AULA 01   PORTUGUÊS
56 pág.

AULA 01 PORTUGUÊS


DisciplinaPortuguês63.110 materiais1.380.758 seguidores
Pré-visualização17 páginas
³WHQGHP´\ufffd
encontram-VH\ufffdQR\ufffdSUHVHQWH\ufffdGR\ufffdLQGLFDWLYR\ufffdGRV\ufffdYHUERV\ufffd³UHTXHUHU´\ufffdH\ufffd³WHQGHU´\ufffd\ufffdH\ufffdR\ufffd
veUER\ufffd³SHUFD´\ufffdHQFRQWUD-VH\ufffdQR\ufffdSUHVHQWH\ufffdGR\ufffdVXEMXQWLYR\ufffdGR\ufffdYHUER\ufffd³SHUGHU´\ufffd 
As reflexões sobre a Revolução Francesa de 1789 requerem muito cuidado 
para que não se perca de vista a complexidade que as afirmações categóricas 
tendem a desconsiderar. 
 A alternativa (&\ufffd\ufffdHVWi\ufffdHUUDGD\ufffd\ufffdSRLV\ufffdR\ufffdYHUER\ufffd³prever´\ufffdGHYH\ufffdVHU\ufffdIOH[LRQDGR\ufffd
FRQIRUPH\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³YHU´\ufffd\ufffd $VVLP\ufffd\ufffd VXD\ufffd IOH[mR\ufffd QR\ufffd SUHWpULWR\ufffd LPSHUIHLWR\ufffd GR\ufffd
VXEMXQWLYR\ufffdp\ufffd³previssem´\ufffd 
Os revolucionários de 1789 talvez não previssem, ou sequer imaginassem, o 
impacto que o movimento iniciado na França teria na história de praticamente 
toda a humanidade. 
 $\ufffd DOWHUQDWLYD\ufffd \ufffd'\ufffd\ufffd HVWi\ufffd HUUDGD\ufffd\ufffd SRLV\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³desfazer´\ufffd GHYH\ufffd VHU\ufffd
FRQMXJDGR\ufffd GH\ufffd DFRUGR\ufffd FRP\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³fazer´\ufffd\ufffd &RPR\ufffd R\ufffd IXWXUR\ufffd GR\ufffd VXEMXQWLYR\ufffd GR\ufffd
YHUER\ufffd ³fazer´\ufffd p\ufffd ³fizerem´\ufffd\ufffd R\ufffd PHVPR\ufffd WHPSR\ufffd GR\ufffd YHUER\ufffd ³desfazer´\ufffd p\ufffd
³desfizerem´\ufffd 
Se as pessoas não se desfizerem da imagem que cultivam de Napoleão, 
nunca deixarão de acreditar que o talento pessoal é o principal ou mesmo o 
único requisito para a obtenção do sucesso. 
 A alternativa (E) está errada, pois o verbo ³DGYLU´\ufffdGHYH\ufffdVHU\ufffdIOH[LRQDGR\ufffdGD\ufffd
PHVPD\ufffd IRUPD\ufffdTXH\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³YLU´\ufffd\ufffd &RPR\ufffdR\ufffd SUHWpULWR\ufffd SHUIHLWR\ufffd GR\ufffd YHUER\ufffd ³YLU´\ufffd p\ufffd
³YLHUDP´\ufffd\ufffdR\ufffdPHVPR\ufffdWHPSR\ufffdGR\ufffdYHUER\ufffd³DGYLU´\ufffdp\ufffd³advieram´\ufffd 
Quando se pensa na história universal, nada parece tão disseminado no 
Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 01 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 36 de 55 
 
imaginário popular, sobretudo no ocidente, do que as imagens que advieram 
da Revolução Francesa de 1789. 
Gabarito: B 
 
 
 
 
 
Questão 13: TJ RJ 2014 Técnico de Atividade Judiciária (banca FGV) 
 
Julgue esta afirmativa como CERTA (C) ou ERRADA (E) 
A IRUPD\ufffdYHUEDO\ufffd³FRQVRPHP´\ufffdGHYHULD HVWDU\ufffdJUDIDGD\ufffd³FRQVXPHP´\ufffd 
Comentário: A terceira pessoa do plural do presente do indicativo do verbo 
³FRQVXPLU´\ufffdp\ufffdUHDOPHQWH\ufffd³FRQVRPHP´\ufffd\ufffdQmR\ufffdFDEHQGR\ufffdD\ufffdIRUPD\ufffd³FRQVXPHP´\ufffd\ufffd(VWD\ufffd
última grafia é a terceira pessoa do presente do subjuntivo do verbo 
³FRQVXPDU´\ufffd\ufffdisto é, terminar, completar. 
Gabarito: E 
 
