thelema e politica
2 pág.

thelema e politica


DisciplinaHistória Econômica Geral1.033 materiais29.620 seguidores
Pré-visualização1 página
"Liberdade mexe mais uma vez no ventre de Tempo . A evolução faz suas mudanças de maneiras anti-socialistas ... Cada nova medida dos governos mais democráticos e autocráticos é comunista em essência. É sempre restrição ... Os ditadores reprimem toda arte, literatura, teatro, música, notícia, que não satisfaz as suas necessidades; contudo somente o mundo se move pela luz do gênio O rebanho será destruído em massa A criação da Lei de Thelema é a única forma de preservar a liberdade individual e assegurar o futuro da raça .... .Innocence do verdadeiro significado desta nova Lei conduziu a anarquia bruto. Sua adoção consciente em seu sentido próprio é a única cura para a instabilidade política, social e racial que provocaram a Primeira Guerra Mundial, a catástrofe da Rússia, ea atitude ameaçadora da China, Índia e Islã ". " Carta de Walter Duranty, novembro 1929 
Quando se adota á Lei de Thelema, acreditasse estar diante de um sistema que prioriza a liberdade, a luta pela descoberta da própria natureza e que ensina que se evite refurgiar-se em pensamentos de outros, a natureza de outros, os gostos de outros. Porém, com a caminhada, descobre-se que os seguidores da Thelema possuem opniões políticas, religiosa e comportamentais e querem que outros sigam suas opiniões. É claro que é platicamente impossível viver sem acreditar ou seguir alguma ideologia, mas é preciso investigar-se apropriadamente para chegar a conclusão do que nos fez seguir uma certa crença. É preciso investigar-se sempre para não acabarmos como manobra da massa. Vemos pessoas, algumas até fanáticas, em suas ideologias. Em relação a política, seja de esquerda, seja de direita, não conseguem enxergar que todas sacrificam o individuo a prol da sociedade. Tanto a direita, quanto a esquerda ,geram sempre confusões e conflitos, se faz esquecer que não passam de meras opiniões e, toda opinião, pode ser negada. Ideia não é igual a verdade, um fato não pode ser negado, uma opinião sim. Se ficarmos dependendo de livros, pensadores, cientistas, ficaremos apenas presos a opiniões de outros e não do que realmente poderíamos ser. Para achar a verdade é preciso analizarmos os problemas idependente da opinião, assim alcançamos a liberdade do que realmente é. É preciso libertar a mente das propagandas políticas e religiosas, a compreensão do que somos é uma virtude e , a virtude, exige liberdade. Temos excesso de autoridade em uma sociedade que procura ditar como devemos ser, o que devemos pensar, o que devemos consumir, nos impede de conhecer-mos nós mesmos, acaba destruindo nossa liberdade - e sem liberdade não pode haver criação, só pode haver criação através do autoconhecimento. É preciso desapegar a mente em crenças fixadas em nosso meio social, mas para isso precisamos ser inteligentes e, para sermos inteligentes, somos obrigados a conhecermos a nós mesmos e o que nos leva a seguir tal crença. Que possamos lembrar sempre que o interior sempre supera o exterior e que mudar uma sociedade se faz preciso que as pessoas conheçam a si mesmas, mas com todas essas orbigações políticas e religiosas, que se fixaram em nossa sociedade, é muito dificil o autoconhecimento. Um bom país depende muito mais do povo, do modo como as pessoas se tratam e se portam, do que de líderes políticos. Tudo depende de vós e de mim, mas parece que não o percebemos. Somos escravos de crenças e dogmas dos quais poderíamos morrer para defender - e defendemos acabamos fazendo do outro escravo de nossas crenças. Para termos paz é preciso que sejamos livres, pois é pela liberdade que o antagonismo morre. à Lei de Thelema diz \u201cFaze o que tu queres\u201d , não diz " fazei o que querem que faças". 
Nós acreditamos que os Thelemitas, aqueles que aderem à Lei de Thelema que é \u201cFaze o que tu queres\u201d, devam se unir para lutar por nossos valores e causas compartilhados.Isso exige que nos unamos em pensamento e ação para realizar a tarefa de lutar pela Liberdade.cada indivíduo tem o direito absoluto de cumprir a sua própria natureza e de viver da maneira que quiser, desde que não impeça a igualdade de direitos de todos os outros indivíduos como a natureza destes também. 
Todos os sistemas políticos da atualidade têm um ponto em comum: apoiam o princípio do sacrifício do indivíduo em favor do grupo. Democracia, socialismo, fascismo, comunismo, estão todos baseados nesta concepção.
Levi decidiu que o Socialismo Radical não era tão interessante assim.
Sua nova visão política considerava que o povo não tinha condição de se comandar. As massas precisavam de orientação. A melhor solução seria a formação de uma elite iniciada para conduzir a humanidade à emancipação. Um discurso deveras perigoso, mas que fez Levi correr atrás de se tornar um desses iniciados.
Invariavelmente, organizações pseudo-esotéricas declaram que não tem finalidades religiosas ou políticas. Tais declarações seriam idiotas se fossem sinceras.