Aula1 TecidosEpitelialRev Conjuntivo Muscular
58 pág.

Aula1 TecidosEpitelialRev Conjuntivo Muscular


DisciplinaAnatômica386 materiais782 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Profa Dra Luciana Pugliese 
Histologia significa estudo dos tecidos 
Os tecidos são constituídos por um conjunto de células e 
matriz extracelular. 
 
Os constituintes da matriz extracelular são secretados por 
células presentes nos tecidos: proteínas, glicoproteínas, 
polissacarídeos 
Existem 4 tipos básicos de tecidos: 
- Tecido Epitelial 
- Tecido Conjuntivo 
- Tecido Muscular 
- Tecido Nervoso 
Os tecidos: 
Adiposo, cartilaginoso, ósseo e 
sanguíneo - formas especializadas 
de TECIDO CONJUNTIVO 
Tecido Epitelial 
Características Gerais do Tecido Epitelial 
 
- células justapostas; 
- escassez de matriz extracelular; 
- avascularizado (a nutrição provém do tecido conjuntivo 
subjacente); 
- abundância de junções celulares; 
- polaridade celular. 
\uf07d Tecido Epitelial de Revestimento: lâmina de 
células contíguas (epitélios), que revestem a 
superfície externa e interna do corpo. 
\uf07d Tecido Epitelial glandular: glândulas, que se 
originam de invaginações de células epiteliais. 
 
 
 
- Revestimento interno e externo - proteção 
Ex. epiderme (pele), endotélio (vasos sanguíneos), mucosa 
 
- Secreção 
Ex. células caliciformes (traquéia, brônquios, intestinos) 
 
- Absorção 
Ex. células absortivas dos intestinos 
 
- Percepção de estímulos (neuroepitélios) 
Ex. mucosa nasal 
 
- Contração 
Ex. células mioepiteliais 
 
TECIDO EPITELIAL - FUNÇÕES: 
 
Zônula de Oclusão 
Zônula de Adesão 
Desmossomo 
Junções comunicantes 
Hemidesmossomo 
Es
p
e
ci
al
iz
aç
õ
e
s 
 
Ju
n
çõ
e
s 
ce
lu
la
re
s 
 
 Hemidesmossomo: 
- estrutura com aspecto de \u201cmeio desmossomo\u201d, 
- auxiliam a fixação da membrana basal da célula a se ancorar na lâmina 
basal. 
 
 
Junção célula-
célula 
Junção 
célula-
matriz 
EPITÉLIO 
Lâmina basal 
Junções 
celulares 
Hemidesmossoma 
LÂMINA BASAL 
- Lâminas basais existem em tecidos epiteliais, e no tecido conjuntivo. 
- Função: estrutural, de filtração de moléculas, influencia na polaridade das 
células e regula a proliferação e diferenciação celular. 
CORTE DE PELE 
TIPOS DE EPITÉLIO de revestimento 
\uf0d8 EPITÉLIOS SIMPLES: possuem apenas uma camada de 
células. 
 
\uf0d8 EPITÉLIOS PSEUDO-ESTRATIFICADOS: possuem apenas 
uma camada de células, porém, os núcleos parecem estar 
em várias camadas. Todas as células estão apoiadas na 
lâmina basal. 
 
\uf0d8 EPITÉLIOS ESTRATIFICADOS: possuem duas ou mais 
camadas de células. 
EPITÉLIOS SIMPLES 
EPITÉLIO PSEUDO-
ESTRATIFICADO 
EPITÉLIOS 
ESTRATIFICADOS 
EPITÉLIO 
DE 
TRANSIÇÃO 
EPITÉLIO PAVIMENTOSO SIMPLES 
Possui formato achatado. 
Célula possui um núcleo central. 
Ex: revestimento de vasos, alvéolos pulmonares, 
cavidades pericárdicas e peritoneal; 
Função facilitar o movimento de vísceras, o transporte 
de moléculas, a lubrificação e a secreção de moléculas 
biologicamente ativas. 
EPITÉLIO CÚBICO SIMPLES 
As células apresentam forma quadrada ou hexagonal. 
Possui funções de secreção, absorção e proteção. O núcleo é 
central 
Exemplos: Ductos de glândulas, cobertura do ovário, folículos tireoidianos, 
e nos túbulos renais. 
CORTE TRANSVERSAL DE 
FOLÍCULO DA TIREÓIDE TÚBULOS RENAIS 
EPITÉLIO PRISMÁTICO (COLUNAR, 
CILÍNDRICO) SIMPLES 
Células de forma alongada e podem apresentar microvilosidades ou cílios na 
superfície apical da células. O núcleo ovóide geralmente fica próximo ao polo 
basal. 
Função proteção, lubrificação, absorção e secreção. Ex: revestimento do trato 
digestivo (estômago e intestino), vesícula biliar e útero. 
 EPITÉLIOS ESTRATIFICADOS 
Possuem duas ou mais camadas de células. 
São classificados pela morfologia das células 
das camadas superficiais 
 
