces, 
ele abraça abrace você Não abrace você talvez ele abrace, 
 Sabemos que a segunda pessoa do imperativo afirmativo é gerada do 
SUHVHQWH\ufffdGR\ufffdLQGLFDWLYR\ufffdVHP\ufffdR\ufffd³V´\ufffd\ufffdDEUDoD\ufffdWX\ufffd\ufffd\ufffd$\ufffdWHUFHLUD\ufffdSHVVRD\ufffdGR\ufffdLPSHUDWLYR\ufffd
afirmativo é copiada do presente do subjuntivo (abrace você). Esta última 
forma é a que DSUHVHQWD\ufffdR\ufffdWH[WR\ufffd\ufffd³Abrace-me, meu filho´. 
 A questão pede apenas que transponhamos da terceira pessoa do 
singular do imperativo afirmativo para a terceira pessoa do singular do 
imperativo negativo. Como ambas as formas são geradas do presente do 
subjuntivo, basta copiar a mesma estrutura: 
³1mR\ufffdPH\ufffdabrace\ufffd\ufffdPHX\ufffdILOKR´\ufffd 
Gabarito: D 
 
Questão 47: TJ SC 2015 ± Assistente Social (banca FGV) 
Entre as mensagens abaixo, a única que está de acordo com a norma escrita 
culta é: 
(A) Verifique os dados da conta a pagar. Clica neste botão! 
(B) Demonstra que você é esperto. Pague suas contas em dia. 
(C) Controla teu dinheiro e viaje tranquilo. 
(D) Não despreze as feias. Confira suas qualidades. 
(E) Em caso de fogo, procure os extintores. Pede o apoio da brigada. 
Comentário: Um macete para matarmos a alternativa correta é sabermos 
que a vogal temática é preservada na segunda pessoa do singular do 
imperativo afirmativo. A questão apresenta dois verbos em cada alternativa, 
os quais estão flexionados no imperativo. Temos que encontrar, dentre as 
alternativas, aquela que possui os dois verbos flexionados na mesma pessoa 
do discurso. 
 $\ufffd DOWHUQDWLYD\ufffd \ufffd$\ufffd\ufffd HVWi\ufffd HUUDGD\ufffd\ufffd SRUTXH\ufffd ³9HULILTXe´\ufffd SRVVXL\ufffd D\ufffd GHVLQrQFLD\ufffd
PRGR\ufffd WHPSRUDO\ufffd ³H´\ufffd\ufffd /HPEUH-se de que o seu infinitivo apresenta a vogal 
 Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 00 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 41 de 72 
WHPiWLFD\ufffd ³D´\ufffd \ufffdYHULILFar). Assim, tal verbo encontra-se na terceira pessoa do 
singular do imperativo afirmativo. 
 -i\ufffdR\ufffdYHUER\ufffd³clica´\ufffdSRVVXL\ufffdD\ufffdYRJDO\ufffdWHPiWLFD\ufffd³D´\ufffd\ufffd/HPEUH-se de que o seu 
LQILQLWLYR\ufffd p\ufffd ³FOLFaU´\ufffd\ufffd $VVLP\ufffd\ufffd WDO\ufffd YHUER\ufffd HQFRQWUD-se na segunda pessoa do 
singular do imperativo afirmativo. 
 As duas formas corretas da frase seriam: 
Verifique os dados da conta a pagar. Clique neste botão! (3ª pessoa singular) 
ou 
Verifica os dados da conta a pagar. Clica neste botão! (2ª pessoa singular) 
 A alternativa (B) está errada. Veja que as frases já apontaram os 
SURQRPHV\ufffdGH\ufffdWHUFHLUD\ufffdSHVVRD\ufffdGR\ufffdVLQJXODU\ufffd³YRFr´\ufffdH\ufffd³VHX´\ufffd\ufffd$VVLP\ufffd\ufffdR\ufffdLPSHUDWLYR\ufffd
não pode apresentar vogal temática, mas a desinência modo-temporal. 
 2\ufffdYHUER\ufffd³Demonstra´\ufffdSRVVXL\ufffdD\ufffdYRJDO\ufffdWHPiWLFD\ufffd³D´\ufffd\ufffd/HPEUH-se de que o 
VHX\ufffdLQILQLWLYR\ufffdp\ufffd³'HPRQVWUaU´\ufffd\ufffd$VVLP\ufffd\ufffdWDO\ufffdYHUER\ufffdHQFRQWUD-se na segunda pessoa 
do singular do imperativo afirmativo, mas deve ser flexionado na terceira 
SHVVRD\ufffd\ufffd³Demonstre´\ufffd 
 2\ufffdYHUER\ufffd³3DJXe´\ufffdSRVVXL\ufffdD\ufffdGHVLQrQFLD\ufffdPRGR\ufffdWHPSRUDO\ufffd³H´\ufffd\ufffd/HPEUH-se de 
que o sHX\ufffdLQILQLWLYR\ufffdDSUHVHQWD\ufffdD\ufffdYRJDO\ufffdWHPiWLFD\ufffd³D´\ufffd\ufffd3DJar). Assim, tal verbo 
encontra-se na terceira pessoa do singular do imperativo afirmativo. Veja a 
correção: 
Demonstre que você é esperto. Pague suas contas em dia. 
