A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
49 pág.
Trabalho de Conclusão de Curso (1)

Pré-visualização | Página 9 de 9

Acesso em: 28 out. 2015.
FIESP. Participação da Cadeia Produtiva da Construção no PIB brasileiro cai para 10,7%. 2015. Disponível em: <http://www.fiesp.com.br/observatorioda construcao/noticias/participacao-da-cadeia-produtiva-da-construcao-no-pib-brasileiro-cai-para-107/>. Acesso em: 22 maio de 2015.
HENDRICKS, CH. F., PIETERSEN, H. S. Sustainable raw materials: construction and demolition waste. Report 22. France: RILEM / Publications s.a.r.l.,2000.
IBGE. Projeção da população do Brasil e das Unidades da Federação. 2016. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/>. Acesso em: 20 abril 2016.
______. Estimativa de população do DF. 2015. Disponível em: <http://www.ibge.
gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=df>. Acesso em: 20 nov. 2015.
ITAMBÉ. Uma nova construção civil está nascendo. 2009. Disponível em: <http://www.cimentoitambe.com.br/uma-nova-construcao-civil-esta-nascendo/>. Acesso em: 23 nov. 2015.
JOHN, V. M. Reciclagem de resíduos na construção civil: contribuição à metodologia de pesquisa e desenvolvimento. São Paulo, 2000, 102 p. Tese (Livre docência). Departamento de Engenharia de Construção Civil, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.
LOPES, Luciana. Gestão e gerenciamento integrados de resíduos sólidos urbanos. Dissertação de pós-graduação em Geografia Humana. Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2006.
MENEZES, Suelen. Brasília 50 anos - capital projetada para 500 mil habitantes hoje tem 2,6 milhões de moradores e tem a segunda maior renda per capita do país. IPEA, 2010. Disponível em: <http://desafios.ipea.gov.br/index.php?option=com_
content&view=article&id=2339:catid=28&Itemid=23>. Acesso em: 23 nov. 2015.
NAGALLI, André. Gerenciamento de resíduos sólidos na construção civil. São Paulo. Oficina de Textos. 2014.
NUNES, Brasilmar Ferreira. A tendência do DF e o seu entorno é crescer cada vez mais, surgindo ainda mais construções. Sociedade e Estado. v. 29, n.3 Brasília set/dez. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=
sci_arttext&pid=S0102-69922014000300013>. Acesso em: 28 nov. 2015.
OBRA LIMPA. Os verdadeiros impactos da construção civil. 2015. Disponível em: <http://www.obralimpa.com.br/index.php/os-verdadeiros-impactos-da-constru
cao-civil/>. Acesso em: 30 nov. 2015.
PACIEVITH, Thais. Construção de Brasília. Info Escola, 2015. Disponível em: <http://www.infoescola.com/historia-do-brasil/construcao-de-brasilia/>. Acesso em: 1 nov. 2015.
PINTO, T. P. Utilização de resíduos de construção: estudo do uso em argamassas. São Carlos, SP. 1986. 137 F. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, 1986.
PORCÍUNCULA, Elka. A construção civil e seus resíduos. Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Arquitetura. Fórum da construção. Disponível em: <http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=43&Cod=338>. Acesso em: 13 nov. 2015.
ROCHA, E. G. A. (2006). Os resíduos sólidos da construção e demolição: gerenciamento, quantificação e caracterização. Um estudo de caso no Distrito Federal. Dissertação de Mestrado em Estruturas e Construção Civil (2006), E.DM – 002A/06, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade de Brasília, Brasília, DF, 155p.
SENA, R. S.; CARVALHO, E. B.; SOUZA, N. D. C.; SANTOS, L. B.; MELO, L. F. S.; VERANO, B. Gestão dos resíduos sólidos da construção civil e demolição no Distrito Federal. I e II CONICBIO e VI SIMCBIO – Universidade Católica de Pernambuco – Recife-PE, 11 a 14 nov. 2013. Disponível em: <http://www.unicap.br/ simcbio/wp-content/uploads/2014/09/GEST%C3%83O-DOS-RES%C3%8DDUOS-S%C3%93LIDOS-DA-CONSTRU%C3%87%C3%83O-CIVIL-E-DEMOLI%C3%87%C3%83O-NO-DISTRITO-FEDERAL.pdf>. Acesso em: 5 nov. 2015.
SENAI. Gestão de resíduos na construção civil: redução, reutilização e reciclagem. 2006. Disponível em: <http://www.fieb.org.br/Adm/Conteudo/uploads/
Livro-Gestao-de-Residuos_id_177__xbc2901938cc24e5fb98ef2d11ba92fc3_269201
3165855_.pdf>. Acesso em: 29 out. 2015.
SILVA, Graziela. Reciclagem de resíduos é alternativa sustentável para destinação de entulhos. 2015. Disponível em: <http://www.aecweb.com.br/cont/
m/rev/reciclagem-de-residuos-e-alternativa-sustentavel-para-destinacao-de-entulhos_7628_0_1>. Acesso em: 29 out. 2015.
SLU. Relatório do diagnóstico de resíduos sólidos no Distrito Federal. 2015. Disponível em: <http://www.slu.df.gov.br/images/Relat%C3%B3rio%202014.pdf>. Acesso em 22 de Nov de 2015.
SOUZA, Roberto de. Gestão de materiais de construção. São Paulo: O Nome da Rosa, 2005.
TERRACAP. Manual verde. 2009. Disponível em: <http://www.terracap.df.gov.br/
internet/arquivos/0044103478.pdf>. Acesso em: 17 set. 2015.
______. Setor Noroeste. 2015. Disponível em: <http://www.terracap.df.gov.br/
setor-noroeste>. Acesso em: 15 out. 2015.
APÊNDICES
APÊNDICE A – Lista de Normas e Regulamentos Acerco dos Resíduos Sólidos
Lei 12.305/2010 - Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS);
Resolução nº 307 – CONAMA;
NBR 10.004/2004;
NBR 15.112/2004;
NBR 15.113/2004;
NBR 15.114/2004;
NBR 15.115/2004;
NBR 15.116/2004.
APÊNDICE B – Questionário
A obra é de pequeno, médio ou grande porte?
Quantos m² de construção?
Quantos andares?
Quantos funcionários?
Existe gerenciamento ou gestão de resíduos sólidos na obra? Se sim, como é feito o gerenciamento? Se não, justifique.
Existe alguma ação preventiva para diminuir as perdas na obra? Se sim, quais? Se não, justifique.
Qual a média de resíduos de Classe A (tijolos, blocos, telhas, placas de revestimento, blocos, tubos, meios-fios e etc.) é desperdiçado?
Existe separação dos resíduos? Justifique.
Há alguma política de redução, reutilização e reciclagem na obra? Justifique.
O transporte dos resíduos segue os padrões da política nacional dos resíduos sólidos e do manual verde?
Qual a destinação dada ao entulho? Existe alguma empresa que recolhe esse entulho para fazer reciclagem?
É utilizado agregado reciclado? Justifique.
Há algum incentivo governamental para a prática da reciclagem? O que o governo poderia fazer para ajudar?

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.