Profissionalização de Aux. de Enfermagem -  Caderno 1
161 pág.

Profissionalização de Aux. de Enfermagem - Caderno 1


DisciplinaCurso416 materiais336 seguidores
Pré-visualização39 páginas
projeção do
lábio inferior e na contração do queixo.
No pescoço (figura 12) são encontrados os músculos platisma e
esternocleidomastóide (responsável pela rotação da cabeça).
31
PPPPP EEEEEAAAAARRRRROOOOOFFFFF
3.4.2 Músculos dos membros superiores
Seria difícil contar durante todo um dia os diversos movimentos
realizados pelos braços, como pentear-se, pegar objetos, dirigir, abraçar
uma pessoa querida, etc. Determinados movimentos necessitam dos
músculos flexores, que participam da retração muscular; outros, dos
músculos extensores (figura 14), que permitem a extensão do mem-
bro.
Na região do braço localizam-se os músculos com grandes mas-
sas, responsáveis pela força (figura 13). Os principais são:
- deltóide \u2013 encontra-se na articulação do ombro e produz a ele-
vação do braço - é nele que se aplica a injeção intramuscular;
- bíceps \u2013 localiza-se na parte anterior do braço, sendo respon-
sável pela flexão do antebraço sobre si mesmo \u2013 é bem deline-
ado em pessoas que exercem práticas esportivas;
- tríceps \u2013 situa-se na parte posterior do braço e afasta o ante-
braço do bíceps.
Você já observou a quantidade
de movimentos possíveis de
serem feitos com seus braços?
Esternocleidomastóide
Frontal
Músculo do
supercílio
Orbicular do olho
Masseter
Músculo do nariz
(depressor do septo)
Orbicular dos lábios
Depressor do lábio
inferior
Platisma
Figura 12
Músculos da face e pescoço
Bucinador
32
 1 Anatomia e Fisiologia
O movimento do antebraço é limitado, o que lembra uma dobra-
diça. Porém, as mãos executam movimentos precisos e delicados, como
abotoar uma blusa, fazer uma trança, digitar um texto, dentre muitos
outros utilizados no dia-a-dia. Para a prática de seu serviço duas posi-
ções do antebraço são muito úteis: supina, quando o antebraço se en-
contra com a palma da mão para cima, e prona, quando a palma está
virada para baixo. Seus principais músculos são:
Deltóide
Faciais
Peitoral
maior
Bícep
Reto abdominal
Oblíquo externo
Flexores do
pulso e dos
dedos
Costureiro
Quadríceps
Esternocleidomastóide
Trapézio
Deltóide
Tríceps
Grande
dorsal
Oblíquo externo
Grande glúteo
Bíceps crural ou femural
Gêmeos ou
gastrocnêmios
Extensores
dos dedos
Grande denteado
Figura 13
Músculos dos membros superiores, do tronco e inferiores
33
PPPPP EEEEEAAAAARRRRROOOOOFFFFF
- flexor dos dedos \u2013 situa-se na parte anterior do antebraço e
promove a flexão dos dedos;
- extensor dos dedos \u2013 localiza-se na parte posterior do ante-
braço, sendo responsável pelo afastamento dos dedos.
3.4.3 Músculos do tronco
Os principais músculos do tórax (figura 13) são:
- trapézio \u2013 localiza-se na região superior das costas, sendo res-
ponsável pela elevação dos ombros - é nele que se realiza a
massagem de conforto;
- grande dorsal \u2013 situa-se na região inferior das costas, tendo
como função principal levar o braço para trás;
- peitoral maior \u2013 como o nome indica, localiza-se no peito, per-
mitindo o movimento do braço para a frente;
- grande denteado \u2013 situa-se na parte lateral do tórax, promo-
vendo a elevação das costelas, ajudando, dessa forma, o pro-
cesso de respiração.
No abdome, os principais músculos são:
- reto abdominal \u2013 localiza-se na frente do abdome ou barriga,
sendo responsável por dobrar o tórax sobre o abdome, ajudan-
do na inspiração (entrada de ar no organismo) forçada;
- oblíquo externo \u2013 situa-se nos lados do abdome; atua compri-
mindo as vísceras e inclinando o tórax para a frente;
- diafragma \u2013 separa o tórax do abdome e ajuda na inspiração.
A musculatura abdominal é também responsável pela susten-
tação do peso e pressão dos órgãos viscerais.
