A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Documento Resumo LEIS TRABALHISTAS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Resumo Paulo Pattudo
Principios do direito do trabalho
* Principio da Proteção
* Principio da irrenunciabilidade dos direitos trabalhistas
* Principio da continuidade da relação de emprego.
Direito do trabalho é: O ramo que visa regulamentar as relações empregaticias.
EMPREGADOR: Empresa individual ou coletiva que: ADMITE, ASSALARIA, DIRIGE PRESTAÇÃO SOCIAL DE SERVIÇO
EMPREGADO: Toda pessoa fisica que presta serviço: NÃO EVENTUAL AO EMPREGADOR; SOB A DEPENDENCIA DESTE; MEDIANTE SALÁRIO.
PESSOALIDADE: Modo pessoal, sem substituição.
HABITUALIDADE: carater de permanencia ( sem frequencia).
REMUNERAÇÃO: valor como forma de pagamento.
SUBORDINAÇÃO: Hierarquia de posições ou valores.
RELAÇÃO DE TRABALHO: toda relação juridica em prestação de serviço, como obrigação de fazer. ex: autonomo; eventual; avulso. NÃO SEGUE CLT
RELAÇÃO DE EMPREGO: carater especifico, juridico entre empregado x empregador. Direito do trabalho.
ATIVIDADE ILICITA: Não esta amparado pela lei e nem pelo poder judiciario.
TRABALHO PROIBIDO: não podera ser prestado, não ha norma vedatória. ex: de menor 
AUTONOMO: liberdade de contratação, não subordinação, sem exigencias de habitualidade; natureza eventual; Sem vinculo empregatício. ( quando estabelecido o contrato de autonomo a empresa contratante ja recolhe o inss).
ESTAGIÁRIO:
TEMPORARIO:
INTERMITENTE: Conceito: em que ocorrem interrupções; que cessa e recomeça por
intervalo; intervalado, descontínuo.
Exemplo: Rio intermitente
COMO FUNCIONA: A reforma trabalhista sancionada pelo presidente Michel Temer no dia 13de julho cria uma categoria de serviço que até então não existia nas leis de trabalho: a do contrato intermitente. Agora, as empresas podem contratar um funcionário para trabalhar esporadicamente e pagá-loapenas pelo período em que ele prestou seus serviços. A mudança, assimcomo todas as outras previstas na reforma, começará a valer a partir domomento em que a reforma entrar em vigor, no mês de novembro.
COMO É ANTES DA REFORMA: Antes, a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) não regulamentava o trabalho intermitente. O contrato com menor números de horas era oparcial, que tinha no máximo 25 horas semanais (substituídas por 30 horas semanais com a reforma trabalhista). O contrato intermitente por sua vez,não define uma carga horária mínima de horas trabalhadas. Na prática,o colaborador poderia até ser contratado para prestar duas horas deserviço por semana – ou por mês. Os limites máximos de jornada garantidos pela Constituição são mantidos, no entanto: 44 horas semanais ou 220 horas mensais. 
 CONTRATO: O contrato de trabalho intermitente deve conter especificamente o valor da hora de trabalho. Essa quantia não pode ser inferior ao “valor horário”do salário mínimo nem inferior ao salário dos demais empregadosdaquela empresa que exerçam a mesma função - em contrato intermitente ou não.
DIREITOS DO TRABALHADOR:Depois de completar aquele serviço, o trabalhador tem de
obrigatoriamente receber por aquele período imediatamente em seguida. O valor deverá incluir - remuneração, férias proporcionais comacréscimo de um terço, décimo terceiro salário proporcional, repouso semanal remunerado (domingo ou dia de folga da categoria) e FGTS. 
u Também entre os direitos do contratado estão férias de 30 dias. Mascomo o trabalhador sempre recebe as férias em dinheiro depois do trabalho, o benefício torna - se um mês sem trabalhar. Sendo assim, a cada doze meses, o empregado adquire direito de usufruir um mês de férias, período pela qual o mesmo não poderá ser convocado para prestar serviços a empresa.
TERCERIZAÇÃO:
CONTRATO DE TRABALHO: é o acordo de vontades, entre o empregado e o empregador, em que o primeiro se compromete a trabalhar para o segundo, que o remunera. Acordo tácito ou expresso. Empregado presta serviços com dedicação e o empregador cria oportunidades, além de cumprir com a legislação. Estando presente as 4 condições para vinculo empregaticio: PESSOALIDADE; SALÁRIO; SUBORDINAÇÃO; HABITUALIDADE.
SUSPENSÃO OU INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO: ocorre quando o empregado se afasta do trabalho. O empregado e remunerado normalmente, sem trabalhar, seu tempo de serviço é contado para todos os direitos, sem prejuizo de salário.
SUSPENSÃO DO CONTRATO DE TRABALHO: O EMPREGADO FICA AFASTADO E NÃO RECEBE SÁLARIO. Não e contado como tempo de serviço. ex: aguardar sentença.
MODALIDADES DE CONTRATO DE TRABALHO:
PRAZO DETERMINADO: Há data de inicio e termino de contrato/ Não pode ultrapassar 2 anos, celebra em casos de substituição de empregado afastado por doenca ferias etc.
PRAZO INDETERMINADO: Sem previsão de quando o contrato se extinguirá.
CONTRATO DE EXPERIÊNCIA: nao exceder 
O IDEAL E USAR O CONTRATO EXPRESSO QUE E O FORMAL.
ITENS DO CONTRATO DE TRABALHO EXPRESSO: identificação/ cargo e função/ local de trabalho/ salario/ forma de pagamentos/ carga horaria/ horario de trabalho/ periodo de experiencia/local e data/ assinatura. FAZER UM TERMO COM TODOS OS BENEFICIOS A SEREM DESCONTADOS.
TERMO DE RESPONSABILIDADE E FICHA SALARIO FAMILIA SERA PAGO: PELA EMPRESA E DEDUZIDO QUANDO da contribuição sobre a folha de salario. Pelo sindicato ao trabalhador avulso mediante convenio com inss. Apresentar certidao de nascimento do filho, atestado de vacinação, comprovante de frequencia escolar para comprovar o nascimento .
VALE TRANSPORTE: Não ha substituição do vale transporte por dinheiro, exceto se houver falta de insuficiencia de estoque de vale transporte. Equivalente a 6%.
ACORDO DE COMPENSAÇÃO DE HORAS DE TRABALHO: Documento assinado entre as partes, quando o empregado for trabalhar um pouco mais durante a semana para compensar a jornada de outro dia.
ACORDO DE PRORROGAÇÃO DE HORAS DE TRABALHO: Documento de assinatura na admissão do empregado para que possa trabalhar eventuais horas extraordinarias.Em caso de não formalização desse acordo a empresa podera ser multada por fiscalização do ministerio do trabalho.
 CAGED( CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS) prazo de entrega ate o 7 do mes subsequente aquele que ocorreu movimentação de empregados. 
PIS ( PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL: FUNCIONARIO URBANO) /PASEP:PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO PATRIMONIO AO SERVIDOR PUBLICO : É um sistema constituido por um unico fundo formado pelas contibuições das empresas. 
CONTRATAÇÃO DE APRENDIZ:As empresas, EXCETO: as micro e as pequenas e sem fins lucrativos, são obrigados a contratar, função demanda formação profissional. NAO E OBRIGADA A CONTRATAÇÃO, MAS SE HOUVER O CONTRATADO DEVE TER A PARTE TEORICA E A PRATICA.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.