Tratamento de Efluentes Volume  3
88 pág.

Tratamento de Efluentes Volume 3


DisciplinaTratamento de Água e Efluentes34 materiais567 seguidores
Pré-visualização20 páginas
em Bota Fora, interno à área 
de implantação do aterro, para posterior uso como material de cobertura e de aterro, à 
critério da Fiscalização. 
3.16.3 Impermeabilização da Vala 
Função das características do solo da área, notadamente da sua permeabilidade, para a 
impermeabilização da vala deverão ser avaliadas as duas alternativas a seguir: 
\uf0d8 Impermeabilizado com uma camada do solo escavado (matriz argilosa) com 
espessura de 100 cm e caimento mínimo em direção à saída do chorume de 1%. Tal 
camada deverá ser compactada em camadas soltas de 20 cm de espessura e grau de 
compactação (P.N.) mínimo de 95%. 
\uf0d8 Impermeabilização com geomembrana de PEAD com espessura de 1,5 mm sobre leito 
devidamente regularizado e compactado com caimento mínimo na base de 1% e em 
direção à saída do chorume. 
 
3.16.4 Drenagem de Chorume 
O chorume deverá ficar retido dentro das valas por certo tempo (função do tamanho da 
vala e da vazão gerada) de forma a poder utilizar as mesmas como reatores anaeróbios. 
Assim, após atingir a lâmina do chorume certa altura acima do nível do fundo da vala, a 
saída dos líquidos percolados será efetivada por um tubo extravasor. Estes tubos serão 
comunicados a um tubo principal denominado de \u201cchorume-duto\u201d (tubo PVC, tipo fortilit 
marrom ocre, de 200 mm de diâmetro), localizado na parte central da plataforma das 
valas, que encaminhará o percolado até um tanque de acumulação para posterior 
tratamento. 
3.16.5 Disposição de Resíduos na Vala 
Para a disposição dos resíduos dentro da vala poderá ser utilizado um dos taludes como 
rampa de acesso. 
A compactação realizada por trator de esteira deverá atingir uma taxa mínima de 
compactação de 3:1. Em locais onde a compactação com trator não é possível ser feita, 
poderá ser utilizado algum outro equipamento, tais como, placas compactadoras; barril 
metálico preenchido com concreto, dotado nas suas extremidades de puxadores para o 
deslocamento do mesmo, etc. 
3.16.6 Impermeabilização Superior 
A impermeabilização superior consistirá nas operações de cobertura do lixo disposto nas 
valas de acordo com o cronograma de operação, com uma frequência diária denominada 
de cobertura diária e final denominada de cobertura final. 
A cobertura diária, executada com solo com espessura em torno de 30 cm, minimiza os 
riscos de transmissão de vetores e ocorrência de pontos de fogo, a geração de odores, o 
transporte de lixo leve pela ação do vento, além do que promove uma melhor 
apresentação visual do aterro. 
Já a cobertura final deve ser vista como fator decisivo no sucesso do fechamento da vala 
e revegetação da plataforma. Para tal, deverá ser prevista a colocação de uma camada 
de terra ligeiramente compactada, com uma espessura aproximadamente de 60 
(sessenta) centímetros ligeiramente compactada. Deverá ser previsto que a porção 
superior de tal camada fique acima do nível do terreno bem como o seu caimento 
acompanhe da plataforma, visando a continuidade do escoamento das águas 
superficiais. 
3.17 Apresentação do Projeto 
O Memorial Descritivo deverá apresentar o detalhamento histórico do objeto projetado, na 
forma de texto, tabelas e gráficos, onde são apresentadas as soluções técnicas 
adotadas, bem como suas justificativas, necessárias ao pleno entendimento do mesmo, 
complementando as informações contidas nos desenhos. Deverão ser apresentadas as 
planilhas orçamentárias do projeto básico com Memória de Cálculo, preço EMOP ou 
similares, contendo o mês de referência. Para preços não encontrados, será apresentado 
no mínimo 3 (três) cotações, devendo optar pela média. 
Os desenhos a serem apresentados consistirão na representação gráfica do objeto a ser 
executado, elaborado de modo a permitir sua visualização em escala adequada, 
demonstrando formas, dimensões, funcionamento e especificações, perfeitamente 
definida em plantas, cortes, elevações, esquemas e detalhes, obedecendo às normas 
técnicas pertinentes. 
ANEXO 06 
MODELO DE FICHA CADASTRAL DE ÁREA DEGRADADA POR LIXÃO 
FICHA CADASTRAL DE ÁREA DEGRADADA POR LIXÃO 
Responsável pela coleta de dados: _________________________________________________ 
Data da coleta: ____/____/____ 
Prefeitura:______________________________________________________________________ 
Endereço, tel., etc.: _____________________________________________________________ 
_______________________________________________________________________________ 
Contato: Nome:_________________________________________________________________ 
 Função: _______________________________________________________________ 
 
