historias de aprendizagem
118 pág.

historias de aprendizagem


DisciplinaTrabalho de Conclusão de Curso - TCC7.596 materiais39.315 seguidores
Pré-visualização18 páginas
Histórias de Aprendizagem
e algumas reflexões incomuns 
sobre aprender e ensinar
Ana Lopes
2012
Capa
Jorge Luis de Sousa Azevedo 
Revisão
Rosana Rogeri
Produção
VídeoAulas ByAna
http://www.videoaulasbyana.com.br
Direitos de cópia 
O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos autorais 
reservados para a autora. 
Isso significa que, mesmo sendo um conteúdo digital, não é de 
domínio público e não pode ser reenviado ou duplicado para 
terceiros. 
Se você quiser indicar o livro para alguém, por favor, forneça o 
endereço do site do livro para que ele possa ser adquirido 
legalmente:
http:www.videoaulasbyana.com.br/ebook-historias/
Fazendo isso, você estará contribuindo para a produção de 
conteúdo digital de qualidade.
Obrigada!
As Histórias
Apresentação......................................................................1
Eu não preciso de um professor?!?....................................5
Meus professores: os livros...............................................11
Vida na Universidade.......................................................17
Recuperando o autodidatismo perdido.............................21
Cientista da Computação em um mês...............................28
Mestrado: garimpo e foco................................................34
Professora? Não, malabarista!.........................................39
Quer continuar no emprego? ...........................................45
Para curar gastrite, concurso público!.............................50
Professora Bombril: 1001 utilidades................................57
Um público (radicalmente) diferente................................62
O currículo que foi corroído pelas traças.........................69
PaD: \u201cPesquisa a distância\u201d...........................................75
Fluente em inglês, finalmente!..........................................80
Cientista da Computação ou não?....................................89
Pesquisa: praticando caça a problemas ..........................95
Muitos artigos e nenhum diploma...................................102
Um diploma e um blog....................................................105
Reflexões \u201cfinais\u201d..........................................................109
Apresentação
Esta pequena coleção de histórias mostra vários 
episódios da minha vida que acabaram me levando a 
tornar-me uma autodidata convicta, a ponto de 
atualmente defender veementemente a ideia de que o 
mais importante que alguém pode aprender na escola 
ou fora dela é \u201caprender a aprender\u201d. 
A partir daí, acredito eu, tudo se acrescenta 
naturalmente. E junto disso, nasce também uma 
saudável autoconfiança e um incrível senso de 
controle sobre o próprio destino. 
As primeiras versões dessas histórias foram escritas 
para o meu vídeo-blog 1 e depois passaram a ser 
enviadas para aqueles que se inscreviam em minha 
lista, na forma de e-mails independentes. 
Confesso que no início fiquei preocupada em 
compartilhar histórias e percepções de mundo tão 
pessoais e, às vezes, tão particulares. Mas a recepção 
foi \u2013 e continua sendo \u2013 simplesmente maravilhosa. 
O blog e a minha caixa de e-mails estão cheios de 
comentários carinhosos, entusiasmados e 
1 http://www.videoaulasbyana.com.br 
Histórias de Aprendizagem
encorajadores. 
Quando comecei a escrever as primeiras versões 
dessas histórias de aprendizagem, meu objetivo era 
estabelecer um relacionamento genuíno com as 
pessoas que estavam prestigiando o meu então 
nascente vídeo-blog. Esse relacionamento ia 
sendoconstruído na medida em que as pessoas 
ficavam conhecendo um pouco da minha história 
pessoal. Ou pelo menos, a parte da minha história 
pessoal que envolveu momentos de grande 
aprendizagem. 
Outra ideia que eu tinha em mente era explicar para o 
público de onde vinha a minha paixão por aprender, 
ou para ser mais direta \u201cporque diabos uma Cientista 
da Computação tinha resolvido blogar sobre 
aprendizagem\u201d.
Mas a grande surpresa ainda estava para vir: de 
repente, algumas pessoas começaram a escrever para 
me contar o quanto tinham sido inspiradas por certas 
histórias e (pasmem!), para me falar sobre decisões 
que elas tinham tomado ou estavam considerando 
tomar por causa delas. 
No início, fiquei meio assustada: \u201cquanta 
responsabilidade, mudar assim o rumo da vida de 
outras pessoas\u201d! Mas aos poucos me lembrei dos 
inúmeros livros que mudaram completamente o rumo 
2
Ana Lopes
da minha vida também. Até hoje, não me arrependo 
de ter lido nenhum deles. Muito menos, culpo 
nenhum autor por algo que tenha dado errado!
Então outra ideia começou a florescer: em um 
primeiro momento, as histórias foram escritas quase 
que como rascunhos, já que eu não tinha, àquela 
época, a menor pretensão de atingir tanta gente, e de 
forma tão intensa. Mas já que isso estava 
acontecendo, achei que seria uma boa ideia revisar os 
\u201crascunhos\u201d e reuni-los em um pequeno livro. 
Afinal de contas, sempre guardei com o maior carinho 
os livros que me marcaram. Além disso, gosto de tê-
los sempre à mão para uma releitura à luz de novas 
situações de vida. Talvez meus leitores também 
gostassem da ideia. 
Nesse contexto, nasceu este livro, que reúne não só as 
histórias originais \u2013 a maioria reescrita \u2013 mas 
também algumas que lembrei e achei que mereciam 
ser contadas.
Tenha você tido ou não contato com as histórias 
originais no blog, poderá apreciar este livro de várias 
maneiras: seja como entretenimento, ou como ponto 
de partida para reflexões sobre o papel da 
aprendizagem na nossa vida.
Os primeiros leitores foram bastante criativos nas 
formas como receberam cada uma das histórias. Não 
3
Histórias de Aprendizagem
tenho porque acreditar que com os novos leitores será 
diferente.
Mais feliz ainda eu vou ficar se você resolver usar o 
livro como um ponto de partida para estabelecer uma 
relação comigo também. Convido você a falar comigo 
por meio do blog, na página dedicada especialmente 
ao livro:
http://www.videoaulasbyana.com.br/ebook-historias/ 
Agora, sem mais delongas, vamos às histórias!
4
Eu não preciso de um 
professor?!?
Quando eu estava terminando o Primeiro Grau \u2013 que 
para quem é jovem demais para saber, corresponde 
ao atual Ensino Fundamental 1 e 2 \u2013 achava que 
queria ser médica. Aliás, tenho a impressão, que na 
minha geração, todo mundo um dia já quis fazer 
Medicina ou Direito. Será que é isso mesmo? Bom, 
havia também os candidatos a astronautas... De toda 
forma, acho que as gerações atuais são um pouco 
mais originais nos seus sonhos infantis de profissão. 
O fato é: eu realmente achava que queria fazer 
Medicina. Muito provavelmente fui influenciada, 
nessa ideia, por um tio dentista, que eu adorava, e 
que para o meu profundo desespero e perplexidade 
diante das injustiças da vida, morreu quando eu tinha 
15 anos. Fazer medicina era uma forma meio tortuosa 
de me aproximar dele, mas também me rebelar um 
pouco, como seria salutar naquela idade. Eu iria para 
a área de saúde, mas não iria fazer Odonto, como 
tinha sido o sonho expresso daquele tio tão querido. 
Deixemos a rebeldia juvenil de lado e voltemos à 
Histórias de Aprendizagem
Medicina: para conseguir passar no vestibular, eu 
precisava fazer um bom Segundo Grau (atual Ensino 
Médio). Até então eu havia estudado em escolas 
públicas \u2013 muito a contragosto, por