Psi Esporte cap1
20 pág.

Psi Esporte cap1


DisciplinaPsicologia e Esporte80 materiais1.209 seguidores
Pré-visualização12 páginas
1
Bem-vindos à psicologia 
do esporte e do exercício
Após ler este capítulo, você deverá ser capaz de:
1. Descrever o que é a psicologia do esporte e do exercício
2. Entender o que fazem os especialistas em psicologia do esporte e do exercício
3. Conhecer o treinamento necessário para ser um psicólogo do esporte e do exercício
4. Entender os principais desenvolvimentos na história da psicologia do esporte e do exercício
5. Distinguir o conhecimento obtido cientificamente do conhecimento obtido na prática profissional
6. Integrar conhecimentos empíricos e científicos
7. Comparar e diferenciar as orientações práticas
8. Descrever oportunidades de carreira e tendências futuras na área
Jeff, armador do time de basquetebol da escola 
de ensino médio, fica visivelmente nervoso em competi-
ções. Quanto mais crítica a situação, mais nervoso fica e 
pior ele joga. O maior desafio de seu técnico nesta tem-
porada será ajudar Jeff a aprender a controlar o estresse.
Beth, diretora de condicionamento físico do Centro 
de Reabilitação Cardíaca do St. Peter\u2019s Hospital, con-
duz um programa de condicionamento aeróbico para pa-
cientes em recuperação. Entretanto, ela está preocupada 
porque alguns pacientes interrompem os programas de 
exercícios quando começam a se sentir melhor.
Lisa está se graduando em cinesiologia e sabe que 
seu desejo é seguir carreira em alguma área da saúde, 
como concluir o curso e tornar-se ortopedista, assisten-
te médica ou fisioterapeuta. Embora adore as ciências 
biológicas, tem dúvidas quanto ao papel desempenha-
do pelos fatores psicológicos na medicina preventiva, 
em especial na sua relação com o bem-estar holístico e 
o uso da atividade física como remédio.
Mario sempre quis ser professor de educação física. 
No entanto, sente-se frustrado atualmente, porque seus 
alunos do ensino médio têm pouco interesse em apren-
der habilidades de condicionamento para a vida toda. 
Seu objetivo é motivar os alunos sedentários a se enga-
jar em atividades físicas.
Patty é a técnica principal de atletismo do Campbell 
State College. A estrela da equipe de corrida da escola, 
Tyler Peete, alcançou 99% de recuperação física após 
uma cirurgia no joelho. Os técnicos observaram, porém, 
que, nas práticas, ele ainda poupa o joelho lesionado e 
hesita quando precisa dar uma arrancada. Patty sabe que 
Tyler está fisicamente recuperado, mas precisa retomar 
sua confiança.
Tom, psicólogo do esporte e torcedor veterano de bei-
sebol, acabou de ser sondado para ocupar a posição de 
seus sonhos, um emprego de consultor. Os proprietários 
do Chicago Cubs, fartos da falta de coesão do time, pedi-
ram-lhe que planejasse rapidamente um programa de trei-
namento em habilidades psicológicas. Se Tom puder criar 
um programa consistente até a semana seguinte, será con-
tratado como consultor de psicologia esportiva do time.
Se você vier a ser um técnico, instrutor, professor de 
educação física, preparador físico ou mesmo psicólogo 
do esporte, também encontrará os tipos de situações que 
Jeff, Beth, Lisa, Mario, Patty e Tom enfrentam. A psi-
cologia do esporte e do exercício oferece recursos para 
resolver problemas dessa natureza e muitas outras preo-
cupações práticas. Neste capítulo, você será apresenta-
do a essa interessante área de estudo e aprenderá como 
a psicologia do esporte e do exercício pode ajudá-lo a 
resolver problemas práticos.
4 Fundamentos da psicologia do esporte e do exercício
Definindo psicologia 
do esporte e do exercício
Psicologia do esporte e do exercício consiste no estudo 
científico de pessoas e seus comportamentos em con-
textos esportivos e de exercício e na aplicação prática 
desse conhecimento (Gill e Williams, 2008). Os psicó-
logos do esporte e do exercício identificam princípios 
e diretrizes que os profissionais podem empregar para 
ajudar adultos e crianças a participarem e se beneficia-
rem de atividades esportivas e de exercício.
