Literatura Hispano-Americana - Avaliando o Aprendizado
24 pág.

Literatura Hispano-Americana - Avaliando o Aprendizado


DisciplinaLiteratura Hispano-americana265 materiais1.188 seguidores
Pré-visualização8 páginas
da poesia. 
 uma constante relação entre política, história e ficção. 
 um sentimento coletivista semelhante ao sentimento neoclassicista. 
 
7
a
 Questão (Ref.: 201505192779) 
 
 
Sobre o Romantismo hispano-americano, marque a alternativa correta: 
 
 Todas as alternativas são corretas. 
 Neste período, não se liquida a tutela espanhola, mas sim o espírito e os interesses que esta representava. 
 O pensamento estético não se aplica à realidade social, pois os escritores não eram homens de ação. 
 É uma época de lutas pelas independências e proclamações de Repúblicas. 
 O Romantismo se inicia na América após 1840. 
 
8
a
 Questão (Ref.: 201504620460) 
 
 
A época do Romantismo na América, é marcada por uma série de lutas pelo poder entre chefes revolucionários. A 
atmosfera romântica hispano-americana vai: 
 
 firmar a atuação e domínio dos franceses em Terras hispânicas. 
 propiciar o domínio dos Estados Unidos em terras hispano-americanas. 
 fortalecer a submissão da América à Coroa Espanhola. 
 primar por manter na literatura hispânica características européias. 
 corroborar para a formação das novas nações, das novas Repúblicas na América. 
Aula 5 
1
a
 Questão (Ref.: 201504620478) 
 
 
São características coincidentes entre os escritores modernistas hispano-americanos: 
 
 A não utilização da musicalidade e um forte cosmopolitismo. 
 A utilização de símbolos iguais por todos os poetas. 
 A falta de preocupação com a base cultural. 
 A musicalidade como elemento criador de beleza e o cosmopolitismo. 
 A não preocupação com o aspecto formal do poema. 
 
2
a
 Questão (Ref.: 201504733849) 
 
 
É uma característica Modernista que revela a preocupação pela palavra exata e o gosto pelo refinado, como elementos 
criadores de beleza na poesia: 
 
 A musicalidade. 
 O aristocracismo. 
 O sincretismo. 
 A sinestesia. 
 O cosmopolitismo. 
 
3
a
 Questão (Ref.: 201504620479) 
 
 
A estética do Modernismo Hispano-Americano caracterizou-se principalmente pelo "sincretismo estético". Ou seja, 
caracterizou-se pela: 
 
 não preocupação com o aspecto formal do poema. 
 mistura de sensações. 
 pluralidade de traços estilísticos. 
 dimensão trágica na poesia. 
 utilização de uma mesma simbologia entre os poetas. 
 
4
a
 Questão (Ref.: 201504620471) 
 
 
O Aristocracismo é uma característica da poesia Modernista que revela: 
 
 a mistura de sensações. 
 o uso de antíteses. 
 a não preocupação com o uso da palavra exata. 
 a preocupação do poeta em exaltar a natureza americana. 
 o gosto pelo refinado como elemento criador de beleza. 
 
5
a
 Questão (Ref.: 201504620480) 
 
 
A estética Modernista nasce na América, não só como uma escola literária, mas como uma atitude intelectual e política 
marcada, principalmente, pela busca de: 
 
 novos modelos europeus. 
 novos patrocinadores. 
 uma dimensão trágica para a poesia. 
 fé nos valores estéticos espanhóis. 
 identidade e de autonomia na composição literária. 
 
6
a
 Questão (Ref.: 201504620477) 
 
 
Com base no que foi estudado em aula, nas leituras feitas, podemos concluir que embora os escritores Modernistas 
Hispano-americanos tenham algumas características em comum, o mais importante neste movimento literário, consiste: 
 
 na manifestação de liberdade do poeta. 
 no uso de recursos simbólicos por todos os poetas. 
 no forte aristocracismo em todas as poesias deste período. 
 na tonalidade conformista de sua escrita. 
 na não utilização da musicalidade. 
 