Questão 14: TJ PE 2007 Analista (banca FCC) 
Estão adequados o emprego e a flexão de todas formas verbais na frase: 
(A) Se as pesquisas bem realizadas sempre intervissem no comportamento 
das pessoas, o estudo ao qual se aplicou Johnson teria algum efeito sobre 
o público. 
(B) Imergem da pesquisa de Johnson alguns dados reveladores quanto à ação 
da TV sobre nós, mas é possível que outros fatores hajam de modo 
determinante sobre o nosso comportamento. 
(C) Quem revir as várias pesquisas sobre a relação entre TV e 
comportamento haverá de se deparar com resultados que talvez 
constituam motivo para algum alarme. 
(D) Jamais conviu às emissoras de TV divulgar essas pesquisas, que quase 
sempre as encriminam como responsáveis pela multiplicação da violência 
Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 01 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 37 de 55 
 
social. 
(E) Se as violências que provêem do hábito de assistir à TV se saneiassem 
por conta de alguma regulamentação governamental, seria o caso de 
pedir providências às autoridades. 
Comentário: Note que esta questão aborda o emprego (visto na aula 
demonstrativa) e a flexão (aula atual). Os verbos corrigidos estão em negrito 
e sublinhados. Os que estão apenas sublinhados já estavam corretos na 
questão e só servem de base. 
 Na alternativa (A), o problema é apenas a fle[mR\ufffdYHUER\ufffd³LQWHUYLU´\ufffd\ufffdR\ufffdTXDO\ufffd
p\ufffd GHULYDGR\ufffd GH\ufffd ³YLU´\ufffd\ufffd (VWH\ufffd YHUER\ufffd HVWi\ufffd IOH[LRQDGR\ufffd QR\ufffd SUHWpULWR\ufffd LPSHUIHLWR\ufffd GR\ufffd
subjuntivo, assim (se eles viessem\u13ase eles interviessem). Veja: 
 Se as pesquisas bem realizadas sempre interviessem no 
comportamento das pessoas, o estudo ao qual se aplicou Johnson teria algum 
efeito sobre o público. 
 1D\ufffdDOWHUQDWLYD\ufffd\ufffd%\ufffd\ufffd\ufffdSHUFHED\ufffdTXH\ufffdR\ufffdFRQWH[WR\ufffdSHGH\ufffdR\ufffdYHUER\ufffd³HPHUJLU´\ufffd\ufffdVDLU\ufffd\ufffd
H\ufffdQmR\ufffd³LPHUJLU´\ufffd\ufffdHQWUDU\ufffd\ufffd\ufffd$VVLP\ufffd\ufffdD\ufffdIRUPD\ufffdFRUUHWD\ufffdQR\ufffdSUHVHQWH\ufffdVHULD\ufffd³(PHUJHP´\ufffd\ufffd
1RWH\ufffd WDPEpP\ufffd TXH\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³KDMDP´\ufffd p\ufffd R\ufffd SUesente do subjuntivo do verbo 
³KDYHU´\ufffd \ufffdFRQILUD\ufffd QD\ufffd FRQMXJDomR\ufffd\ufffd\ufffd -i\ufffd R\ufffd FRQWH[WR\ufffd H[LJH\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³DJLU´\ufffd QHVWH\ufffd
PHVPR\ufffdWHPSR\ufffd\ufffd3RU\ufffdLVVR\ufffdR\ufffdFRUUHWR\ufffdp\ufffd³ajam´\ufffd 
 Emergem da pesquisa de Johnson alguns dados reveladores quanto à 
ação da TV sobre nós, mas é possível que outros fatores ajam de modo 
determinante sobre o nosso comportamento. 
 $\ufffd DOWHUQDWLYD\ufffd \ufffd&\ufffd\ufffd HVWi\ufffd FRUUHWD\ufffd\ufffd SRLV\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³UHYHU´\ufffd HVWi\ufffd QR\ufffd IXWXUR\ufffd GR\ufffd
VXEMXQWLYR\ufffd\ufffd (VWH\ufffd YHUER\ufffd p\ufffd GHULYDGR\ufffd GR\ufffd YHUER\ufffd ³YHU´\ufffd\ufffd R\ufffd TXDO\ufffd VHULD\ufffd FRQMXJDGR\ufffd
³4XHP\ufffdYLU´\ufffd\ufffdUHYHMD\ufffdD\ufffdFRQMXJDomR\ufffdDQWHULRUPHQWH\ufffd\ufffd\ufffd$VVLP\ufffd\ufffdD\ufffdFRQVWUXomR\ufffd³4XHP\ufffd
UHYLU\ufffd\ufffd\ufffd´\ufffdHVWi\ufffdFRUUHWtVVLPD\ufffd\ufffd 
 Quem revir as várias pesquisas sobre a relação entre TV e 
comportamento haverá de se deparar com resultados que talvez constituam 
motivo para algum alarme. 
 1D\ufffdDOWHUQDWLYD\ufffd\ufffd'\ufffd\ufffd\ufffdR\ufffdYHUER\ufffd³FRQYLX´\ufffdnão existe. Ele é derivado do verbo 
³YLU´\ufffd\ufffdR\ufffdTXDO\ufffdSRVVXL\ufffdD\ufffdVHJXLQWH\ufffdIOH[mR\ufffdQR\ufffdSUHWpULWR\ufffdSHUIHLWR\ufffdGR\ufffdLQGLFDWLYR\ufffd\ufffdYHLR\u13a 
³conveio´\ufffd\ufffd\ufffd 2\ufffd YHUER\ufffd ³HQFULPLQDU´\ufffd WDPEpP\ufffd QmR\ufffd H[LVWH\ufffd\ufffd R\ufffd FRUUHWR\ufffd p\ufffd\ufffd
³incriminar´\ufffd\ufffd9HMD\ufffdD\ufffdUHFRQVWUXomR\ufffdGD\ufffdIUDVH\ufffd 
 Jamais conveio às emissoras de TV divulgar essas pesquisas, que quase 
sempre as incriminam como responsáveis pela multiplicação da violência 
social. 
 1D\ufffdDOWHUQDWLYD\ufffd\ufffd(\ufffd\ufffd\ufffd\ufffdD\ufffdIRUPD\ufffdFRUUHWD\ufffdp\ufffd³SURYrP´\ufffd\ufffdSRLV\ufffdR\ufffdFRQWH[WR\ufffdSHGH\ufffdR\ufffd
YHUER\ufffdGHULYDGR\ufffdGH\ufffd ³SURYLU´\ufffd QR\ufffdSUHVHQWH\ufffdGR\ufffd LQGLFDWLYR\ufffd\ufffd$\ufffd IRUPD\ufffd ³SURYHHP´\ufffd\ufffd D\ufffd
qual já perdeu o acento gráfico com a reforma ortográfica, é do verbo 
³SURYHU´\ufffd\ufffd &RPSDUH\ufffd D\ufffd FRQMXJDomR\ufffd GH\ufffd SURYHU\ufffd H\ufffd SURYLU\ufffd\ufffd QR\ufffd HVTXHPD\ufffd
anteriormente colocado. 
 2\ufffd YHUER\ufffd ³VDQHDU´\ufffd HVWi\ufffd QD\ufffd UHJUD\ufffd GRV\ufffd WHUPLQDGRV\ufffd HP\ufffd ³HDU´\ufffd\ufffd FRPR\ufffd
³QRPHDU´\ufffd\ufffdFRQMXJDGR\ufffdDQWHULRUPHQWH\ufffd\ufffd&RPSDUH\ufffd\ufffd(OH\ufffdVy\ufffdDGPLWH\ufffdD\ufffdVHPLYRJDO\ufffd³L´\ufffd
Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 01 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 38 de 55 
 
