A IMPORTANCIA DO LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL TCC FINAL
15 pág.

A IMPORTANCIA DO LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL TCC FINAL


DisciplinaLudicidade e Educação441 materiais7.455 seguidores
Pré-visualização4 páginas
A IMPORTANCIA DO LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
SOUZA. Valeria Ferreira
RU 1094979
RESUMO
 O presente trabalho trata-se da suma importância de introduzir jogos e brincadeiras no currículo escolar do ensino infantil. A brincadeira não deve ser vista como diversão para passar o tempo, ou algo que não se deve levar tão a serio, ela deve ser vista como uma atividade essencial na formação da criança, pois o brincar faz com que a criança constrói conhecimento, explora o mundo a sua volta, compreende a si mesma e os seus sentimentos, proporciona convivência mutua,desenvolve a coordenação motora e a percepção, valoriza as ações de cooperação e solidariedade, descobre as diferenças e respeita o tempo e o espaço de cada um. Além disso, pode ser trabalhada em todas as disciplinas proporcionando ao educador situações nova dentro do processo de ensino aprendizagem. A metodologia utilizada foi à pesquisa de cunho bibliográfico onde ficou claro como a ludicidade trabalhada em sala de aula de forma correta pode transformar a vida da criança.
Palavra-chave: Ludicidade. Conhecimento. Aprendizado
INTRODUÇÃO
	O trabalho proposto tem como objetivo disponibilizar reflexões sobre a importância da ludicidade e as suas contribuições na educação infantil. Através dos jogos e brincadeiras a criança explora a imaginação, cria e recria a realidade e ao mesmo tempo a sua identidade.
 	Dar à criança tempo para brincar e brinquedos diversos como jogos, livros de desenhos, blocos para montar, fantoches entre outros é muito importante, para que a criança desenvolva a responsabilidade, a autoexpressão, onde se sente estimulada e sem perceber acaba desenvolvendo e construindo seu conhecimento sobre o mundo.
 Diante disso é importante frisar a importância da escola em ter um projeto pedagógico que contemple e incorpore o lúdico como ferramenta em suas atividades, proporcionando apoio, suporte e condições para o desenvolvimento seu 
											02		
aluno e dando condições ao educador para a elaboração e realização de seu trabalho em sala de aula.
 	O objetivo maior a ser alcançado dentro desse trabalho é analisar e compreender a concreta e verdadeira contribuição da ludicidade na educação infantil, apontar a importância de se ter o lúdico como ferramenta norteadora do aprendizado, apresentar as possibilidades de ensinar através de uma visão lúdica, valorizar os jogos e brinquedos pedagógicos diversos, proporcionar a convivência, mutua, contextualizar os conteúdos e contribuir para o desenvolvimento intelectual.
	 Pois através dos jogos e brincadeiras o educador poderá estimular as habilidades, permitindo que o aluno se envolva em tudo que esteja realizando de forma significativa.
	 A metodologia utilizada para a realização deste trabalho, foi necessário uma pesquisa de cunho bibliográfico, sites, revistas, livros, que abordaram o tema e o vídeo aulas da disciplina ludicidade na educação. Todos esses enriqueceram o projeto. O presente trabalho teve também alguns autores e autoras que vieram a somar com suas teorias, destacam entre eles; o autor e filosofo Levi Vigotsky, Santos e Cruz 1997, de Lopes 2002, Oliveira 1984, e Tizuko Morchida Kishimoto, Paulo Nunes de Almeida e Airton Negrine, entre outros que muito contribuíram para o seu enriquecimento tornando possível a realização do mesmo.
	A realização desse trabalho foi de suma importância, pois através das pesquisas e estudos realizados em artigos de grandes autores, permitiram compreender a contribuição dos movimentos e atividades envolvendo jogos e brincadeiras no desenvolvimento infantil. 
	As brincadeiras sempre foram e serão atividades espontâneas e prazerosas, onde a criança pode exercer sua capacidade de criar e fundamentar seu desenvolvimento de identidade e de autonomia, possibilitando que a criança explora seu mundo. E devem ser criadas e recriadas, para que sejam sempre uma nova 
												3
descoberta e sempre se transformem, em uma nova brincadeira. Pois quando a criança brinca, estimula seu desenvolvimento integral, tanto no ambiente familiar, quanto no ambiente escolar.
