PROCESSO CIVIL NCPC
263 pág.

PROCESSO CIVIL NCPC


DisciplinaDireito Processual Civil I42.847 materiais742.395 seguidores
Pré-visualização50 páginas
I. pelo Diário da Justiça, na pessoa de seu advogado constituído nos autos \u2013 essa é a 
regra geral; 
II. por carta com aviso de recebimento, quando representado pela Defensoria 
Pública ou quando não tiver procurador constituído nos autos, ressalvada a 
hipótese do inciso IV; 
III. por meio eletrônico, quando, no caso do § 1o do art. 246 (pessoas jurídicas 
empresárias recebem intimações eletronicamente, com exceção das 
microempresas e empresas de pequeno porte), não tiver procurador constituído 
nos autos; 
IV. por edital, quando, citado na forma do art. 256 (também por edital), tiver sido revel na 
fase de conhecimento. 
\uf0fc Art. 513, § 3o Na hipótese do § 2o, incisos II e III, considera-se realizada a intimação 
quando o devedor houver mudado de endereço sem prévia comunicação ao juízo, 
observado o disposto no parágrafo único do art. 274 \u2013 o Novo CPC um dever geral de 
informar a mudança de endereço. 
\uf0fc Art. 513, § 4o Se o requerimento a que alude o § 1o for formulado após 1 (um) ano do 
trânsito em julgado da sentença, a intimação será feita na pessoa do devedor (não 
será mais pelo advogado), por meio de carta com aviso de recebimento encaminhada ao 
endereço constante dos autos, observado o disposto no parágrafo único do art. 274 e no 
§ 3o deste artigo (dever geral de informar o novo endereço). 
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Retângulo
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Anotação
REGRA, EM SE TRATANDO DE PESSOA FÍSICA OU JURÍDICA
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Retângulo
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Sublinhar
isadora
Sublinhar
isadora
Sublinhar
isadora
Sublinhar
\uf0fc O caput do art. 513 e os §§ 1º a 4º têm um sentido, de regulamentar a intimação do 
devedor. 
\uf0fc O § 5º não tem nenhuma relação com o conteúdo desse dispositivo. Fredie diz que ele 
deveria ser um dispositivo avulso: § 5o O cumprimento da sentença não poderá ser 
promovido em face do fiador, do coobrigado ou do corresponsável que não tiver 
participado da fase de conhecimento. Mas esse dispositivo é muito importante (só 
está mal colocado) e está em consonância com a súmula 268 do STJ, que diz que o 
fiador que não integrou o processo na ação de despejo não responde pela execução. 
26.1. Títulos executivos judiciais 
\uf0fc 3 mudanças importantes 
\uf0fc Art. 515. São títulos executivos judiciais, cujo cumprimento dar-se-á de acordo com os 
artigos previstos neste Título: 
I. as decisões proferidas no processo civil que reconheçam a exigibilidade de obrigação de 
pagar quantia, de fazer, de não fazer ou de entregar coisa; 
II. a decisão homologatória de autocomposição judicial \u2013 a redação está muito melhor e a 
novidade está no § 2º abaixo; 
III. a decisão homologatória de autocomposição extrajudicial de qualquer natureza; 
IV. o formal e a certidão de partilha, exclusivamente em relação ao inventariante, aos 
herdeiros e aos sucessores a título singular ou universal; 
V. o crédito de auxiliar da justiça, quando as custas, emolumentos ou honorários tiverem 
sido aprovados por decisão judicial; 
VI. a sentença penal condenatória transitada em julgado; 
VII. a sentença arbitral; 
VIII. a sentença estrangeira homologada pelo Superior Tribunal de Justiça; 
IX. a decisão interlocutória estrangeira (NOVIDADE!), após a concessão do exequatur à 
carta rogatória pelo Superior Tribunal de Justiça \u2013 decisão estrangeira não definitiva 
pode ser executada no Brasil por carta rogatória sem necessidade de homologação 
pelo STJ; 
X. (VETADO) \u2013 trazia a previsão de acórdão proferido pelo Tribunal Marítimo quando do 
julgamento de acidentes e fatos da navegação \u2013 por se tratar de um tribunal 
administrativo, Dilma vetou, com razão, esse dispositivo, que era inconstitucional 
(porque dava função jurisdicional a um tribunal administrativo). 
\uf0fc Art. 515, § 1o Nos casos dos incisos VI a IX (casos de título executivo judicial externo \u2013 
título paraestatal \u2013 foi produzido em outro lugar: processo penal, arbitragem e jurisdição 
internacional), o devedor será citado no juízo cível para o cumprimento da sentença 
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Anotação
AQUI ESTÁ A IMPORTÂNCIA DO CHAMAMENTO AO PROCESSO!!!!
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Anotação
RESSALTANDO QUE DE ACORDO COM O ART1061,CPC/2015, A VALIADE DA SENTENÇA ARBITRAL, QUE É TÍTULO EXECUTIVO JUDICIAL, PODERÁ SER QUESTIONADA VIA IMPUGNAÇÃO AO CUMPRIMNTO DE SENTENÇA. 
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Sublinhar
ou para a liquidação no prazo de 15 (quinze) dias. Já era assim na prática, mas agora o 
CPC traz essa previsão expressamente. 
\uf0fc Art. 515, § 2o A autocomposição judicial pode envolver sujeito estranho ao 
processo (NOVIDADE!) e versar sobre relação jurídica que não tenha sido deduzida 
em juízo. 
26.2. Protesto de sentença de inadimplida 
\uf0fc É uma medida de execução indireta. 
\uf0fc A sentença inadimplida pode ser levada a protesto, como se fosse um cheque, uma 
duplicada não paga. Rigorosamente, isso já é possível hoje. Mas não está previsto 
expressamente no CPC de 73. 
\uf0fc Art. 517. A decisão judicial transitada em julgado poderá ser levada a protesto, nos 
termos da lei, depois de transcorrido o prazo para pagamento voluntário previsto no art. 
523 \u2013 o protesto só pode ser realizado em relação à decisão judicial definitiva. Não 
cabe em execução provisória. 
\uf0fc Art. 517, § 1o Para efetivar o protesto, incumbe ao exequente apresentar certidão de 
teor da decisão \u2013 documento exigido para levar ao cartório de protesto. 
\uf0fc Art. 517, § 2o A certidão de teor da decisão deverá ser fornecida no prazo de 3 (três) 
dias e indicará o nome e a qualificação do exequente e do executado, o número do 
processo, o valor da dívida e a data de decurso do prazo para pagamento voluntário. 
\uf0fc Art. 517, § 3o O executado que tiver proposto ação rescisória para impugnar a 
decisão exequenda pode requerer, a suas expensas e sob sua responsabilidade, a 
anotação da propositura da ação à margem do título protestado. 
\uf0fc Art. 517, § 4o A requerimento do executado, o protesto será cancelado por 
determinação do juiz, mediante ofício a ser expedido ao cartório, no prazo de 3 (três) 
dias, contado da data de protocolo do requerimento, desde que comprovada a 
satisfação integral da obrigação. 
26.3. Competência para o cumprimento de sentença 
\uf0fc Art. 516. O cumprimento da sentença efetuar-se-á perante (corresponde ao art. 475-P 
do CPC de 73): 
I. os tribunais, nas causas de sua competência originária; 
II. o juízo que decidiu a causa no primeiro grau de jurisdição; 
III. o juízo cível competente, quando se tratar de sentença penal condenatória, de sentença 
arbitral, de sentença estrangeira ou de acórdão proferido pelo Tribunal Marítimo. 
\uf0fc Art. 516, Parágrafo único. Nas hipóteses dos incisos II (causa que tramitou em 
primeiro grau de jurisdição) e III (títulos paraestatais), o exequente poderá optar: 
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
isadora
Selecionar
(i) pelo juízo do atual domicílio do executado, (ii) pelo juízo do local onde se 
encontrem os bens sujeitos à execução, (iii) ou pelo juízo do local onde deva ser 
executada a obrigação de fazer ou de não fazer (NOVIDADE!), casos em que a 
remessa dos autos do processo será solicitada ao juízo de origem. 
\uf0fc O CPC de 73 (art. 475-P) previa essa opção de escolha do credor apenas no caso de 
execução de sentença, não previa para os títulos paraestatais. 
\uf0fc Ademais o CPC de 2015 traz mais uma possibilidade para a escolha: juízo do local onde 
vê