PONTO-CHAVE A psicologia do esporte e do exer-
cício consiste no estudo científico de pessoas e seus 
comportamentos em atividades esportivas e ativida-
des físicas e na aplicação prática desse conhecimento.
A maioria das pessoas estuda psicologia do esporte e 
do exercício tendo em mente dois objetivos: (a) entender 
como os fatores psicológicos afetam o desempenho físi-
co de um indivíduo e (b) entender como a participação 
em esportes e exercícios afeta o desenvolvimento psico-
lógico, a saúde e o bem-estar de uma pessoa. Elas reali-
zam esse estudo fazendo os seguintes tipos de perguntas:
Objetivo A: entender os efeitos de fatores psicoló-
gicos sobre o desempenho físico ou motor.
\u2022	 Como a ansiedade afeta a precisão de um jogador de 
basquetebol em um arremesso de lance livre?
\u2022	 A falta de autoconfiança influencia a capacidade de 
uma criança de aprender a nadar?
\u2022	 De que modo o reforço e a punição por parte de um 
técnico influenciam a coesão de um time?
\u2022	 O treinamento mental facilita o processo de recupera-
ção em atletas e praticantes de exercício lesionados?
\u2022	 De que forma o estilo de comunicação de um pro-
fissional da saúde influencia a adesão do paciente a 
uma agenda de exercícios de reabilitação em casa?
Objetivo B: entender os efeitos da participação em 
atividades físicas sobre o desenvolvimento psico-
lógico, a saúde e o bem-estar.
\u2022	 Correr reduz a ansiedade e a depressão?
\u2022	 Atletas jovens aprendem a ser excessivamente agres-
sivos ao praticar esportes para sua faixa etária?
\u2022	 A participação diária em aulas de educação física 
melhora a autoestima de uma criança?
\u2022	 A participação em atividades físicas na faculdade fa-
vorece o desenvolvimento da personalidade?
\u2022	 A fisioterapia influencia a saúde física de um atleta 
lesionado além de ajudá-lo a criar uma visão mais 
otimista do futuro?
A psicologia do esporte aplica-se a uma ampla parce-
la da população. Embora alguns profissionais a empre-
guem para ajudar atletas de elite a atingirem o desem-
penho máximo, muitos outros estão preocupados com 
crianças, com indivíduos física e mentalmente incapa-
citados, com idosos e com praticantes normais. Cada 
vez mais os psicólogos do esporte se concentram nos 
fatores psicológicos envolvidos no exercício e na saú-
de, desenvolvendo estratégias para encorajar pessoas 
sedentárias a se exercitarem ou avaliando a eficácia do 
exercício como tratamento para a depressão. Para re-
fletir essa ampliação do interesse, o campo é atualmen-
te chamado de psicologia do esporte e do exercício, e 
alguns indivíduos estão começando a enfatizar apenas 
os aspectos relacionados ao exercício e à saúde nesse 
campo de atuação.
PONTO-CHAVE Os psicólogos do esporte e do 
exercício procuram entender e ajudar atletas de eli-
te, crianças, indivíduos física e mentalmente inca-
pacitados, idosos e praticantes em geral a alcançar 
o máximo de participação e desempenho, satisfação 
pessoal e desenvolvimento mediante as atividades.
 VEJA A Atividade 1.1 (em inglês) irá ajudá-lo 
a entender os objetivos da psicologia do esporte 
e do exercício.
Especialização em psicologia do esporte
Os psicólogos contemporâneos do esporte seguem car-
reiras variadas. Desempenham três papéis básicos nas 
atividades profissionais: fazer pesquisa, lecionar e atuar 
como consultores (ver Figura 1.1). Discutiremos breve-
mente cada um desses papéis.
O papel de pesquisador
A principal função dos participantes de qualquer campo 
acadêmico é aumentar o conhecimento do campo por 
meio de pesquisas. A maioria dos psicólogos do esporte 
e do exercício ligados a uma universidade realiza pes-
quisas. Eles podem, por exemplo, estudar o que motiva 
as crianças a participarem em esportes, como a menta-
lização influencia a competência em uma tacada de gol-
fe, de que modo correr durante 20 minutos quatro vezes 
por semana afeta os níveis de ansiedade de uma pessoa 
ou