\u2022Principal atividade econômica do Município: ________________________________________ 
\u2022População total do Município: ___________________________________________habitantes 
\u2022 População urbana: ____________________________________________________habitantes 
\u2022 População rural: _____________________________________________________habitantes 
\u2022 Cobertura do serviço de coleta: ________________________________________________% 
\u2022 Quantidade de lixo coletado: ______________________________________________ t/mês 
 ____________________________________________ m
3
/mês 
\u2022 Localização do aterro/lixão (especificar se a disposição de resíduos é feita próximo de rios 
e/ou canais): ___________________________________________________________________ 
\u2022 Proximidade de APAs e similares _________________________________________________ 
\u2022 Causas da ocorrência do lixão: ___________________________________________________ 
\u2022 Área do aterro/lixão: _________________________ m2 
\u2022 Altura média do aterro/lixão: ___________________ m 
\u2022 Volume aproximado depositado _________________ m3 
 
Tempo de uso ________________________________ anos 
\u2022 Forma de disposição: Em Vala ( ) Em Área Plana ( ) Em Meia Encosta ( ) 
\u2022 Algum outro município (distrito) vaza no aterro/lixão? Sim ( ) Não ( ) 
Qual(is)?________________________________________________________________________ 
\u2022 Quantidade de lixo recebido no aterro/lixão por tipo de resíduo: 
Domiciliar:_________________________t/dia 
Hospitalar: ________________________t/dia 
Entulho e podas ____________________t/dia 
Feiras e mercados __________________t/dia 
Total:_____________________________t/dia 
 
\u2022 Existe alguma nascente d\u2019água na área? Sim ( ) Não ( ) 
\u2022 Em que manancial ela deságua? __________________________________________________ 
\u2022 Qual o manancial (corpo hídrico superficial ) mais próximo da área? Qual é o seu nome e a 
que distância aproximada ele fica da área? 
_______________________________________________________________________________ 
\u2022 Situação do acesso ao aterro/lixão (iluminação, pavimentação,.etc.):_________________ 
______________________________________________________________________________ 
\u2022 Topografia da área e da estrada de acesso: _______________________________________ 
______________________________________________________________________________ 
\u2022 Disponibilidade de abastecimento de energia elétrica e água potável: 
_______________________________________________________________________________ 
\u2022 Disponibilidade de material de cobertura (de preferência solo argiloso): 
_______________________________________________________________________________ 
\u2022 Existem poços para captação de água subterrânea nas proximidades? Sim ( ) Não ( ) 
 
- Distância ao lixão_______________________________________________________ 
- Profundidade do(s) poço(s)_______________________________________________ 
\u2022 Existe drenagem de águas pluviais? Sim ( ) Não ( ) 
\u2022 Existe drenagem de líquido percolado? Sim ( ) Não ( ) 
\u2022 Existe drenagem de gás? Sim ( ) Não ( ) 
\u2022 Existe estação de tratamento de chorume?