A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
NEOPLASIA

Pré-visualização | Página 1 de 1

NEOPLASIA 
Em animais domésticos 
Universidade Federal da Bahia
Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia – EMEVZ
Medicina Veterinária 
Biologia Molecular e Celular aplicada à Medicina Veterinária BIOA93
Profª Luciana Veiga
Discentes: Guilherme Figueiredo, Rafaela Alves e Vítor Cordeiro
Neoplasia (do grego neo = novo + plasis= crescimento)
Literalmente nova formação 
Processo patológico que causa um neoplasma, neoformação. 
tumor 
Tumor benigno
Não é invasivo
Removível
Tratamento fácil
Tumor maligno
Sinônimo de câncer
Invasivo
Metástase
Tratamento difícil
Nomenclatura
Carcinomas: tecidos epiteliais : ex. Adenocarcinoma*
Sarcomas: tecidos conjuntivos e muscular: ex. condriossarcoma
Leucemias e linfomas
Tumor maligno
Tumor benigno
Prefixo: indica origem
Sufixo: “oma”
Ex.: Adenoma e Lipoma
Tumor: benigno X maligno
Adenoma e Adenocarcinoma
Carcinógenos
agente causal
 
Agentes mutagênicos
Alteração genética 
 Agente químico
Hidrocarbonetos aromáticos
Aminas aromáticas, nitrosaminas e agente alquilantes
Radiação 
Radiações ionizantes
Raios gama 
Partículas alfa
Luz UV
Vírus (oncovírus)
Incomum
Virus de RNA e de DNA
RSV (Vírus do Sarcoma de Rous)
Carcinógenos
Ativação de carcinógenos químicos
Oxidases do citocromo P450 
benzo[a]pireno
 aflatoxina B1
Aspergillus flavus oryzae
Carcinógeno
inerte 
Carcinógeno mutagênico
P450
Aflatoxina B1
Carcinógenos
Iniciadores
Múltiplas exposições
Dano genético latente 
Ex.: Benzo[a]pireno
Promotores
Não são mutagênicos
Dependentes 
Ésteres de forbol 
Metástase
Definição
Invasibilidade
Etapas
Desprendimento
Migração 
Colonização
 micrometástase
Resistência à apoptose (ambiente tumoral)
Pouca dependência de sinais celulares 
Metástase
Fases
Neoplasia na Medicina Veterinária
Aves
Leucose Linfóide Aviária
Felinos
Linfossarcoma
Carcinoma de pele
Suínos
Nefroblastoma
Bovinos e Equinos
Linfossarcoma, carcinoma espinocelular periocular
Papilomas de esôfago e rúmen(bovinos)
Melanoma e carcinoma espinocelular de pênis(equinos)
Cães
Neoplasias mamárias
Tumor venéreo transmissível
Neoplasias testiculares
Osteossarcoma 
Carcinoma de células escamosa em genital de equinos machos
É uma neoplasia cutânia maligna e metastáticas dos queratinócitos
Exposição prolongada à luz ultravioleta, ausência de pigmento epidermal, presença de áreas alopécicas ou com reduzida cobertura de pelos.
Fatores de risco
Diagnóstico
Anamnese
Histórico
Avaliação Clínica do paciente e da lesão
Exames citológico e histopatológicos
Tratamento
Terapia fotodinâmica, quimioterapia, crioterapia, tratatamento cirúrgico
Conclusão
Podemos observar que a neoplasia afeta amplamente os animais domésticos.
Citamos as diferenças entre os processos benignos e malignos e como eles agem no organismo.
Possíveis fatores para o aparecimento de neoplasias. (carcinógenos)
Quais os tipos de câncer mais afeta aos animais domésticos, bem como o tratamento adequado.
Bibliografia
Biologia molecular da célula, Johnson, Alberts
www.uff.br/rbcv/ojs/index.php/rbcv/article/viewFile/509/pdf
http://depto.icb.ufmg.br/dpat/old/intro.htm