Slides desenvolvimentos de recursos humanos UNIP
39 pág.

Slides desenvolvimentos de recursos humanos UNIP


DisciplinaDesenvolvimento de Recursos Humanos674 materiais7.755 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Unidade I
DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS
Prof. Ailton Galdino
Introdução
\uf0a7 Nos países que compõem o BRIC \u2013 Brasil, Rússia, Índia e 
China \u2013, considerados os mais emergentes do mundo, os 
funcionários ativos parecem estimular o crescimento 
econômico, que hoje é o maior de todos os tempos. Porém, 
qual é exatamente o impacto desses trabalhadores na cultura? 
Como eles exercem seu papel evolutivo e de que maneira 
cooperam para construir a cultura atual? O que pode ser feito 
para apoiar e otimizar essa evolução?
A importância da Teoria Administrativa em Recursos 
Humanos
\uf0a7 Recursos Humanos é um departamento da organização que 
tem como função principal estabelecer o sistema que rege as 
relações entre os colaboradores e a empresa. Maximiano 
(2000) esclarece que, no início da Revolução Industrial, as 
práticas administrativas eram rudimentares, sendo necessário 
o desenvolvimento de um corpo organizado de 
conhecimentos para otimizar a produção.
\uf0a7 Esse cenário mostrou-se ideal para a criação de uma nova 
ciência-disciplina.
A importância da Teoria Administrativa em Recursos 
Humanos
\uf0a7 Assim, foi que as grandes fábricas da época, preocupadas 
com a eficiência dos processos existentes, ou com a criação 
de novos processos que possibilitassem o aumento da 
eficiência, chamaram a atenção de estudiosos que acabaram 
lançando as bases da ciência da economia e da teoria 
da Administração.
\uf0a7 Administração \u2013 fazer coisas por meio de pessoas, 
objetivando o máximo de rentabilidade/produtividade com o 
mínimo de custo possível.
A escola das relações humanas
\uf0a7 Construída: com base na teoria clássica.
\uf0a7 Ênfase: tarefa (Taylor), estrutura (Fayol), autoridade (Weber) 
x pessoas.
\uf0a7 Esforço combinado: teóricos e práticos, para fazer os 
gerentes mais sensíveis às necessidades dos empregados.
\uf0a7 Sofreu três influências históricas.
Estudos de Elton Mayo (1880 \u20131949)
\uf0a7 Elton Mayo: nascido em Adelaide (Austrália, em 1880). 
Psicólogo que trabalhou a maior parte de sua vida na Harvard
Business School. Responsável pela coordenação e realização 
da experiência de Hawthorne entre 1923 e 1944. Realizou 4 
estudos de comportamento e produtividade no trabalho. 
1. Fábrica de tecidos na Filadélfia: ocorria intensa troca de 
funcionários que demonstravam estar tristes e deprimidos 
em consequência da fadiga. Mayo estabeleceu períodos de 
descanso ao longo do dia, melhorando o comportamento 
dos operários.
Estudos de Elton Mayo (1880 \u20131949)
2. Fábrica de Hawthorne: a detalhar.
3. Três indústrias metalúrgicas: absenteísmo, exceto uma. 
Treinamento dos contramestres (serem pacientes, 
atenciosos e em evitar descontrole emocional no trato
com os subordinados).
4. Fábrica de aviões (em 1944): alta rotatividade. Destaque para 
espírito de equipe criado pelos gerentes, que incitavam a 
solidariedade.
Experiências de Hawthorne \u2013 (de 1924 a 1932)
1. Fase \u2013 os estudos da iluminação: nível de iluminação x 
produtividade.
Experiências de Hawthorne \u2013 (de 1924 a 1932)
2. Fase \u2013 sala de montagem de relés: efeitos das pausas de 
descanso e da fadiga sobre a produtividade do empregado. 
O grupo desenvolveu um relacionamento bastante amistoso. 
Pesquisadores desenvolveram 5 hipóteses:
\uf0a7 a melhoria nas condições e métodos de trabalho na sala 
de teste;
\uf0a7 redução da fadiga;
\uf0a7 as pausas foram mais eficazes na redução da monotonia do 
trabalho do que na redução da fadiga;
\uf0a7 novo plano de salários poderia influenciar a melhoria da 
produção;
\uf0a7 mudança no método de supervisão.
