AULA 01   PORTUGUÊS
56 pág.

AULA 01 PORTUGUÊS


DisciplinaPortuguês62.611 materiais1.369.449 seguidores
Pré-visualização17 páginas
no TRF 5ªR 2003: 
Se convirmos em que os fins justificam quaisquer meios, justificar-se-ão 
até mesmo as maiores atrocidades. 
2\ufffd YHUER\ufffd ³FRQYLU´\ufffd p\ufffd GHULYDGR\ufffd GH\ufffd ³YLU´\ufffd H\ufffd QyV\ufffd QmR\ufffd IOH[LRQDPRV\ufffd ³VH\ufffd YLUPRV´\ufffd \ufffdQD\ufffd
ideia de vir de aOJXP\ufffdOXJDU\ufffd\ufffd\ufffd$\ufffdFRQVWUXomR\ufffdFRUUHWD\ufffdp\ufffd\ufffd³VH\ufffdYLHUPRV´\ufffd\ufffdSRU\ufffdLVVR\ufffdD\ufffd
IRUPD\ufffdYHUEDO\ufffdFRUUHWD\ufffdp\ufffd³conviermos´\ufffd 
Se conviermos em que os fins justificam quaisquer meios, justificar-se-
ão até mesmo as maiores atrocidades. 
Veja outra frase cobrada no TRF 5ªR 2003: 
Atos éticos nunca adviram de meios antiéticos, segundo o que assevera a 
autora do texto. 
Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 01 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 8 de 55 
 
2\ufffdYHUER\ufffd³DGYLU´\ufffdp\ufffdGHULYDGR\ufffdGH\ufffd³YLU´\ufffdH\ufffdQyV\ufffdQmR\ufffdIOH[LRQDPRV\ufffd³YLUDP´\ufffd\ufffdQD\ufffdLGHLD\ufffdGH\ufffd
YLU\ufffdGH\ufffdDOJXPD\ufffdFRLVD\ufffd\ufffd\ufffd$\ufffdFRQVWUXomR\ufffdFRUUHWD\ufffdp\ufffd\ufffd³YLHUDP´\ufffd\ufffdSRU\ufffdLVVR\ufffdD\ufffdIRUPD\ufffdYHUEDO\ufffd
FRUUHWD\ufffdp\ufffd³advieram´\ufffd 
Atos éticos nunca advieram de meios antiéticos, segundo o que 
assevera a autora do texto. 
V ± Diferença na conjugação dos verbos prever, provir e prover: 
O verbo prever é conjugado como o verbo ver. O verbo provir é 
conjugado como o verbo vir. Assim, basta observar as conjugações de seus 
verbos primitivos ver e vir, respectivamente, e acrescentar os prefixos. Mas o 
verbo prover é conjugado, em boa parte, como o verbo ver e, no tempo 
pretérito perfeito do indicativo e seus tempos derivados, ele é regular. Veja: 
Indicativo 
 presente pretérito 
imperfeito 
pretérito 
perfeito 
pretérito mais-
que-perfeito 
futuro futuro do 
pretérito 
eu provejo provia provi provera proverei proveria 
tu provês provias proveste proveras proverás proverias 
ele provê provia proveu provera proverá proveria 
nós provemos províamos provemos provêramos proveremos proveríamos 
vós provedes províeis provestes provêreis provereis proveríeis 
eles proveem proviam proveram proveram proverão proveriam 
 
 Subjuntivo Imperativo 
 presente pretérito 
imperfeito 
futuro afirmativo negativo 
eu proveja provesse prover - não - 
tu provejas provesses proveres provê tu não provejas tu 
ele proveja provesse prover proveja você não proveja você 
nós provejamos provêssemos provermos provejamos nós não provejamos nós 
vós provejais provêsseis proverdes provede vós não provejais vós 
eles provejam provessem proverem provejam vocês não provejam vocês 
 
Veja duas frases cobradas no TRF 1ªR 2001: 
I - O cronista provê de sonhos sua vida, ainda que sejam fugazes. 
II - De onde proviram as gravatas, que se ostentam tão vaidosamente? 
 &RPR\ufffd YLVWR\ufffd DQWHULRUPHQWH\ufffd\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³SURYHU´\ufffd p\ufffd GHULYDGR\ufffd GH\ufffd ³YHU´\ufffd QR\ufffd
presente do indicativo. Apenas, no tempo pretérito perfeito do indicativo e 
seus tempos derivados, flexiona-VH\ufffd UHJXODUPHQWH\ufffd\ufffd FRPR\ufffd RV\ufffd YHUERV\ufffd ³EHEHU´\ufffd\ufffd
³YHQGHU´\ufffd\ufffd ³DEDVWHFHU´\ufffd\ufffd$VVLP\ufffd\ufffd VH\ufffdR\ufffd FURQLVWD\ufffd ³Yr´\ufffd\ufffdHQWmR\ufffdR\ufffd FURQLVWD\ufffd ³SURYr´\ufffd\ufffd$\ufffd
frase I está correta. 
 
