Relatório de Estágio Supervisionado II 0 588325
49 pág.

Relatório de Estágio Supervisionado II 0 588325


DisciplinaPrática de Ensino do Ensino Médio14 materiais403 seguidores
Pré-visualização10 páginas
Chapa Quente, com faturamento abaixo de R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais), de acordo com Art. 3º Inciso I da Lei Complementar de 123 de 14 de Dezembro de 2006 e Lei Complementar nº 139, de 10 de Novembro de 2011, enquadrada como Micro e Pequena Empresa - MPE, com tipo de empresa Micro, com regime de tributação enquadrada no Simples Nacional, com base nos Art. 12 e 13, da lei 123, mencionado acima, sua atividade principal é Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares, código CNAE nº 56.11-2-03.
Empreendimento bem localizado, situado no centro da cidade de Novo Progresso/PA, com instalações adequadas para o funcionamento da atividade, oferecendo um bom conforto aos clientes.
Em visita gerencial, foi verificado o bom funcionamento e atendimento, bem como a boa organização do negócio, sendo administrado pela sua titular principal juntamente com seu cônjuge, e verificado o conceito na praça dos administradores.
Para análise do pleito, seguindo o fluxo da instituição, foi recebida toda documentação, realizado a visita ao empreendimento, através da coletada de dados foi confeccionado um PL Extra Contábil, apurando o valor de R$ 347.954,00 de faturamento bruto da empresa nos últimos 12 meses considerados na análise, mantendo-se dentro do enquadramento de Micro e Pequena Empresa \u2013 MPE, sendo notado que a concentração de venda na empresa é avista, atingindo ai o percentual de 87%, já as compras de insumos o percentual de compra avista é de 80%.
Durante a entrevista com a empresária, a mesma informou que possui, a contas a receber de clientes no valor de R$ 3.045,00 e Contas a pagar para fornecedores no valor de R$ 5.000,00 um estoque de mercadorias de R$ 95.000,00, um endividamento em curto prazo no valor de R$ 59.547,00 e em longo prazo de R$2.395,00, possuindo 4 funcionários, sendo 2 nas vendas e 2 na produção, com folha salarial mensal mais encargos de R$ 6.499,44, mais R$ 10.000,00 de despesas com água, luz, telefone, aluguel e material de expediente, no ativo possui R$ 3.362,42 de móveis e R$ 150.000,00 de máquinas, com uma depreciação de R$ 15.336,00, correspondente a 10% dos bens moveis e máquinas, possuindo um disponível, caixa/banco de R$ 1.500,00 e capital social integralizado de R$ 25.000,00, a empresa no inicio do período apresentava um estoque de R$ 197.000,00 (estoque Inicial), e realizou uma compra de R$ 100.000,00, na data da visita o estoque atual, considerado como final era de R$ 95.000,00, assim calculou-se um Custo de Mercadoria Vendidas \u2013CMV de R$ 202.000,00 (CMV = EI + (C+FC+SC-CA-DI) - EF), além destes dados foram levantados outras informações, como a respeito de conceito e conduta da titular da empresa na praça, com base nesta coleta de dados, foi elaborado o relatório de visita gerencial e o PL extracontábil em uma planilha do Banco, o resultado apurado conforme a seguir, gerado de forma automática após a inserção das informações.
O Banco utiliza o período de 12 meses antes a internalização da proposta, que neste caso, ocorreu em Março/2017, assim o período considerado foi de Junho/2016 a Maio/2017.
Tabela 1.0 - Planilha Demonstrativa Extracontábil \u2013 DRE.
	FATURAMENTO BRUTO
	347.954,00
	100%
	(-) Vendas canceladas
	 
	0%
	(-) Abatimentos sobre vendas
	 
	0%
	(-) Impostos sobre vendas
	-23.800,05
	-7%
	( = ) VENDAS LÍQUIDAS
	324.153,95
	100%
	(-) CUSTOS OPERACIONAIS
	-202.000,00
	-62%
	( = ) LUCRO BRUTO 
	122.153,95
	38%
	(-) Despesas de Vendas
	 
	0%
	(-) Despesas Administrativas
	-15.100,00
	-5%
	(-) Despesas Financeiras
	 
	0%
	(-) Despesas Tributárias
	0,00
	0%
	(-) Outras desp. Operacionais
	0,00
	0%
	( = ) LUCRO OPERACIONAL
	107.053,95
	33%
	(-) Desp. não operacionais
	 
