Linguística Aplicada ao Ensino da Língua Portuguesa - Avaliando o Aprendizado
33 pág.

Linguística Aplicada ao Ensino da Língua Portuguesa - Avaliando o Aprendizado


DisciplinaLinguística Aplicada ao Ensino da Língua Portuguesa216 materiais734 seguidores
Pré-visualização11 páginas
I e II apenas. 
Aula 4 
1
a
 Questão (Ref.: 201505084817) 
 
 
Em relação aos estigmas lingüísticos, vários estudiosos contemporâneos julgam que a forma como olhamos o erro traz 
implicações para o ensino de língua. A esse respeito leia a seguinte passagem, adaptada da fala de uma alfabetizadora de 
adultos, da zona rural, publicada no texto Lé com Lé, Cré com Cré, da obra O Professor Escreve sua História, de Maria 
Cristina de Campos. 
"Apresentei-lhes a família do ti. Ta, te, ti, to, tu. De posse desses fragmentos, pedi-lhes que formassem palavras, 
combinando-os de forma a encontrar nomes de pessoas ou objetos com significação conhecida. Lá vieram Totó, Tito, 
tatu e, claro, em meio à grande alegria de pela primeira vez escrever algo, uma das mulheres me exibiu triunfante a 
palavra teto. Emocionei-me e aplaudi sua conquista e convidei-a a ler para todos. Sem nenhum constrangimento, 
vitoriosa, anunciou em alto e bom som: 'teto' é aquela doença ruim que dá quando a gente tem um machucado e não 
cuida direito." 
Considerando o contexto do ensino de língua descrito no texto acima, analise o seguinte enunciado. 
O uso de "teto" em lugar de tétano não deve ser considerado desconhecimento da língua porque esse uso revela a 
gramática interna da aluna. Assinale a opção correta a respeito desse enunciado. 
 
 A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa. 
 As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é justificativa correta a primeira. 
 A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira. 
 As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira. 
 Tanto a primeira asserção como a segunda são proposições falsas. 
 
2
a
 Questão (Ref.: 201504733300) 
 
 
Leia: Os linguistas não foram bem entendidos. Eles não dizem que vale tudo. Pelo contrário, eles estabelecem 
correspondências, correlações, entre o fato linguístico e a situação social em que ele ocorre. As análise feitas 
demonstraram isso. Se você fala com pessoas de sua classe, numa situação de informalidade, é a estrutura ¿xis¿ que vai 
aparecer. Se a situação é de formalidade, será ¿ipsilon¿. Se fala com pessoas de outra classe, uma terceira estrutura se 
aplica. A partir desse trecho, vemos que o professor de línguas deve se importar com: 
 
 Errado e inadequado 
 Adequado e inadequado 
 Adequado e certo 
 Certo e Adequado 
 Certo e errado 
 
3
a
 Questão (Ref.: 201504636416) 
 
 
Sabe-se que há uma lacuna entre aquilo que a gramática normativa prescreve e o que o falante culto de fato produz. 
Segundo os resultados das pesquisas do projeto NURC, pode-se dizer que 
A- Nas situações formais de fala de informantes de escolaridade mais alta, a distância entre as prescrições e o uso real já 
é significativa. 
B- Se os falantes de escolaridade mais alta nas suas falas formais se comportam como tal em relação à norma 
prescritiva, provavelmente se comportam da mesma forma em relação à escrita. 
C- Não há diferença de uso entre o modo como o indivíduo altamente escolarizado produz em contextos de fala informal 
e o que está prescrito na gramática normativa. 
Está(ão) correto(s) o(s) resultado(s) apresentado(s) na(s) letra(s): 
 
 A, B e C 
 A e B apenas 
 B e C apenas 
 B apenas 
 A apenas 
 
4
a
 Questão (Ref.: 201504637196) 
 