3. Fase \u2013 programa de entrevistas (entre 1928 a 1930): 
comportamento do supervisor era ponto importante para o 
moral e para a produtividade. Entrevistas sobre opiniões a 
respeito do trabalho, condições do trabalho e quanto à 
supervisão. Estendeu programa (entrevistas anuais, estudo, 
comentários, treinamento de supervisão, pesquisas sobre 
relações, fadiga, eficiência e pagamento de incentivos).
4. Fase \u2013 sala de montagem de terminais (suspenso em 
maio/1932): processo de pequenos grupos onde estes 
possuíam opinião própria.
\uf0a7 Princípio do grupo: ninguém deveria trabalhar demais ou de 
menos; não dizer aos superiores algo que prejudicasse algum 
membro do grupo; todos deveriam aceitar as ordens do grupo 
informal a que pertenciam.
Conclusões de Hawthorne
\uf0a7 Os empregados não eram motivados somente por fatores 
externos. Havia fatores psicológicos e não só fisiológicos.
\uf0a7 Pausas no trabalho demonstraram bons resultados, mas não 
poderiam ser analisadas isoladamente.
\uf0a7 Relacionamento social entre as operárias e a supervisão 
provocava condições de trabalho favoráveis.
\uf0a7 Tendência de liderança em grupos mais sociáveis havendo 
maior cooperação do grupo para superar as dificuldades.
Conclusões de Hawthorne
\uf0a7 Satisfação e insatisfação afetavam produção e a intenção 
dos operários.
\uf0a7 Grupos informais afetavam mais os resultados do que 
determinações da alta administração.
\uf0a7 Grupo exercia enorme poder sobre o indivíduo.
\uf0a7 Volume de produção não dependia da sua habilidade ou 
inteligência, mas da restrição do grupo.
\uf0a7 Inovações e melhorias técnicas introduzidas pela 
administração não eram bem vistas pelos operários 
que achavam ser explorados.
Contribuições de Hawthorne
\uf0a7 A produtividade não é um problema da engenharia, mas de 
relacionamento do grupo.
\uf0a7 Havia uma verdadeira preocupação com pagamentos de 
dividendos aos trabalhadores.
\uf0a7 As habilidades administrativas das pessoas como oposição 
às habilidades técnicas são necessárias para o sucesso 
gerencial.
\uf0a7 Bons relacionamentos interpessoais e intergrupais 
necessitam ser mantidos para a obtenção de ganhos 
de produtividade.
Teoria Clássica Teoria das Relações
Trata a organização como máquina Vê a organização como um grupo de pessoas 
Enfatiza as tarefas ou a tecnologia Enfatiza as pessoas 
Inspirada em sistemas de engenharia Inspirada em sistemas de psicologia 
Autoridade centralizada Delegação plena de autoridade 
Linhas claras de autoridade Autonomia do empregado 
Especialização e competência técnica Confiança e abertura 
Acentuada divisão do trabalho
Ênfase nas relações humanas entre as 
pessoas 
Confiança nas regras e nos 
regulamentos 
Confiança nas pessoas 
Clara separação entre linha e staff Dinâmica grupal e interpessoal 
Teoria Clássica e Teoria das Relações
Interatividade
A respeito das ideias de Elton Mayo, das conclusões da pesquisa de 
Hawthorne e da teoria de que Mayo é representante, assinale 
a opção correta:
a) Mayo é representante da teoria clássica. 
b) Segundo Mayo, a coesão do grupo de trabalho leva ao aumento 
da produtividade. 
c) Os experimentos realizados em Hawthorne enfatizam a 
necessidade de se preocupar com as tarefas, para o sucesso de 
uma organização. 
d) Segundo Mayo, o mais importante para o sucesso da organização 
são as boas instalações físicas para o trabalho, o que proporciona 
o aumento da produtividade. 
e) Para a teoria de Mayo, é representante, é importante, buscar a 
máxima especialização das tarefas desenvolvidas pelo 
empregados das fábricas.
\uf0a7 Para melhor compreensão dos elementos que influenciam o 
desenvolvimento dos recursos humanos, é necessário que se 
tenha conhecimento da escola das relações humanas.
\uf0a7 Experimento de Hawthorne: o grupo de pessoas tem fundamental 
importância sobre o desempenho dos indivíduos, o que deu a 
partida para os estudos sistemáticos sobre a organização informal.
\uf0a7 A organização deve ser vista como sistema social. Sentimentos \u2013
Interesses \u2013 Motivações.
Teoria das Relações Humanas
Redes de comunicação
ORGANIZAÇÃO FORMAL X INFORMAL
FORMAL
Deriva do organograma, da