Na prática de seu trabalho três posições distintas são muito utili-
zadas: decúbito dorsal - quando o corpo se encontra com o dorso
(costas) em contato com a superfície de apoio (maca ou leito); decúbito
ventral - quando o corpo está apoiado sobre o ventre (de barriga para
baixo); decúbito lateral - quando o corpo está apoiado em um lado
específico, seja o direito ou o esquerdo.
3.4.4 Músculos dos membros inferiores
Os principais músculos dos membros inferiores (figura 13) são:
- grande glúteo ou glúteo superior - localiza-se nas nádegas e
permite a extensão da coxa;
- quadríceps - situa-se na parte anterior da coxa, sendo respon-
sável pela extensão da perna;
34
 1 Anatomia e Fisiologia
- costureiro - é o músculo mais longo do corpo: inicia-se no
quadril, cruza a coxa e termina na lateral interna do joelho; sua
função é aproximar a coxa do abdome;
- bíceps crural ou femoral \u2013 localiza-se na face posterior da
coxa, permitindo o movimento de flexão das pernas;
- gêmeos ou gastrocnêmios \u2013 situam-se na face posterior da per-
na (\u201cbatata\u201d da perna) e são responsáveis pela extensão dos pés.
Por sua vez, os pés apresentam movimentos de extensão (fi-
gura 14), flexão e rotação \u2013 possíveis devido à utilização dos músculos
extensores e flexores neles inseridos por meio dos tendões.
Músculos extensores dos dedos
Músculos extensores dos dedos
Revestimento dos tendões
Tendões
Tendões dos músculos extensores
Em pacientes acamados ou sem nenhum exercício com os pés é
comum acontecer o que se chama de queda plantar. Devido à falta de
atividade da musculatura responsável pelo movimento, ela se torna rígida
e atrofiada, necessitando de cuidados especiais para resgatar os movimen-
tos normais.
4- SISTEMA TEGUMENTAR
A pele reveste todo o corpo humano, exercendo funções
indispensáveis para a manutenção da vida. Adicionalmente, como vive
em perfeita harmonia com o organismo, reflete seu estado de saúde.
Ao mesmo tempo que mantém a temperatura corporal estável,
protege-o contra agressões físicas, químicas e biológicas, além de captar
Figura 14
35
PPPPP EEEEEAAAAARRRRROOOOOFFFFF
sensações e participar da síntese de vitamina D, pela utilização dos raios
solares. Internamente, temos a mucosa, nome dado ao tegumento que re-
veste as cavidades internas como, por exemplo, a mucosa oral.
A coloração da pele depende da espessura (quanto mais espessa
mais amarela), do grau de irrigação sangüínea (o que a torna mais ou
menos rosada), da presença de melanina (um pigmento que escurece a pele)
e da absorção do caroteno (responsável pela tonalidade amarela). Quanto
maior a quantidade de melanina existente, mais intensa será a cor.
4.1 As camadas da pele
A pele é formada por três camadas: a epiderme, a derme e a
hipoderme ou tecido celular subcutâneo.
A epiderme, por sua vez, é constituída por cinco camadas, sen-
do que a quinta, a camada córnea rica em queratina, só existe nas
palmas das mãos e plantas dos pés. A camada mais interna, situada logo
acima da derme, é a responsável pelo surgimento das c\ufffd\ufffdlulas epiteliais,
sendo por isso chamada de germinativa ou basal. Conforme as células
vão surgindo na camada basal, as demais vão amadurecendo e sendo
empurradas para camadas superiores pelas células mais jovens. Sofrem
um processo de queratinização que as torna mais resistentes e imper-
meáveis, até se depositarem na camada superior da epiderme, quando,
então, já estão mortas e são eliminadas por descamação. Nesta camada
também se localiza a melanina, responsável pela coloração da pele, que
apresenta maior concentração nas pessoas da raça negra.
A epiderme é responsável pela impermeabilidade da pele, o que
dificulta a evaporação da água pela superfície corporal.
A derme, localizada logo abaixo da epiderme, é um tipo de teci-
do conjuntivo que também possui fibras elásticas. Nesta camada, que é
bem vascularizada, encontram-se as terminações nervosas, vasos linfá-
ticos, glândulas sebáceas e alguns folículos pilosos. Nela se desenvol-
vem as defesas contra agentes nocivos que tenham vencido a primeira
barreira, ou seja, a epiderme. Em sua atividade