 Já a frase II está errada, pois o verbo ³SURYLU´\ufffd \ufffdYLU\ufffd GH\ufffd DOJXP\ufffd OXJDU\ufffd\ufffd p\ufffd
GHULYDGR\ufffdGH\ufffd³YLU´\ufffd\ufffd1mR VH\ufffdGL]\ufffd³HOHV\ufffdYLUDP´\ufffd\ufffdPDV\ufffd³HOHV\ufffdYLHUDP´\ufffd\ufffd(QWmR\ufffdR\ufffdFRUUHWR\ufffd
p\ufffd³SURYLHUDP´\ufffd 
Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 01 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 9 de 55 
 
II - De onde provieram as gravatas, que se ostentam tão 
vaidosamente? 
Veja outra frase cobrada no TRF 1ªR 2011: 
Está redigida de modo claro e em conformidade com o padrão culto 
escrito a seguinte frase: 
Surpreende a proposta feita anteontem, na diretoria pela secretária 
geral, segundo a qual, porque não prouvemos o depósito de material de 
limpeza, tenhamos de providenciá-lo a nossas próprias expensas. 
Note que o YHUER\ufffd³prover´, no pretérito perfeito do indicativo, é regular: 
³provemos´, como indicado no esquema da conjugação desse verbo 
anteriormente. 3HUFHED\ufffd\ufffd WDPEpP\ufffd\ufffd TXH\ufffd R\ufffd YHUER\ufffd ³WHQKDPRV´\ufffd QmR\ufffd FRPELQD\ufffd QR\ufffd
contexto, o tempo presente do indicativo (temos) transmite a ideia correta. 
Há, também erro na pontuação, mas isso será comentado em outra aula. 
Assim, a frase reescrita de acordo com o padrão culto é: 
Surpreende a proposta feita anteontem, na diretoria, pela secretária 
geral, segundo a qual, porque não provemos o depósito de material de 
limpeza, temos de providenciá-lo a nossas próprias expensas. 
 
Verbos que despertam dúvidas de pronúncia e flexão 
Adaptar, designar, impugnar, obstar, ritmar, dignar-se, impregnar, 
indignar-se, optar, persignar-se, pugnar, raptar, resignar-se. Esses 
verbos não formam sílaba nova na conjugação. Atente principalmente ao 
presente do indicativo de alguns deles: 
Deve-se dizer: Impugnam a lei, e não: *impuguinam; A injustiça nos indigna, 
e não: *nos indiguina; Opto por ficar, e não: *opito. 
Indicativo 
 
presente pretérito 
imperfeito 
pretérito 
perfeito 
pretérito mais-
que-perfeito 
futuro futuro do 
pretérito 
eu impugno impugnava impugnei impugnara impugnarei impugnaria 
tu impugnas impugnavas impugnaste impugnaras impugnarás impugnarias 
ele impugna impugnava impugnou impugnara impugnará impugnaria 
nós impugnamos impugnávamos impugnamos impugnáramos impugnaremos impugnaríamos 
vós impugnais impugnáveis impugnastes impugnáreis impugnareis impugnaríeis 
eles impugnam impugnavam impugnaram impugnaram impugnarão impugnariam 
 
 Subjuntivo Imperativo 
 presente pretérito 
imperfeito 
futuro afirmativo negativo 
eu impugne impugnasse impugnar - não - 
tu impugnes impugnasses impugnares impugna tu não impugnes tu 
ele impugne impugnasse impugnar impugne você não impugne você 
nós impugnemos impugnássemos impugnarmos impugnemos nós não impugnemos nós 
vós impugneis impugnásseis impugnardes impugnai vós não impugneis vós 
eles impugnem impugnassem impugnarem impugnem vocês não impugnem vocês 
 
 
Curso Básico TRTs 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Décio Terror \u374 Aula 01 
 
Prof. Décio Terror www.estrategiaconcursos.com.br 10 de 55 
 
 
Aderir, advertir, competir, deferir, repelir... 
...compelir, conferir, convergir, despir, desservir, discernir, dissentir, divergir, 
ferir, impelir, interferir, investir, mentir, preferir, preterir, proferir, referir, 
repetir, servir, sugerir, transferir, etc. A irregularidade desses verbos está em 
a vogal e, última do radical, passar a i na 1ª pessoa do singular do presente do 
indicativo e em todo o presente do subjuntivo, e o e aberto na 2ª e 3ª pessoas 
do singular e 3ª do plural do presente do indicativo e 2ª pessoa do singular do 
imperativo. 
Indicativo 
 
 
presente pretérito 
imperfeito 
pretérito 
perfeito 
pretérito mais-
que-perfeito 
futuro futuro do 
pretérito 
eu adiro aderia aderi aderira aderirei aderiria 
tu aderes aderias aderiste aderiras aderirás aderirias 
ele adere aderia aderiu aderira aderirá aderiria 
nós aderimos aderíamos aderimos aderíramos aderiremos aderiríamos 
vós aderis aderíeis aderistes aderíreis aderireis aderiríeis 
eles aderem aderiam aderiram aderiram aderirão adeririam 
 
 Subjuntivo Imperativo 
 presente pretérito 
imperfeito 
futuro afirmativo negativo 
eu adira aderisse aderir - não - 
tu adiras aderisses aderires adere tu não adiras tu 
ele adira aderisse aderir adira você não adira você 
nós adiramos aderíssemos aderirmos adiramos nós não adiramos nós 
vós adirais aderísseis aderirdes aderi vós não adirais vós 
eles adiram aderissem aderirem adiram vocês não adiram vocês 
 
Aguar e enxaguar 
Com a reforma ortográfica, o u passou a ser tanto átono quanto tônico. Assim, 
esses são verbos com duas possibilidades de conjugação. 
Pres. ind.: águo, águas, água, aguamos, aguais, águam. 
 aguo, aguas, agua, aguamos, aguais, aguam. 
Pret.