 
Leia a citação a seguir. 
"Devemos lembrar que o professor é também um pesquisador que tem de resolver problemas novos, nunca previstos nos 
manuais, com a habilidade de percepção e reflexão sobre dados e suposições que ele cria no acompanhamento das 
descrições e hipóteses explicativas de cada escola linguística." (Barbosa, A. G. Saberes gramaticais na escola. In: Vieira, 
S. R. & Brandão, S. F. Ensino de gramática: descrição e uso. São Paulo: Contexto, 2008) 
Para o autor, o profissional de Letras 
I- Deve estudar na faculdade apenas o padrão da gramática tradicional, pois ele precisará desse conhecimento, ao 
terminar seu curso, para ministrar aulas de português nas escolas. 
II- Não deve limitar-se a preencher suas lacunas de conhecimento do padrão culto da gramática tradicional escolar (nem 
se esquecer de preenchê-las). 
III- Deve sempre se lembrar de que as pesquisas linguísticas não estão ocupadas da questão do padrão escolar, assim 
como a gramática escolar não se ocupa em descrever toda a realidade linguística. São preocupações diferentes, ainda que 
relacionadas. 
Estão corretos os comentários: 
 
 I e II apenas 
 II e III apenas 
 I e III apenas 
 II apenas 
 I, II e III 
 
5
a
 Questão (Ref.: 201504637197) 
 
 
Observe o diálogo entre um professor e um aluno, reproduzido a seguir. 
- Professor, dizer "nós come" está errado? 
- Sim, querido aluno. O certo é dizer "nós comemos". 
- Mas, lá na minha comunidade, todo mundo fala assim... 
A partir da análise do diálogo, sobre o exemplo apresentado pelo aluno, podemos dizer que o professor poderia 
responder a ele: 
I- "nem certo, nem errado, mas está inadequado para uso fora da sua comunidade." 
II- "está inadequado para o uso geral do padrão culto." 
III- "todos na sua comunidade são ignorantes, pois falam errado." 
IV- "não vale a pena falar sobre isso, pois não devemos falar assim." 
Com base nos objetivos do ensino de Língua Portuguesa atualmente, assinale as respostas ao aluno que seriam 
pertinentes. 
 
 I e III apenas 
 II e IV apenas 
 I e II apenas 
 I, II, III e IV 
 III e V apenas 
 
6
a
 Questão (Ref.: 201504637182) 
 
 
Lucchesi e Lobo (1988, apud Vieira & Brandão, 2008) propõem uma distinção entre norma padrão e norma culta. Para 
os autores, a norma culta 
I- é a variedade linguística de maior prestígio social. 
II- corresponde aos usos dos falantes mais escolarizados. 
III- é a variedade linguística que se caracteriza pelas estruturas sintáticas simples. 
IV- é a variedade linguística cujos usos mais se aproximam das normas gramaticais. 
Estão corretas as afirmativas: 
 
 I e III apenas 
 I apenas 
 I e IV apenas 
 I, II, III e IV 
 I, II e IV 
 
7
a
 Questão (Ref.: 201504636415) 
 
 
O projeto NURC (Norma Urbana Culta) tem como objetivo descrever os usos orais cultos. No projeto, indivíduos 
definidos como "cultos", são aqueles que 
 
 nasceram em famílias da classe social alta. 
 tiveram um excelente desempenho nos estudos no ensino fundamental e no ensino médio. 
 apenas defenderam teses de doutorado tendo como tema a Língua Portuguesa. 
 já tivessem cumprido a escolaridade até o ensino superior concluído. 
 concluíram, minimamente, a educação básica. 
 
8
a
 Questão (Ref.: 201504734627) 
 
 
Mollica, em Fala, letramento e inclusão social, nos diz que falantes mais letrados tendem a fazer julgamentos em 
relação aos usos da língua a partir do seu conhecimento do sistema. Segundo ela, existe uma relação entre a diversidade 
linguística no Brasil e a mobilidade social, já que temos conhecimento de que há uma variedade de prestígio. 
Assinale a alternativa que contém uma sentença, que, dependendo do seu contexto de produção, é passível de ser julgada 
de modo preconceituoso. 
 
 As menina chegou bem. 
 Nós vamos à praia. 
 Compramos um carro novo. 
 O pessoal foi viajar. 
 A gente saiu cedo hoje. 
Aula 5 
1
a
 Questão (Ref.: 201505168752) 
 
 
"A Linguística, como toda ciência, é o lugar das surpresas, das descobertas, do novo. [...] hoje em dia, há na imprensa e 
na mídia brasileiras uma enxurrada de programas de televisão e de rádio, colunas de jornal e revista que tentam 
preservar as noções mais conservadoras