simulados tecnologia da construção  estácio de sá, av1, av2, av3
58 pág.

simulados tecnologia da construção estácio de sá, av1, av2, av3


DisciplinaTecnologia da Construção I1.760 materiais7.961 seguidores
Pré-visualização13 páginas
primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira. 
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira. 
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira. 
	
	
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa. 
	
	
	
		4.
		Apesar da fundação direta do tipo sapata possuir algumas variações, um dos tipos abaixo não existe. Qual?
	
	
	
	
	
	sapata associada.
	
	
	sapata corrida.
	
	
	sapata isolada.
	
	
	sapata de fuste.
	
	
	sapata de divisa.
	
	
	
		5.
		Quando usamos uma fundação do tipo baldrame, alguns aspectos são considerados, exceto:
	
	
	
	
	
	este sistema é conhecido também por radier.
	
	
	os centros dos pilares devem estar situados no mesmo alinhamento.
	
	
	as vigas de fundação podem ser pré-moldadas.
	
	
	a transmissão das cargas pode ser feita por meio de brocas.
	
	
	as vigas de fundação podem ser moldadas in loco.
	
	
	
		6.
		Um bloco de fundação caracteriza-se por:
	
	
	
	
	
	não necessitar de armadura.
	
	
	apresentar forma aleatória, de acordo com a penetração do concreto na escavação.
	
	
	apresentar aderência lateral causada pelo atrito em seu fuste.
	
	
	utilizar forma perdida.
	
	
	utilizar argamassa de cimento e areia, e 50% de brita 1.
	
	
	
		7.
		O canteiro de obras deve ser sinalizado com o objetivo de:
	
	
	
	
	
	informar o horário de entrada e saída dos empregados.
	
	
	advertir contra perigo de contato ou acionamento acidental com partes móveis das máquinas e equipamentos.
	
	
	alertar quanto ao uso de EPC (Equipamento de Proteção Coletiva).
	
	
	advertir contra risco de passagens de trabalhadores onde o pé-direito for inferior a 1,60 m (um metro e sessenta centímetros).
	
	
	advertir quanto aos riscos dos tapumes.
		O controle de qualidade das diversas etapas do processo construtivo é fundamental para garantir a segurança e a durabilidade das edificações. Nesse sentido, com relação aos materiais de construção, é importante realizar verificação visual e ensaios experimentais, como forma de garantia das propriedades exigidas. A verificação visual, dada a facilidade de execução, é a mais comum e engloba as seguintes atividades: contagem, verificação de cor, data de fabricação e validade, homogeneidade e outras características superficiais. Considerando a verificação visual de alguns materiais de construção, analise as afirmações que se seguem. 
I. As barras de aço para a estrutura de concreto armado, quando verificada a existência de oxidação em excesso, ocasionando redução da sua bitola original, não são liberadas para a produção, devendo ser devolvidas ao fornecedor para reposição. 
II. A coloração do agregado miúdo (areia) deveser inspecionada, em cada caminhão, por meio de comparação com mostruário criado na obra, utilizando-se amostras retiradas de entregas anteriores. As areias de coloração muito escura podem indicar contaminação com matéria orgânica. A quantidade do material deve ser conferida, por meio de cubagem da caçamba do caminhão. 
III. As argamassas industrializadas para revestimentos e assentamentos devem ser verificadas de modo a evitar sacos úmidos, rasgados, furados e com argamassa empedrada. Os sacos que apresentarem algum desses problemas devem ser separados e identificados para imediata utilização. A quantidade do material deve ser conferida por meio da pesagem dos sacos. 
IV. Em relação às telhas cerâmicas, deve-se verificar a existência de peças trincadas, irregulares, empenadas ou furadas. As peças que apresentarem algum desses defeitos não devem ser liberadas para produção. A quantidade de peças por tipo deve ser conferida por meio da contagem. 
É correto apenas o que se afirma em 
	
	
	
	
	
	II, III e IV. 
	