EPITÉLIO ESTRATIFICADO PAVIMENTOSO 
NÃO QUERATINIZADO 
Células em contato com a lâmina basal geralmente tem forma 
cubóide. 
As células localizadas no meio do epitélio são polimórfas. 
Células da superfície são achatadas (pavimentosas). 
Função: proteção e secreção. 
Ex: na boca, esôfago e vagina. 
ESÔFAGO 
EPITÉLIO ESTRATIFICADO PAVIMENTOSO NÃO QUERATINIZADO 
EPITÉLIO ESTRATIFICADO PAVIMENTOSO 
QUERATINIZADO 
Camadas de células: cuboídes, polimorfas e pavimentosas. 
Função: proteção, previne a perda de água. 
Camadas de células que constituem a superfície livre são mortas, anucleadas 
e seu citoplasma é ocupado por grande quantidade de filamentos 
intermediários de queratina. 
Ex: pele. 
EPITÉLIO ESTRATIFICADO CÚBICO 
Maioria, possui apenas 2 camadas de células 
Reveste os ductos das glândulas sudoríparas e folículos 
ovarianos em crescimento. 
Função: proteção e secreção. 
DUCTO DA GLÂNDULA SUDORÍPARA 
EPITÉLIO ESTRATIFICADO DE TRANSIÇÃO 
Reveste a bexiga urinária, o uretér e a parte superior da uretra. 
Camada mais superficial é formada por células globosas. 
Forma dessas células muda de acordo com o grau de distensão da 
bexiga, podendo as células ficarem achatadas quando a bexiga 
estiver cheia. 
BEXIGA URINÁRIA EM REPOUSO 
EPITÉLIO ESTRATIFICADO PRISMÁTICO OU 
COLUNAR 
Somente a camada superficial é colunar. 
Raro, só na conjuntiva ocular e nos grandes ductos 
excretores das glândulas salivares. 
EPITÉLIO PSEUDO-ESTRATIFICADO 
Possui apenas uma camada de células e podem apresentar cílios na superfície 
apical das células. 
Todas suas células estão apoiadas na lâmina basal, mas nem todas alcançam a 
superfície do epitélio. 
Os núcleos se apresentam em diferentes alturas. 
Ex: revestimento da traqueia, brônquios, cavidade nasal.... 
Funções: proteção, secreção, transporte e lubrificação. 
TECIDO CONJUNTIVO 
Tipos: 
-Tecido conjuntivo propriamente dito; 
Formas especializadas de tecido conjuntivo: 
\u2022 
\u2022 
\u2022 
\u2022 
Tecido 
Tecido 
Tecido 
Tecido 
adiposo; 
cartilaginoso; 
ósseo; 
Reticular ou hemocitopoético 
(sanguíneo); 
Origem do tecido Conjuntivo 
Tecido 
Conjuntivo 
Propriamente 
Dito 
Tecido Cartilaginoso Tecido Ósseo Tecido 
Adiposo 
Características Gerais 
- 
- 
- 
vários tipos celulares; 
abundante matriz extracelular; 
ricamente vascularizado; 
TECIDO CONJUNTIVO 
PROPRIAMENTE DITO 
- 
- 
- 
vários tipos celulares; 
matriz extracelular abundante; 
ricamente vascularizado; 
Constituição Geral 
Fibroblastos/ Fibrócitos 
Células Mastócitos 
Macrófagos 
Plasmócitos e Leucócitos 
Glicosaminoglicanas 
Proteoglicanas 
Glicoproteínas 
Substância 
Fundamental 
Matriz 
extracelular 
Fibras Colágenas (tipo I) 
Fibras Elásticas 
Fibras Reticulares 
Fibras 
Células do tecido conjuntivo 
Células fixas: 
Fibroblastos/fibrócitos 
Mastócitos 
Macrófagos 
propriamente dito 
\u2022 
\u2022 
\u2022 
Células transitórias: 
\u2022 
\u2022 
\u2022 
\u2022 
\u2022 
Plasmócitos 
Neutrófilos 
Eosinófilos 
Basófilos 
Monócitos 
Fibroblasto (célula mais comum do tecido conjuntivo) 
Morfologia: Célula fusiforme com prolongamentos citoplasmáticos; 
Função: Sintetizar os componentes da matriz extracelular. 
Fibras 
 
 
Fibras Colágenas (colágeno I) 
Fibras Reticulares (colágeno III) 
Fibras elásticas (elastina) 
TIPOS DE COLÁGENO 
Os colágenos constituem uma família de proteínas, produzidas por 
diversos tipos de células, com diferentes propriedades físicas, morfológicas, 
distribuição nos tecidos e funções. 
 
- TIPO I: 90% do total de colágeno do corpo dos mamíferos (tecido 
conjuntivo propriamente dito, osso, dentina). 
-TIPO II: fibras muito finas produzido pelas