no radical, em algumas pessoas do presente do indicativo (saneio, saneias, 
saneia, saneiam) e imperativos (saneia tu, saneie você, saneiam vocês; não 
saneies tu, não saneie você, não saneiem vocês). Como este verbo se 
encontra no pretérito imperfeito do subjuntivo, não pode haver esta semivogal 
no radical. 
 Se as violências que provêm do hábito de assistir à TV se saneassem 
por conta de alguma regulamentação governamental, seria o caso de pedir 
providências às autoridades. 
Gabarito: C 
 
Questão 15: TRT 9ªR - 2010 Analista (banca FCC) 
Estão corretamente empregadas e flexionadas todas as formas verbais da 
frase: 
(A) Se não intervirmos no mundo em que vivemos, para garantir seu 
equilíbrio, talvez nem mesmo Deus se interesse por nos favorecer. 
(B) Se a religião não se dispor a refazer os cálculos, o número de 7.000 anos 
que ela impele ao mundo parecerá cada vez mais absurdo. 
(C) Se os crentes requisessem e obtivessem a presença de Deus como prova 
de sua existência, os cientistas passariam a examiná-lo. 
(D) Mesmo que todos os religiosos conviessem quanto à existência de um 
único Deus, ainda assim pouco teria este a inspirar os cientistas. 
(E) Mesmo que todos os cientistas fossem agnósticos, e se detessem no 
caminho exclusivo da ciência, a dúvida acabaria por assaltar alguns. 
Comentário: Abaixo será destacada a flexão verbal já com correção. Você 
notará que os verbos negritados e sublinhados foram corrigidos e os outros 
serão apenas sublinhados: 
(A): Se não interviermos no mundo em que vivemos, para garantir seu 
equilíbrio, talvez nem mesmo Deus se interesse por nos favorecer. (correlação 
\ufffd\ufffd\ufffdWDPEpP\ufffdFDEH\ufffdD\ufffdIRUPD\ufffdQR\ufffdIXWXUR\ufffd³LQWHUHVVDUi´\ufffd 
(B): Se a religião não se dispuser a refazer os cálculos, o número de 7.000