	
	I, II e IV. 
	
	
	I e III 
	
	
	III e IV. 
	
	
	I e II. 
	
	
	
		2.
		Referente à cura do concreto, marque a opção errada:
	
	
	
	
	
	deve-se manter uma lâmina de água estática sobre a superfície,
	
	
	visa combater a retração,
	
	
	trata-se dos cuidados necessários para garantir a hidratação,
	
	
	requer que a superfície seja umedecida por 24 horas após a concretagem,
	
	
	existe a possibilidade de ser usada cura química. 
	
	
	
		3.
		Assinale a alternativa correta, referente ao recebimento do concreto usinado na obra:
	
	
	
	
	
	O slump test serve para medir a consistência do concreto fresco.
	
	
	o ensaio de abatimento fornecerá, após 24 horas, informações sobre a resistência do concreto.
	
	
	o volume final de concreto retirado do caminhão será utilizado para confecção de corpos de prova.
	
	
	ao se modelar os corpos de prova, os mesmos deverão seguir imediatamente para o laboratório, onde serão rompidos após decorridos 28 dias.
	
	
	o primeiro volume de material despejado do caminhão servirá para a realização do ensaio do slump test.
	
	
	
		4.
		Em relação ao tempo de pega, assinale a alternativa correta:
	
	
	
	
	
	o tempo de pega e o período de cura são sinônimos, cabendo assim o mesmo procedimento de controle.
	
	
	ao alcançar o tempo de final de pega, o concreto restante não poderá mais ser utilizado com fins estruturais.
	
	
	após iniciado o tempo de pega, temos aproximadamente 1 hora para utilizar o concreto com fins estruturais.
	
	
	após iniciado o tempo de pega, podemos adicionar aditivos para utilizar o concreto com fins estruturais por mais 3 horas.
	
	
	após iniciado o tempo de pega, o concreto não poderá mais ser utilizado com fins estruturais.
	
	
	
		5.
		Qual o procedimento correto para preenchimento do molde no ensaio do teste de abatimento?
	
	
	
	
	
	o molde é preenchido diretamente na saída do caminhão betoneira, respeitando os 15% iniciais de material a ser desprezado.
	
	
	1 camada única, adensada por pequenas batidas na lateral do molde.
	
	
	1 camada única, efetuando 12 golpes com haste metálica no material dentro do molde. 
	
	
	2 camadas de concreto, separadas por um intervalo de, no máximo, 1 hora para impedir o início da pega.
	
	
	3 camadas de concreto, intercaladas com 25 golpes, em cada.
	
	
	
		6.
		Quando tratamos da armadura usada no concreto armado, nos referimos a seu fyk. A que isto se refere?
	
	
	
	
	
	ao grau de deformação.
	
	
	ao módulo de elasticidade,
	
	
	à resistência,
	
	
	à aderência,
	
	
	à taxa de coesão,
		O projeto e o dimensionamento de escadas envolvem alguns cálculos com base na distância disponível para seu desenvolvimento e na altura a ser vencida. Além disso, existem cálculos visando o conforto do passo, com a otimização da altura de um degrau (espelho) e de sua profundidade (piso ou base). A fórmula utilizada para o cálculo de degraus confortáveis é a de Blondel, segundo a qual a soma de dois espelhos com o piso (ou base do degrau) deve-se situar entre 63 cm e 64 cm, inclusive.  
2h+p >= 63
2h+p <= 64
Definido o valor dos pisos e calculada, pela fórmula, a zona de conforto para os espelhos, pode-se encontrar o número de degraus necessários para vencer a altura total e ajustar o valor final dos espelhos. 
O desenho acima mostra a planta de uma escada calculada e otimizada pela fórmula de Blondel para vencer uma altura de 2,38 m. 
Com base nessas informações, é correto afirmar que essa escada terá:
 
	
	
	
	
	
	forma de caixa,