2 O LÚDICO E SUAS CONTRIBUIÇÕES NA EDUCAÇÃO INFANTIL
	O interesse em discutir esse tema tem como finalidade central, ampliar o conhecimento e a discussão a cerca da ludicidade e suas contribuições na Educação Infantil. Pois a criatividade pedagógica deve-se muito ao conhecimento e utilização das brincadeiras. Os jogos, as dinâmicas e o brincar não se reduzem a recreação, portanto norteia se para o aprendizado, no qual esse simples ato servirá para desenvolver a adaptar conteúdos de diversas disciplinas na sala de aula.
	De acordo com os conceitos de ludicidade e aprendizado nos anos iniciais pode se produzir uma pratica pedagógica bastante sucedida, basta conciliar os dois processos. E de acordo com os autores pesquisados, é indispensável à junção deles para que a criança desenvolva a responsabilidade, autoexpressão, capacidade intelectual, emocional físico e psicológico, adquire um desenvolvimento gradativo, com melhora no rendimento escolar, mudança positiva no comportamento, entre muitos outros aspectos, abrindo caminhos para o conhecimento. Além de possibilitar ao educador a elaboração de uma proposta didática eficaz natural e prazerosa. Santos e Cruz (1997, p12) afirmam que:
A ludicidade é uma necessidade do ser humano em qualquer idade e não pode ser vista apenas como diversão. O desenvolvimento do aspecto lúdico facilita a aprendizagem, o desenvolvimento pessoal, social e cultural, colabora para uma boa saúde mental, prepara para um estado interior fértil, facilita a os processos de socialização, comunicação, expressão e construção do conhecimento. (santos e cruz, 1997, p.12)
	As atividades lúdicas é um conjunto de elementos como: as brincadeiras, os jogos, a musica, a arte, a expressão corporal, os desenhos as historias, as pinturas, enfim tudo que auxiliam na aprendizagem da criança de forma prazerosa, e quando bem administrada e com objetivos definidos desperta a espontaneidade das 
												4
Crianças, trazendo diversas possibilidades no aprendizado dentro e fora da sala de aula. Almeida (1995, p.41) ressalta que:
A educação lúdica contribui e influencia na formação da criança, possibilitando um crescimento sadio, um enriquecimento permanente, integrando-se ao mais alto espírito democrático enquanto investe em uma produção séria do conhecimento. A sua prática exige a participação franca, criativa, livre, crítica, promovendo a interação social e tendo em vista o forte compromisso de transformação e modificação do meio. Almeida (1995, p.41)
.	 Na medida em que a criança entra em contato com os brinquedos e com outras pessoas ela cria relações e conhecimento sobre o mundo em que está inserida, possibilitando-a de desenvolver melhor os aspectos físicos culturais e sociais.
	Negrine (1994, p.19) sustenta que as contribuições das atividades lúdicas no desenvolvimento integral contribuem poderosamente no desenvolvimento global da criança e que todas as dimensões estão intrinsecamente vinculadas: a inteligência, a afetividade, a motricidade e a sociabilidade. Essas qualidades são inseparáveis: sendo a afetividade que constitui a energia necessária para a progressão psíquica, moral, intelectual e motriz da criança.
	Por meio das atividades lúdicas, a criança forma conceitos, seleciona ideias, estabelece relações lógicas, põe em pratica a liderança e desenvolvem a personalidade e o controle da mesma. Também contribui com o exercício da competitividade, pois a vitoria para elas é motivo de orgulho e prazer, bem como age diretamente na cooperação do grupo e da participação coletiva.
	De acordo Oliveira (1984, p.43) A criança quando brinca aprende a se expressar no mundo criando novos brinquedos e, com eles, participando de novas experiências e aquisições. No convívio com outras crianças trava contato com a sociabilidade espontânea, ensaia movimentos do corpo, experimenta novas sensações.
	Dentre essas possibilidades pode-se ressaltar a contribuição para a
Carregar mais