AVALIANDO APRENDIZADO GESTAO TRIBUTARIA II
16 pág.

AVALIANDO APRENDIZADO GESTAO TRIBUTARIA II


DisciplinaContabilidade e Gestão Tributária II1.438 materiais9.404 seguidores
Pré-visualização4 páginas
CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II
Exercício: GST0564_EX_A1_201201152542 Voltar
Aluno(a): RODRIGO REZENDE DE BARROS Matrícula: 201201152542 
Data: 10/03/2014 20:50:29 (Finalizada)
 1a Questão (Ref.: 201201292292)
A empresa Correção S.A. tem a prática de dar garantia de um ano de seus produtos a seus clientes. A média de 
reclamações é de 2%, mas a empresa constitui provisão de 5% para atender ao princípio da prudência. O 
procedimento realizado pela empresa é:
 Correto, visto que as estimativas e provisões são de responsabilidade do contabilista, que deve adotar o 
procedimento que melhor lhe resguarde, quando for questionado. 
 Adequado, pois apresenta a posição mais conservadora que a empresa pode adotar, resultando na menor 
situação econômico financeira que a empresa pode obter. 
 Permitido, desde que apresente uma posição econômico-financeira mais conservadora, com valores que 
conduzam a uma visão de valor inferior ao que efetivamente a empresa tenha. 
 Inadequado, visto que reconhece uma provisão excessiva superavaliando o passivo e apresentando 
demonstrações contábeis não confiáveis, devido à falta de neutralidade. 
 Proibido, em decorrência de estar fundamentado na essência e não na forma, gerando uma subavaliação 
dos passivos.
 2a Questão (Ref.: 201201292336)
Nos termos da legislação cível e comercial vigente, a escrituração contábil é de responsabilidade dos 
______________. Marque a opção que preenche adequadamente a afirmativa apresentada. 
 administradores da empresa. 
 sócios-administradores fundadores da empresa. 
 funcionários do setor de contabilidade. 
 contabilistas legalmente habilitados. 
 membros da comissão avaliadora de empresa. 
 3a Questão (Ref.: 201201292383)
Segundo a definição das partes da Obrigação Tributária, temos àquele que "é o ente público que tem o direito de 
instituir e cobrar o tributo", esta conceituação refere-se a(o): 
 Contribuinte
 Objeto do tributo
 Sujeito passivo
 Responsável Tributário 
 Sujeito ativo 
 Voltar 
Período de não visualização da prova: desde até .
Página 1 de 1BDQ Prova
03/06/2014http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio_preview.asp?hist=89338140&p1...
 
 
 
 CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II
Exercício: GST0564_EX_A2_201201152542 Voltar
Aluno(a): RODRIGO REZENDE DE BARROS Matrícula: 201201152542 
Data: 13/03/2014 20:21:31 (Finalizada)
 1a Questão (Ref.: 201201292427)
De acordo com o Código Tributário Nacional ¿ Lei 5.172/76, tributo é definido como: Toda prestação pecuniária 
compulsória, em moeda ou cujo valor nela se possa exprimir, que não constitua sanção de ato ilícito, instituído em 
lei, que não constitua sanção pecuniária decorrente de ato ilícito, cobrado mediante atividade administrativa 
plenamente vinculada. A partir da informação prestada, podemos induzir que o Tributo Progressivo: 
 É aquele em que a pessoa que paga (contribuinte de fato) é a mesma que faz o recolhimento aos cofres 
públicos (contribuinte de direito). 
 É aquele cujo percentual aumenta de acordo com a capacidade econômica do contribuinte. 
 É aquele em que o contribuinte de fato não é o mesmo que o de direito. 
 É aquele em que o contribuinte tem o direito de compensar os montantes devidos nas operações 
anteriores com os montantes devidos nas operações subseqüentes. 
 É aquele que não considera o poder aquisitivo nem a capacidade econômica do contribuinte. 
 2a Questão (Ref.: 201201258125)
Identifique a opção correta que define Tributo:
 É uma prestação pecuniária (em moeda estrageira) e compulsória (obrigatória) que não constitua sanção 
de ato ilícito (contrário à lei) instituída em lei (decretos criam tributos) e cobrada mediante a atividade 
administrativa plenamente vinculada (a lei diz como deve ser cobrado).
 É uma prestação pecuniária (em dinheiro) e compulsória (obrigatória) que não constitua sanção de ato 
ilícito (contrário à lei) instituída em lei (só lei cria tributos) e cobrada mediante a atividade administrativa 
plenamente vinculada (a lei diz como deve ser cobrado).
 É uma prestação pecuniária (em dinheiro) e compulsória (obrigatória) que não constitua sanção de ato 
ilícito (contrário à lei) instituída em lei (decretos criam tributos) e cobrada mediante a atividade 
administrativa plenamente vinculada (a lei diz como deve ser cobrado).
 É uma prestação pecuniária (em dinheiro) e compulsória (obrigatória) que não constitua sanção de ato 
ilícito (contrário à lei) instituída em lei (só lei cria tributos) e cobrada mediante a atividade administrativa 
plenamente vinculada (a lei deixa livre ao Estado como deve ser cobrado).
 É uma prestação pecuniária (em dinheiro) e compulsória (facultativa) que não constitua sanção de ato ilícito 
(contrário à lei) instituída em lei (só lei cria tributos) e cobrada mediante a atividade administrativa 
plenamente vinculada (a lei diz como deve ser cobrado).
 3a Questão (Ref.: 201201292431)
De acordo com o Código Tributário Nacional ¿ Lei 5.172/76, tributo é definido como: Toda prestação pecuniária 
compulsória, em moeda ou cujo valor nela se possa exprimir, que não constitua sanção de ato ilícito, instituído em 
lei, que não constitua sanção pecuniária decorrente de ato ilícito, cobrado mediante atividade administrativa 
plenamente vinculada. A partir da informação prestada, podemos induzir que o Tributo Regressivo: 
 É aquele que não considera o poder aquisitivo nem a capacidade econômica do contribuinte. Com isso, 
quem gasta praticamente tudo o que ganha no consumo de produtos, como é o caso de muitos 
assalariados, proporcionalmente contribuem mais do que aqueles que têm possibilidade de poupar ou de 
investir. 
 É aquele em que o contribuinte de fato não é o mesmo que o de direito. 
 É aquele em que a pessoa que paga (contribuinte de fato) é a mesma que faz o recolhimento aos cofres 
públicos (contribuinte de direito). 
 É aquele em que o contribuinte tem o direito de compensar os montantes devidos nas operações 
Página 1 de 2BDQ Prova
03/06/2014http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio_preview.asp?hist=91847556&p1...
 
 
 
anteriores com os montantes devidos nas operações subseqüentes. 
 É aquele cujo percentual aumenta de acordo com a capacidade econômica do contribuinte. 
 Voltar 
Período de não visualização da prova: desde até .
Página 2 de 2BDQ Prova
03/06/2014http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio_preview.asp?hist=91847556&p1...
 
 
 
 
 
 
 CONTABILIDADE E GESTÃO TRIBUTÁRIA II
Exercício: GST0564_EX_A3_201201152542 Voltar
Aluno(a): RODRIGO REZENDE DE BARROS Matrícula: 201201152542 
Data: 13/03/2014 21:27:28 (Finalizada)
 1a Questão (Ref.: 201201292438)
Dentre os tributos previstos na Constituição Federal e no Código Tributário Nacional, marque a alternativa em que 
figuram apenas Tributos não cumulativos: 
 IPI, ICMS, PIS e COFINS. 
 IPVA, IPTU. 
 IPVA e ICMS. 
 IRPJ, IRPF, PIS e COFINS. 
 IRPJ, IRPF, IPVA, IPTU e CSSL.
 2a Questão (Ref.: 201201374973)
Toda empresa legalmente constituída no Brasil pode ser enquadrada pela legislação tributária em cinco situações 
distintas, em relação a tributação. A forma de tributação que tem como base o lucro contábil, sendo interessante 
para empresas com resultados mais equilibrados é o:
 Lucro Presumido 
 Imunes e Isentas
 Simples Nacional
 Lucro Real 
 Lucro Arbitrado 
 3a Questão (Ref.: 201201374417)
Mensalmente, as empresas devem enviar declaração informando os valores devidos de tributos federais (IPI, IRPJ, 
CSLL, COFINS, PIS, CIDE, IRRF), com os respectivos pagamentos e compensações, essa declaração é denominada:
 DIPF - Declaração Anual de Informações Econômico-Fiscais das Pessoas Físicas.
 DCTF - Declaração de Débitos e Créditos Federais 
 DACON - Demonstrativo