SLIDES DE ANATOMIA
53 pág.

SLIDES DE ANATOMIA


DisciplinaAnatomia I39.033 materiais288.104 seguidores
Pré-visualização2 páginas
UNIDADE I
ANATOMIA 
Prof. João Cunha
\uf0a7 Histórico: 3.000 e 1.500 a.C. no Egito Antigo \uf0e0 mumificações
\uf0a7 Antiguidade:
\uf0a7 Aristóteles, Hipócrates... 
\uf0a7 Renascença:
\uf0a7 Leonardo da Vinci (1452-1519)
\uf0a7 Michelangelo Buonarroti
(1475-1564)
\uf0a7 Andreas Vesalius (1514-1564)
Introdução ao estudo da anatomia
Fonte: Andreas Versalius. De humani corpori fabrica.
Introdução ao estudo da anatomia
\uf0a7 Tipos de anatomia:
\uf0a7 descritiva;
\uf0a7 topográfica;
\uf0a7 por imagem;
\uf0a7 superfície;
\uf0a7 macroscópica;
\uf0a7 microscópica;
\uf0a7 comparada
\uf0a7 ...
\u201cDe humani corpori fabrica\u201d
Fonte: Andreas Versalius. 
De humani corpori fabrica.
Introdução ao estudo da anatomia
\uf0a7 Anatomia: palavra derivada do latim
\uf0a7 ana = corte
\uf0a7 tomein = parte
\u201cA ciência que estuda macro e microscopicamente a 
constituição e o desenvolvimento de seres organizados.\u201d 
Dangelo e Fattini (2007)
Níveis de formação que o corpo humano possui
\uf0a7 Nível químico, que inclui todas as substâncias químicas 
necessárias para manter a vida. Átomos: o carbono (C), o 
hidrogênio (H), o oxigênio (O), o nitrogênio (N), o cálcio (Ca), 
o potássio (K) e o sódio (Na)
\uf0a7 Misturar estes elementos químicos e acrescentar a vida, 
temos as células que são as unidades estruturais 
e funcionais básicas de um organismo.
Níveis de formação que o corpo humano possui
\uf0a7 Nessa caminhada pelos níveis estruturais de formação do 
corpo humano, vamos acrescentar os tecidos, que são grupos 
de células semelhantes que, juntas, realizam uma função 
particular.
\uf0a7 Os quatro tipos básicos de tecido são: epitelial, conjuntivo, 
muscular e nervoso.
\uf0a7 O organismo humano é composto de dois ou mais tecidos 
diferentes, tendo funções específicas, e apresentam forma 
reconhecível: coração, fígado, pulmões. 
Fonte: Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. 
Gerard J. Tortora. 4ª edição, Artmed.
Estruturas básicas de formação do corpo humano
Introdução ao estudo da anatomia
Divisão do corpo humano:
\uf0a7 cabeça;
\uf0a7 pescoço;
\uf0a7 tronco :
\uf0a7 tórax (cavidade 
torácica);
\uf0a7 abdome (cavidade 
abdominal e pélvica).
\uf0a7 membro superior:
\uf0a7 raiz: ombro;
\uf0a7 parte livre: braço, 
antebraço e mão.
\uf0a7 Membro inferior:
\uf0a7 raiz: quadril;
\uf0a7 parte livre: coxa, 
\uf0a7 perna e pé.
Introdução ao estudo da anatomia
Introdução ao estudo da anatomia
\uf0a7 Posição anatômica.
\uf0a7 Indivíduo em posição ereta (em pé, 
posição ortostática).
\uf0a7 Face voltada para frente e olhar dirigido 
para o horizonte.
\uf0a7 Membros superiores estendidos 
e juntos ao tronco, com as palmas 
das mãos voltadas para frente.
\uf0a7 Membros inferiores 
unidos e com os dedos 
dos pés dirigidos para frente.
Introdução ao estudo da anatomia
\uf0a7 Planos de delimitação 
do corpo humano.
\uf0a7 Anterior ou ventral.
\uf0a7 Posterior ou dorsal.
\uf0a7 Superior, cranial ou cefálico.
\uf0a7 Inferior, caudal ou podálico.
\uf0a7 Lateral direito.
\uf0a7 Lateral esquerdo.
FATTINI, CA; DANGELO, 
JG. Anatomia Humana 
Sistêmica e Segmentar. 
Ed. Atheneu. 2007.
Introdução ao estudo da anatomia
\uf0a7 Planos de secção do corpo humano.
\uf0a7 Sagital (mediano).
\uf0a7 Frontal.
\uf0a7 Transverso.
TORTORA , GJ; GRABOWSKI, SR. Princípios de Anatomia e Fisiologia. Ed. 
Guanabara Koogan, 2002.
Introdução ao estudo da anatomia
\uf0a7 Termos de posição e direção
\uf0a7 Medial, intermédio, lateral:
\uf0a7 mediano;
\uf0a7 superior, médio(a), inferior;
\uf0a7 anterior, médio(a), posterior;
\uf0a7 superficial, médio(a), profundo;
\uf0a7 externo, médio(a), interno.
\uf0a7 Termos de posição e direção:
\uf0a7 proximal, médio(a), distal.
Introdução ao estudo da anatomia
Figura: Fundamentos de
Anatomia, Gerard J. 
Tortora, Artmed.
Regiões do corpo
\uf0a7 Para uma melhor localização dos órgãos, a cavidade 
abdominopélvica é dividida em nove regiões, também 
podendo ser dividida em quadrantes (quad = quarta parte), 
delimitada por uma linha vertical e uma linha horizontal que 
atravessam o umbigo. 
\uf0a7 Umbilical (mesogástrica), localizada centralmente, 
ao redor do umbigo (centro).
\uf0a7 Lateral, localizada à direita e à esquerda da umbilical.
Interatividade
As descrições do corpo humano pressupõem que ele esteja em 
uma posição específica, chamada de \u201cposição anatômica\u201d. Para 
localização de diversas estruturas corporais umas em relação 
às outras, utilizamos certos \u201ctermos de direção\u201d. Com base 
nesta afirmação, podemos dizer que:
a) dorsal está relacionada à região anterior do corpo.
b) anterior está relacionada à parte acima dos ombros.
c) posterior está relacionada à região dorsal do corpo.
d) as alternativas \u201ca\u201d e \u201cb\u201d se completam.
e) as alternativas \u201cb\u201d e \u201cc\u201d se completam.
Regiões do corpo
\uf0a7 Epigástrica (epi = acima de ou sobre ; gástrica = referente ao 
estômago) a região mediana, superiormente à umbilical. Como 
o nome indica, a maior parte do estômago está nessa região.
\uf0a7 Hipocondríaca (hipo = abaixo de ou sob; condríaca = refere-se 
à cartilagem) regiões direita e esquerda da epigástrica. 
O nome indica que estas regiões localizam-se abaixo das 
cartilagens das costelas. 
\uf0a7 Hipogástrica (púbica), região mediana, imediatamente abaixo 
da região umbilical.
Regiões do corpo
\uf0a7 Ilíaca (inguinal), regiões de cada lado da hipogástrica. 
O nome é derivado do osso ilíaco, que forma o limite lateral 
dessas regiões.
\uf0a7 Podem ser referidas como regiões inguinais, que formam 
a dobra da virília.
Figura: Anatomia Humana, Alexander
P. Spence. ED. Manole 2ª Edição.
Cavidades do corpo
Cavidade dorsal (posterior):
\uf0a7 tem duas subdivisões: craniana e espinhal.
Cavidade ventral (anterior): 
\uf0a7 tem duas subdivisões: torácica e abdominopélvica.
Cavidades do corpo:
Figura Corpo Humano, 
Gerard J. Tortora 4ª Edição
\uf0a7 Esqueleto: 
\uf0a7 conjunto de estruturas rígidas 
(ossos, cartilagens e dentes), 
unidas por articulações
que formam o 
arcabouço do animal.
\uf0a7 Funções do esqueleto:
\uf0a7 sustentação e 
conformação;
\uf0a7 proteção.
PUTZ, R; PABST, R. Sobotta: Atlas de Anatomia Humana. 
Ed.Guanabara Koogan. 2006.
Osteologia
Osteologia
\uf0a7 Número de ossos:
\uf0a7 206.
\uf0a7 Variação nesse número pode ocorrer devido:
\uf0a7 idade;
\uf0a7 fatores individuais;
\uf0a7 critério de contagem.
PUTZ, R; PABST, R. Sobotta: Atlas de Anatomia Humana. Ed.Guanabara Koogan. 2006.
\uf0a7 Divisão do esqueleto:
\uf0a7 esqueleto axial;
\uf0a7 esqueleto apendicular:
\uf0a7 cíngulo do membro 
superior (cintura 
escapular);
\uf0a7 ossos da parte livre 
do membro superior
\uf0a7 cíngulo do membro 
inferior 
(cintura pélvica);
\uf0a7 ossos da parte livre 
do membro inferior.
Osteologia
PUTZ, R; PABST, R. 
Sobotta: Atlas de 
Anatomia Humana. 
Ed.Guanabara Koogan. 
2006.
\uf0a7 Ossos que fazem parte do esqueleto:
\uf0a7 Axial e Apendicular.
Figura: Corpo Humano, Gerard J. 
Tortora 4ª Edição. Artmed
Divisão do esqueleto
Axial: ossos relacionados ao longo eixo do corpo, 
localizados na cabeça, pescoço e tronco:
\uf0a7 cabeça 
\uf0a7 pescoço
\uf0a7 coluna vertebral 
\uf0a7 Tórax
Total = 80
SOBOTTA, J. Atlas de Anatomia Humana. 22. Ed. São Paulo: Guanabara-Koogan, 2006, 
Divisão do esqueleto
\uf0a7 Apendicular: formada por ossos dos membros superiores 
e inferiores e unindo os dois esqueletos, as cinturas 
(ou cíngulos ou raízes):
\uf0a7 membros superiores 
\uf0a7 membros inferiores 
Total = 114
SOBOTTA, J. Atlas de Anatomia Humana. 22. Ed. São Paulo: Guanabara-Koogan, 2006
Osteologia
Tipos de ossificação
\uf0a7 Ossificação intramembranosa: formação óssea 
a partir de uma membrana.
Fig: Atlas of Human Anatomy,
Frank H. Netter, 
Osteologia
Tipos de ossificação
\uf0a7 Ossificação endocondral: formação através 
de tecido cartilaginoso.
Atlas of Human Anatomy, Frank, H. Netter.
Interatividade