7
a
 Questão (Ref.: 201504620474) 
 
 
O Modernismo Hispano-americano representa um grande "divisor de águas" entre a produção considerada "Literatura 
Colonial" e a considerada "Literatura Nacional". Destacam-se como representantes importantes de uma 1a. geração 
Modernista, os escritores: 
 
 Rúben Darío e Soror Juana Inés de la Cruz 
 Rúben Darío e Nicolas Guillén 
 José Martí e Pablo Neruda 
 José Martí e Rúben Darío 
 José Martí e Júlio Cortázar 
 
8
a
 Questão (Ref.: 201504620469) 
 
 
É uma característica Modernista que revela a preocupação pela palavra exata e o gosto pelo refinado como elementos 
criadores de beleza na poesia: 
 
 o sincretismo. 
 a sinestesia. 
 o cosmopolitismo. 
 a musicalidade. 
 o aristocracismo. 
Aula 6 
1
a
 Questão (Ref.: 201504622259) 
 
 
O escritor uruguaio Horacio Quiroga captou a América selvagem, vegetal, em toda a sua opulência e hostilidade. Em 
suas narrativas: 
 
 as regiões selváticas transformam-se em hospitaleiras. 
 a natureza é apresentada com características bucólicas. 
 o ambiente hostil é transformado em acolhedor. 
 a selva trama contra o homem. 
 a América vegetal não tem destaque. 
 
2
a
 Questão (Ref.: 201504622260) 
 
 
O estilo do escritor uruguaio Horacio Quiroga adapta-se aos assuntos selvagens, aos personagens-bichos de suas 
histórias. Suas narrativas enfatizam: 
 
 as descrições físicas, o lado belo dos personagens. 
 o lado psicológico dos personagens e demonstram a miséria humana. 
 personagens idealistas e românticos. 
 a descrição de personagens que fornecem modelos de caráter. 
 
3
a
 Questão (Ref.: 201504622253) 
 
 
Horacio Quiroga pertence à geração de prosadores Modernistas uruguaios. A maioria de seus contos reflete o lado 
sombrio de sua vida. Em sua obra, Quiroga captou: 
 
 uma natureza americana bucólica. 
 o desenvolvimento da natureza americana. 
 a América vegetal em toda a sua opulência e hostilidade. 
 a América vegetal descrita pelos europeus. 
 a beleza natural americana. 
 
4
a
 Questão (Ref.: 201504620569) 
 
 
Marque o item CORRETO: 
Os escritores modernistas Hispânicos ficaram conhecidos por suas narrativas curtas. Coube ao Uruguai fornecer à 
América Hispano-americana sua primeira grande geração de prosadores de ficção. Assim, temos como participação 
importante o uruguaio José Henrique Rodó. Sua obra Ariel (1900) se destaca: 
 
 pelo resgate da cultura azteca. 
 pela defesa do homem "gaúcho". 
 por sua mensagem idealista e otimista. 
 pela presença da região selvática das missões. 
 por sua mensagem de pessimismo frente ao futuro da América Hispânica. 
 
5
a
 Questão (Ref.: 201504622257) 
 
 
No conto "O travesseiro de penas", de Horacio Quiroga, percebe-se uma das características capitais da narrativa deste 
autor: 
 
 O efeito devastador das relações românticas. 
 O uso de elementos místicos. 
 A natureza contribui para a evolução dos personagens. 
 A natureza se impõe ao ser humano, levando-o à ruína física. 
 A preferência pela metaforização das situações. 
 
6
a
 Questão (Ref.: 201504620503) 
 
 
"Ariel" foi a primeira obra publicada do uruguaio José Henrique Rodó. Posteriormente publicou o livro "Liberalismo y 
Jacobismo", que está composto por: 
 
 poesias e artigos de diversos autores. 
 ensaios que falam da hostilidade dos povos americanos. 
 poesias que evidenciam a beleza natural americana. 
 artigos polêmicos, nos quais são expostas as idéias do autor sobre o tema da religião. 
 poesias líricas e crônicas que apresentam a vida ameríndia. 
 
7
a
 Questão (Ref.: 201504622248) 
 
 
Na prosa modernista, Horácio Quiroga, escritor uruguaio que pertence a geração de 1900, captou em sua narrativa a 
opulência e hostilidade da América vegetal. Suas narrativas apresentam: 
 
 o aconchego do campo e suas paisagens tranqüilas. 
 o efeito devastador do ambiente físico sobre o homem. 
 uma concepção mística da vida. 
 a preferência pela metáfora. 
 a docilidade das letras comum a sua estética.