	0%
	(+) Rec. não operacionais
	 
	0%
	( = ) SALDO DISPONÍVEL
	107.053,95
	33%
O CMV no valor de R$ 202.000,00 na DRE acima foi lançado automaticamente como Custos Operacionais, informação originada no quadro custos do período, do formulário de coleta de dados.
O Imposto sobre vendas calculado com pela tabela do simples nacional, com base no ramo de atividade da empresa, considerado como comércio de acordo tabela CNAE, considerando o faturamento, com alíquota de 6,84%, obtendo assim o valor de R$ 23.800,05.
As despesas administrativas referem-se aos R$ 5.100,00 de salários e encargos dos funcionários e mais os R$ 10.000,00 de despesas com água, luz, telefone, aluguel e material de expediente, informações coletadas durante a visita.
É fundamental lembrar que, para o processo de análise de demonstrações contábeis, conhecer a empresa (mercado de atuação) e as características do setor de atividade. Além disso, é necessária a separação dos dados, combinando-os adequadamente, a fim de viabilizar sua interpretação, de acordo com o objetivo previamente estabelecido. As demonstrações contábeis que estão dentro das normas e princípios contábeis geralmente aceitos fornecem uma série de dados sobre a empresa em determinado período. 
O analista financeiro se preocupa com as demonstrações financeira que, por sua vez, procuram transformar os dados em informações que possibilitem tirar conclusões sobre a empresa em análise.
SILVA (1995),
Diz que o instrumento de trabalho do analista é a informação. Quanto melhor a qualidade da informação, mais eficaz será o trabalho. Deste modo a quantidade e a qualidade de informações reveladas na análise de balanço proporcionarão um melhor e mais fácil entendimento das demonstrações. Podendo ser realizados comparativos entre períodos como evolução, previsto e realizado, transparecendo a situação e a performance da empresa.
Neste contexto, o banco, representado pelo gerente geral e sua assistente Comercial faz todo levantamento, reúne a documentação necessária e encaminha ao setor de análise para o procedimento de análise do pleito.
\ufffd
	Tabela 2.0 \u2013 Planilha Demonstrativa Extracontábil \u2013 B. P 
	I \u2013 ATIVO
	 
	 
	 
	 
	 
	 
	
	II \u2013 PASSIVO
	 
	 
	 
	 
	 
	 
	 
	 
	 
	CIRCULANTE
	99.545,00
	42%
	
	CIRCULANTE
	71.046,44
	30%
	Caixa / Bancos
	1.500,00
	1%
	
	Endividamento bancário (até 360d)
	59.547,00
	25%
	Títulos a receber (clientes)
	3.045,00
	1%
	
	Fornecedores
	5.000,00
	2%
	Impostos a recuperar
	 
	 
	
	Impostos e taxas a pagar
	 
	 
	Estoques
	95.000,00
	40%
	
	Folha de pagamento
	6.499,44
	3%
	Outros valores a receber
	 
	 
	
	Outros títulos a pagar
	 
	 
	NÃO CIRCULANTE
	138.026,42
	58%
	
	NÃO CIRCULANTE
	2.395,00
	1%
	Empréstimos a sócios/ligadas
	 
	 
	
	Endividamento bancário (+ 360d)
	 2.395,00 
	1%
	Outros valores a receber (+360d)
	 
	 
	
	Impostos parcelados (+360d)
	 
	 
	PERMANENTE
	138.026,42
	58%
	
	Empréstimos de sócios/ligadas
	 
	 
	Veículos
	 
	 
	
	PL EXTRACONTÁBIL
	164.129,98
	69%
	Móveis e imóveis
	3.362,42
	1%
	
	Capital Social Integralizado
	25.000,00
	11%
	Máquinas e equipamentos
	150.000,00
	63%
	
	Resultado dos últimos 12 meses
	107.053,95
	45%
	(-) Depreciação
	-15.336,00
	-6%
	
	(+/-)Reserv.Lucro ou Distribuição
	32.076,03
	14%
	ATIVO TOTAL
	237.571,42
	100%
	
	PASSIVO TOTAL
	237.571,42
	100%
\ufffd
3.2.1.1. Analises dos índices de Rentabilidade
Tabela 3.0 \u2013 Rentabilidade
	Rentabilidade
	Sobre as vendas 
	33%
Na modalidade da proposta apresentada pela R. Soares, o Banco da Amazônia, através de sua planilha de análise, considera em seu estudo para decisão do crédito, somente estes Índices de Rentabilidade, Margem Liquida\u2013rentabilidade sobre vendas, onde apurado automaticamente na planilha o percentual de 33%, considerando o Lucro Liquido x 100 / Vendas Liquidas, temos:
ML = R$ 107.053,95 x 100 / R$ 324.153,95
ML = 33%
Ou seja, a cada R$ 100,00 venda a empresa teve um lucro de 33% no período, quanto maior melhor, pois representa o percentual que a empresa conseguiu reter, descontadas todas as despesas necessárias a obtenção das