 A alternativa (C) está errada. Veja que a frase já apontou o pronome de 
VHJXQGD\ufffdSHVVRD\ufffdGR\ufffdVLQJXODU\ufffd³WHX´\ufffd\ufffd\ufffd$VVLP\ufffd\ufffdR\ufffdLPSHUDWLYR\ufffdGHYH\ufffdDSUHVHQWDU\ufffdYRJDO\ufffd
temática. 
 2\ufffdYHUER\ufffd³Controla´\ufffdSRVVXL\ufffdD\ufffdYRJDO\ufffdWHPiWLFD\ufffd³D´\ufffd\ufffd/HPEUH-se de que o seu 
LQILQLWLYR\ufffd p\ufffd ³ControlaU´\ufffd\ufffd $VVLP\ufffd\ufffd WDO\ufffd YHUER\ufffd HQFRQWUD-se na segunda pessoa do 
singular do imperativo afirmativo. 
 2\ufffdYHUER\ufffd ³viaje´\ufffd SRVVXL\ufffd D\ufffd GHVLQrQFLD\ufffdPRGR\ufffd WHPSRUDO\ufffd ³H´\ufffd\ufffd /HPEUH-se de 
TXH\ufffdR\ufffdVHX\ufffd LQILQLWLYR\ufffdDSUHVHQWD\ufffdD\ufffdYRJDO\ufffdWHPiWLFD\ufffd³D´\ufffd\ufffdviajar). Assim, devemos 
corrigir sua flexão para a segunda pessoa do singular do imperativo 
DILUPDWLYR\ufffd\ufffd³YLDMa´\ufffd Veja a correção: 
Controla teu dinheiro e viaja tranquilo. 
 $\ufffdDOWHUQDWLYD\ufffd\ufffd'\ufffd\ufffdp\ufffdD\ufffdFRUUHWD\ufffd\ufffdSRLV\ufffdR\ufffdSURQRPH\ufffd³VXDV´\ufffd Mi\ufffdDSRQWRX\ufffdTXH\ufffdR\ufffd
YHUER\ufffdGHYH\ufffdVH\ufffdIOH[LRQDU\ufffdQD\ufffdWHUFHLUD\ufffdSHVVRD\ufffd\ufffd$\ufffdIRUPD\ufffd³1mR\ufffdGHVSUH]e´\ufffdHQFRQWUD-
se na terceira pessoa do siQJXODU\ufffdGR\ufffdLPSHUDWLYR\ufffdQHJDWLYR\ufffdH\ufffdR\ufffdYHUER\ufffd³&RQILUa´\ufffd
também se encontra na terceira pessoa do singular, porém do imperativo 
afirmativo. Veja: 
Não despreze as feias. Confira suas qualidades. 
 $\ufffd DOWHUQDWLYD\ufffd \ufffd(\ufffd\ufffd HVWi\ufffd HUUDGD\ufffd\ufffd SRUTXH\ufffd ³3URFXUe´\ufffd SRVVXL\ufffd D\ufffd GHVLQrQFLD\ufffd
PRGR\ufffd WHPSRUDO\ufffd ³H´\ufffd\ufffd /HPEUH-se de que o seu infinitivo apresenta a vogal 
WHPiWLFD\ufffd ³D´\ufffd \ufffd3URFXUar). Assim, tal verbo encontra-se na terceira pessoa do 
singular do imperativo afirmativo. 
 -i\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³Pede´\ufffd SRVVXL\ufffd D\ufffd YRJDO\ufffd WHPiWLFD\ufffd YDULDGD\ufffd ³H´\ufffd\ufffd SRLV\ufffd R\ufffd VHX\ufffd
infinitLYR\ufffdp\ufffd³SHGiU´\ufffd\ufffdPDV\ufffd\ufffdQD\ufffdVHJXQGD\ufffdSHVVRD\ufffdGR\ufffdVLQJXODU\ufffdGRV\ufffdYHUERV\ufffdGH\ufffdWHUFHLUD\ufffd
 Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof.